Aprenda a neutralizar sua raiva – A mente é maravilhosa

Aprenda a neutralizar sua raiva

3, março 2015 em Emoções 2 Compartilhados

Expressar a raiva é uma forma de libertar-se e de desabafar. Algumas pessoas fazem todo o possível para reprimir seus sentimentos, de modo que a energia não é liberada. Quando a raiva não é usada destrutivamente, serve a um propósito útil, pois ajuda a liberar a energia acumulada. Do contrário, poderia prejudicar o corpo ao longo do tempo.

Há uma clara diferença entre neutralizar a raiva e controlá-la; tentar controlar a raiva aumenta a probabilidade de perder o controle, já que este surge do medo, o que pode atrair coisas indesejáveis e causar o efeito inverso: que a raiva controle você.

Níveis pelos quais a raiva passa

A raiva passa por diversos níveis; saber reconhecê-los lhe ajudará a saber em que ponto está a sua raiva:

Ativação

O ciclo da raiva é ativado; a pessoa se sente irritada e aborrecida.

Deliberação

Neste nível, o pensamento analisa as razões para estar irritado, mas não avança além de um incômodo leve.

Escalada

A tensão aumenta e se intensifica; muda o tom de voz e o gesto facial e a linguagem corporal se mostra mais agressiva. Podem aparecer pequenas erupções de raiva, mas a maior parte da expressão permanece no interior.

Confabulação

Este nível determina se iremos seguir adiante apenas incomodados ou realmente irritados.

Instigação

Aqui começa a expressão da raiva, que emergem com atuações que levam a uma maior discórdia.

Consternação

Neste nível, o indivíduo está fora de controle, confuso e temeroso; sente medo, mas esse sentimento pode fazer com que volte a um estado mais baixo e se livrar de atingir o último nível da raiva.

Extermínio

Aqui surge a intenção de eliminar a fonte de sua fúria, com um comportamento totalmente agressivo. Nem sempre leva à violência, mas a intensidade da raiva é tão grande que se pode facilmente perder o controle; a maioria dos atos de violência que ocorrem neste nível incluem os crimes passionais e homicídios.

Formas de neutralizar a raiva

Aprender a neutralizar a raiva ajuda a contrabalancear as tensões que ela gera.

Não ter nenhuma reação

Não reaja para se distanciar dos fatores desencadeantes que o tiram do seu centro. Ao não participar do jogo, você se torna um observador imparcial, e não perde o controle; ninguém pode fazer você reagir sem o seu consentimento e só você pode escolher.

Reconheça a raiva nos outros

A segunda maneira de neutralizar a raiva é reconhecer aspectos seus nos outros; você pode ver as frustrações que você experimentou antes em seus inimigos. Compreender as reações negativas dos outros ajudará a responder com mais compaixão e neutralizar sua tendência à raiva.

Concentre-se nas emoções opostas

A terceira forma de neutralizar a raiva é concentrar-se nas emoções contrárias às que você está sentindo; ou seja, você escolhe uma emoção diferente da que você sente nesse momento, o que se consegue fazer com a prática constante. É uma maneira de demonstrar como pode ser poderosa a escolha individual.

Imagem cedida por Stephen Poff

Recomendados para você