5 dicas para praticar ioga em casa

· abril 26, 2018

Práticas orientais, como a ioga, vêm ganhando cada vez mais importância. A cada dia mais pessoas entram nesse mundo e praticam esse tipo de disciplina. Essas práticas demonstraram contribuir muito para a saúde física e emocional, por isso continuam ganhando adeptos. No entanto, muitas pessoas se perguntam como praticar ioga em casa, já que não dispõem do tempo ou da flexibilidade necessária para praticar em outros espaços.

Tudo é questão de se organizar e de planejar adequadamente a atividade. Praticar ioga em casa é uma excelente ideia, porque você pode agendar suas horas de acordo com a disponibilidade do seu tempo. Você vai economizar dinheiro em aulas e evitará saídas que podem atrapalhar sua rotina.

“A ioga não nos afasta da realidade ou das responsabilidades da vida diária, mas põe nossos pés firmes e resolutamente no terreno prático da experiência. Não transcendemos nossas vidas; voltamos às vidas que deixamos para trás com a esperança de algo melhor”.
-Donna Farhi-

Cada um pode ajustar a prática da ioga em casa da maneira que considerar mais conveniente. No entanto, há algumas dicas que servem como guia para organizar tudo, de forma que as sessões sejam completas. Estes são alguns aspectos que você deve levar em consideração:

1. Crie um espaço confortável para praticar ioga em casa

Busque um lugar confortável e tranquilo em que ninguém o interrompa. É muito importante que o espaço seja agradável, já que este é um dos aspectos que facilita a prática da ioga em casa. Você precisará de um tapete de ioga e roupas confortáveis.

Meditação em casa

O melhor é destinar um horário específico para cada sessão. Isso ajuda a criar uma melhor disposição para a atividade. Além disso, é fundamental que você se conecte com a sua consciência profunda e sinalize a intenção de realizar a prática da ioga em casa. Não é possível tirar proveito dela se não a fizermos de coração.

2. Defina as características da prática

Não existem fórmulas para praticar ioga. Tudo deve estar adaptado a cada pessoa e a cada sessão. Da mesma forma, existem níveis e todos devem estar cientes do grau de evolução que alcançaram na prática. Portanto, você deve projetar e agendar cada sessão.

É aconselhável, em todo caso, que você mantenha toda a atenção durante a prática e que você constantemente ouça o que seu corpo diz. A sessão deve ser agradável. Não adianta fazer por obrigação. Dito isto, o aconselhável é que, como principiante, você não mantenha cada postura por mais de 30 segundos. E talvez seja melhor começar com sessões de meia hora.

3. Mantenha um registro

Para aperfeiçoar a prática da ioga em casa, nada melhor do que manter um registro diário do que acontece na sessão. É importante anotar como você se sente antes, durante e depois. Que dificuldades você encontra e o que sua intuição lhe diz sobre os efeitos que essa prática tem sobre seu corpo e sua mente.

Mulher escrevendo em caderno

Anote também o tipo de postura que você faz, o tempo que você dedica a cada uma delas e os sinais que seu corpo envia ao fazê-las. É uma maneira de manter o controle sobre a prática, mas também de identificar todos os avanços que você alcançou.

4. Assimile os progressos com calma

Cada nova postura exige o máximo de atenção. Não tente até que tenha segurança sobre como realizá-las. Observe com atenção, analise e vá devagar. Se for possível, complete-a muito devagar e não de uma só vez. Sinta o que o seu corpo expressa. Se você sente incômodos ou dificuldades, pare. Avalie.

É bom conhecer diferentes estilos para praticar ioga em casa. Há muitos vídeos na Internet que mostram as diferenças entre eles. Às vezes não conseguimos avançar porque o estilo que escolhemos não é adequado. Mudar é muito simples.

5. Respire, relaxe e medite

A prática de ioga em casa deve ser completa. Isto significa que deveria incorporar diferentes elementos de meditação. O primeiro deles é a respiração. Ela serve como âncora inicial para a sessão. Se você se concentra em sua respiração, vai conseguir estabelecer uma conexão com o presente.

Meditação

É importante relaxar antes e depois da sessão de ioga em casa. O objetivo é fortalecer a meditação, que é o que sustenta toda a prática. Isso não é nada fácil e só iremos conseguir com tempo e constância.

O objetivo de tudo isso é criar um espaço para que você se sinta melhor consigo mesmo. Por isso o mais importante é que tudo seja voluntário e que você faça com a melhor atitude e motivação. Quem já praticou ioga em casa ou em outros lugares sabe que os benefícios são maravilhosos. E assim deve ser cada prática: maravilhosa.