3 exercícios para estimular a gratidão

· agosto 21, 2017

Desde sempre aprendemos que devemos ser educados. Assim, seria recomendável pedir as coisas educadamente e mostrar gratidão quando alguém fizer algo por nós. Quantas vezes os mais velhos já nos disseram aquela frase “e como se diz”? E o que nós respondíamos automaticamente? “Obrigado”!

Assim como nossos pais faziam, hoje fazemos com os nossos filhos. Consideramos fundamental que eles se mostrem agradecidos, mas e nós? Nós somos gratos no nosso dia a dia? A realidade é que devemos nos sentir gratos por muitas coisas… Aprenda a reforçar sua gratidão para se sentir melhor!

“A gratidão não é apenas a maior das virtudes. Ela se relaciona diretamente com todas as outras.”
-Marco Tulio Cícero-

Estimular a gratidão para aumentar nosso bem-estar

A gratidão é um sentimento que surge quando percebemos que a vida, assim como aqueles que fazem parte dela, nos sorri nos pequenos e grandes detalhes. Em algumas situações pode nos passar a sensação de que carece de importância, mas saber utilizar e potencializar esse sentimento vai nos ajudar a fazer com que mais emoções agradáveis apareçam, de forma a aumentar nosso afeto positivo.

Quando a utilizamos na medida certa, de forma equilibrada, conseguimos potencializá-la. Como? Em primeiro lugar, recomendo que você separe um momento do seu dia para pensar sobre algo de que você gostou, um detalhe, uma palavra, um gesto… da pessoa para a qual queremos demonstrar gratidão. Essa pessoa pode ser sua companheira ou seu companheiro, um amigo, um parente ou alguém com quem convivemos.

“Esqueça-se de que você deu para se lembrar do que recebeu.”
-Mariano Aguiló-

Expressar a gratidão

Assim que tivermos em mente o que queremos agradecer, podemos escrever uma mensagem personalizada e concreta que sirva como prova do nosso agradecimento, refletindo o quanto o valorizamos.  Podemos também colocar a data de quando escrevemos essa mensagens e esconder entre as coisas da pessoa, de forma que ela encontre um dia, sem que estivesse esperando.

Assim, quando abrir a carteira ou for pegar as meias, vai encontrar uma bonita surpresa que vai fazer com que essa pessoa sinta o mesmo que você: gratidão. Se fizermos isso uma vez por semana… Imagine os efeitos! Além disso, não temos que fazer isso necessariamente com papel e caneta. Levando em consideração as novas tecnologias, as vias pelas quais podemos fazer com que essa mensagem tão especial chegue a outra pessoa se multiplicaram.

Gratidão: nem em excesso nem em falta, equilibrada!

Agora já sabemos como potencializar a gratidão quando a usamos na medida certa. No entanto, pode ser que a utilizemos escassa ou demasiadamente… Como podemos equilibrar? Caso façamos um uso escasso dela, vamos tentar intensificar esse sentimento agradecendo as coisas a nós mesmos, já que a gratidão começa com cada um.

“Um homem orgulhoso raramente é grato porque acha que merece tudo que recebe.”
-Henry Ward Beecher-

Para isso, podemos começar o dia cuidando de nós mesmos. Podemos nos levantar 10 minutos antes e ouvir o nosso corpo, já que ele comunica suas necessidades a todo momento, mas para senti-las temos que prestar atenção. Assim, vamos analisar nossa expressão facial e o estado da nossa pele, assim como o do corpo de um modo geral.

Assim que observarmos o que está faltando, vamos aproveitar o momento do banho para cuidar de nós mesmos. Nesse sentido, podemos fazer uma massagem com a esponja, sentindo com consciência as sensações agradáveis que aparecem ao fazer isso. Além disso, se nossa pele estiver seca, podemos passar creme hidratante também. Assim, vamos proporcionar uma sensação agradável em cada centímetro da nossa pele.

Não a uma gratidão utilizada em excesso!

Por que a gratidão em excesso pode nos prejudicar? Muito simples: pode passar a impressão de que não estamos sendo sinceros, o que vai minar nossas relações sociais. Devido a isso, é importante saber utilizar a gratidão com a pessoa certa e no momento adequado. A gratidão, assim, também demanda inteligência para ser expressada.

Para conseguir isso, podemos fazer um registro durante uma semana no qual anotaremos as vezes em que agradecemos, assim como a reação das pessoas em relação à nossa gratidão. Assim que tiver passado os sete dias, poderemos ver se alguém nos disse que não era preciso agradecer.

Gratidão

Pode ser que as pessoas não reajam quando demonstramos gratidão, devido à grande frequência com que agradecemos. A alternativa pode ser procurar outras formas diferentes de se mostrar agradecido. Dessa forma, conseguiremos fazer com que o agradecimento, finalmente, produza um impacto tanto em você como nas outras pessoas, assim como na relação que possuem… Coloque em prática esses simples exercícios para equilibrar e potencializar sua gratidão!

Imagens cortesia de Matt Jones, Aaron Burden e Ben White.