Cuidado com as palavras, elas podem machucar – A mente é maravilhosa

Cuidado com as palavras, elas podem machucar

abril 19, 2015 em Psicologia 1173 Compartilhados
palavras

Você já parou para pensar no poder das palavras? Já parou para analisar o que disse durante aquela discussão? As palavras podem acariciar ou machucar a alma em segundos.

O que dizemos

Imagine que alguém diz repetidamente a uma criança ou a você mesmo, que você é um inútil. Essa pessoa pode ser sua mãe, seu pai, um amigo ou um grupo de pessoas ao longo do tempo. A carga pode ser injusta ou exagerada, mas com a repetição o seu inconsciente acredita nessas palavras. Você acaba se sentindo mesmo um inútil, e sente também raiva, depressão e resignação.

Começamos a acreditar que não somos capazes de fazer a coisa certa, porque a nossa mente inconscientemente irá ativar a mensagem automática, gravada pela repetição.

Podemos entrar em um círculo vicioso: acreditamos que somos inúteis e agimos como tal. Assim, a acusação inicial torna-se verdadeira.

Nem todas as pessoas se identificam com as afirmações negativas ditas a ela. Podem se sentir irritadas, ofendidas e decepcionadas, mas não aceitam essa programação negativa. As respostas e interpretações diferem de pessoa para pessoa, o essencial é que as palavras são muito importantes quando nos comunicamos com alguém, seja de maneira formal ou informal. Cuidado com as discussões; nessas horas falamos sem pensar nas consequências.

Algumas palavras podem passar despercebidas, mas outras podem deixar marcas para toda a vida. A palavra pode ser ao mesmo tempo, uma ferramenta que nos ajuda a sermos compreendidos ou uma arma que fere as pessoas.

As palavras também machucam… o que fazer para nos conscientizarmos disso?

Tente essa experiência: pegue uma folha de papel, amasse bem, aperte, dobre ou faça uma bola. Cada um pode fazer do seu jeito. Em seguida, tente deixá-lo como era antes.

Você pode? É difícil, não é mesmo?

É impossível alisar esse papel e deixá-lo no estado em que o encontramos. Ele continua cheio de marcas.

O coração das pessoas é como esse papel. Quando o machucamos com nossas ações e palavras, é difícil apagar a impressão deixada sobre ele. Às vezes, num impulso, dizemos palavras de ódio e ressentimento. Quando pensamos a respeito e nos arrependemos já é muito tarde. Não podemos fazer mais nada.

Tudo poderia ser diferente se pensássemos antes de falar.

Aprenda a ser compreensivo e paciente.

Alguém disse uma vez: “fale quando suas palavras forem tão gentis quanto o silêncio”. 

Recomendados para você