Como aumentar a autoconfiança - A mente e maravilhosa
Como aumentar a autoconfiança

Como aumentar a autoconfiança

Frequentemente nos deparamos com frases e textos que nos motivam a aumentar a nossa autoconfiança, mas poucas vezes presenciei que ao invés de centrar-se “no que” tenho que fazer, nos digam “como”.

A teoria é muito importante, mas a prática é muito mais. Está tudo bem em compreender as raízes dos problemas, encontrar uma resposta para o porquê de sermos inseguros, ou compreender o que devemos fazer. Entretanto, poucas vezes nos dão as ferramentas e os exercícios práticos que realmente funcionam.

Na minha opinião, pouco se fala da prática porque cada pessoa é um mundo. O que funciona para uma, não funciona para outra. Eu posso ensinar uma técnica que funcionou para uma pessoa, mas pra outras não fará diferença.

Somos únicos, cada um leva consigo experiências e crenças que mesmo que se pareçam muito, são totalmente pessoais.

O que deve fazer uma pessoa insegura para ganhar autoconfiança?

autoconfiança

Trabalhar a sua autoestima para fortalecê-la. A maioria das inseguranças está relacionada a uma baixa autoestima, a um medo exagerado de não se sair bem, de não ser aceito, de fazer papel de ridículo, etc…

Muitos, em vez de abrir os olhos e reconhecer que sua autoestima não está bem, criam uma máscara, se auto enganam criando uma falsa autoestima.

Já lemos infinitas vezes conselhos para reforçar a autoestima. Você tem que se gostar, deve ser flexível consigo mesmo, ressaltar seus pontos fortes, valorizar-se mais, pensar positivamente sobre si mesmo, etc…

Tudo isto está perfeito, mas muitas pessoas se perguntam:  sei que devo me valorizar mais, o problema é que na verdade não me acho valioso. Então, o que faço? Como me valorizo?

Descubra e potencialize as suas qualidades

Para mudar a opinião pessoal que temos de nós mesmos, não basta repetir frases positivas. Você pode se repetir diariamente “sou valioso”, “ânimo, você é bom!”. Provavelmente com este tipo de frases, você aumentará um pouco a sua motivação e positividade, mas será algo passageiro, de minutos.

Se queremos de verdade fazer uma mudança, devemos fazer também uma mudança na nossa forma de pensar.

Se você é uma pessoa insegura, provavelmente se escrever as suas virtudes e os seus defeitos em uma folha de papel, a balança se inclinará para o lado dos defeitos. Ai está o problema, somos o que pensamos de nós mesmos.

Se você não crê que é valioso, a sua confiança não irá aumentar. Para aumentar a confiança, devemos nos olhar de uma perspectiva diferente, muito mais positiva, amorosa e realista.

Comece a se valorizar com o seguinte exercício

Como eu me valorizo quando na verdade penso que sou pouco valioso? Se você não se valoriza o suficiente será difícil aumentar a sua segurança.

Todo ser humano brilha em alguma coisa. Uns o descobrem rápido e não param de potencializá-lo e de mostrá-lo ao mundo, mas outros não o detectam e não param de se comparar com outros que supostamente fazem as coisas melhor que eles.

Um jogador de futebol tem milhões de seguidores. O admiram porque brilha jogando futebol, mas se esse esportista não tivesse potencializado a sua virtude de jogar bem e tivesse cursado uma carreira de algo que não era o seu forte, não teria explorado a sua virtude e provavelmente não se valorizaria tanto.

Se você não encontrar o seu ponto forte ou não for capaz de se olhar com olhos positivos, ficará estagnado. As pessoas inseguras costumam ser muito perfeccionistas e duras consigo mesmas.

O que pra um é um defeito, para outro é uma virtude. Tudo depende da perspectiva que você queira dar às coisas. Proponho que você faça o exercício de mudar a visão que você tem sobre algum defeito que acha que tem.

Vamos trabalhar com o exemplo de uma pessoa tímida que pensa que a timidez é um defeito e que nenhuma pessoa com confiança vai querer criar uma relação com ela. Conheci uma pessoa próxima nesta situação.

Dizia que nunca encontraria um namorado porque a atraíam as pessoas confiantes e jamais olhariam pra ela por ser insegura. O que ela fazia era se fechar totalmente por crer que isso era impossível. Certo dia, decidiu tentar conhecer pessoas que lhe atraíam, mesmo pensando que não seria correspondida.

Conheceu alguém que lhe fez mudar a perspectiva das coisas. O que ela via como um defeito, a outra pessoa sentia que era uma virtude. Lhe dizia que via nas pessoas tímidas algo especial. Sabia que a maioria da pessoas inseguras possuem uma grande sensibilidade, um enorme mundo interior e costumam cuidar muito da pessoa que têm como companheiro?

Tudo tem um lado bom e outro mau, absolutamente tudo. Portanto você pode redefinir aquilo que vê como um defeito, passando a ser uma virtude, encarando-o pela perspectiva do positivo. Se você conseguir se enfocar no que tem de bom e explorá-lo, a sua autoconfiança irá aumentando.

Fotografia cortesia de Alba Soler e Andrés Nieto Porras