Filmes

Esta categoria reúne todos os artigos que relacionam a psicologia ao mundo do cinema. Estão resumidos os principais filmes que falam sobre alguns dos fenômenos importantes que ocorrem em nossa mente.

O cinema como ferramenta psicoterapêutica

Nunca aconteceu de, depois de ver um filme, o modo com você via um determinado problema mudar? Ou o filme fez você adotar uma perspectiva diferente para enfrentar novas situações? E o filme fez você se distanciar um pouco de…

Beleza Oculta: enfrentando a perda de um ente querido

Beleza Oculta é um filme norte-americano de 2016 dirigido por David Frankel. O longa gerou muitas expectativas e contou com um elenco estrelado em que se destacam nomes como Edward Norton, Kate Winslet, Helen Mirren, Will Smith e Keira Knightley. No…

Ou tudo ou nada: sobrevivendo ao desemprego

“Ou tudo ou nada” é um filme britânico de 1997, dirigido por Peter Cattaneo e protagonizado por Robert Carlyle, Mark Addy e Tom Wilkinson. O filme não teve um orçamento alto e ninguém esperava que fizesse muito sucesso, entretanto, arrasou…

A psicologia de Anakin Skywalker

Com a estreia da nova trilogia de Star Wars e a espera pelos próximos filmes, parece que a antiga paixão pela saga se reacendeu. Apesar dos novos filmes terem tido uma recepção muito boa pela crítica e terem alcançado grandes…

Intocáveis: desdramatizando limitações

‘Intocáveis’ é um filme francês de 2011 dirigido por Olivier Nakache e Eric Toledano. É um dos filmes franceses de maior sucesso da história, sendo o segundo no ranking e ficando atrás apenas de ‘A Riviera Não é Aqui’. O…

A Origem: os traumas se infiltram nos nossos sonhos

‘A Origem’ é um filme de ficção científica dos EUA do ano de 2010, escrito, produzido e dirigido pelo britânico Christopher Nolan, conhecido por tratar de temas de psicologia em seus filmes. Em ‘A Origem’ mergulhamos no mundo dos sonhos, do subconsciente…

Laranja Mecânica: behaviorismo e liberdade

O que dizer de Laranja Mecânica que já não tenha sido dito, o que dizer sobre Stanley Kubrick? Poderíamos passar horas e horas falando sobre o filme, seu fim, sua análise filosófica… Acho impossível resumir em poucas linhas a importância…