5 livros para aliviar o desamor - A Mente é Maravilhosa

5 livros para aliviar o desamor

30, junho 2017 em Livros 169 Compartilhados
5 livros para aliviar o desamor

Gênios como Pablo Neruda são capazes de dizer muito em poucas palavras. Uma de suas frases mais famosas diz: “É tão curto o amor e tão longo o esquecimento…”. Uma vez que nem todo mundo é tão brilhante, nós outros precisamos de muito mais espaço para explicar certos fenômenos. Alguns escrevem obras inteiras. De fato, hoje eu gostaria de mostrar uma série de livros para aliviar o desamor.

Porque experimentar o amor é maravilhoso, mas viver o desamor é terrivelmente doloroso. Quando um relacionamento termina, podemos sentir que essa pessoa pela qual demos tanto já não voltará mais a ser parte do nosso mundo, e isso é algo que pode nos fazer sofrer muito.

Livros para aliviar o desamor

Felizmente, nada é imutável neste mundo. Por mais doloroso que seja um término, sempre podemos e devemos seguir adiante. Temos que procurar o nosso próprio eu, o nosso som único. Neste sentido, estes livros para aliviar o desamor podem servir de guia temporário até retomarmos o rumo.

“O mais difícil não é o primeiro beijo, mas sim o último.”
-Paul Géraldy-
 

Mulher chorando por desamor

“Amar ou Depender?”, de Walter Riso

Walter Riso é um dos autores que mais têm contribuído para uma psicologia moderna falada de forma simples para que todos possamos entendê-la. Assim, neste livro ele nos ajuda a superar uma separação com sua habitual prosa próxima sem complexidades.

Aqui, Riso concentra muito sua obra na dependência emocional e em como se livrar dela. Você acha que está vivendo um relacionamento tóxico? Talvez agora você sinta que nada faz sentido, mas na realidade é apenas um ponto brilhante para que os seus relacionamentos futuros sejam mais saudáveis.

Assim, se sua vida conjugal tem sido especialmente difícil por causa do ciúme ou constantes conflitos, não tenha dúvidas em ler este livro. Assim você irá conseguir aprender a manter relacionamentos saudáveis ​​e aproveitar a vida em companhia.

“É possível esquecer-te”, de Mariela Michelena

Vamos agora com a obra de uma famosa psicanalista, Mariela Michelena. Neste caso, encontramos um texto especialmente concebido para as mulheres. Se você se encontra em uma situação sem volta, mas incapaz de seguir em frente, talvez este seja o seu livro.

Muitas vezes, no fim de um relacionamento, é quase impossível seguir em frente. Por mais que desejemos, nos vemos incapazes. Mas, às vezes, uma profunda reflexão a partir de pontos de vista que não havíamos imaginado pode ser a solução. Michelena nos ensina como superar essa situação tão complexa de resistência à mudança. Se você sente culpa e não deixa de se lembrar do seu relacionamento passado, não se esqueça de dar uma olhada neste livro, porque goste você ou não, você terá que seguir adiante sem essa pessoa.

“Comer, Rezar, Amar”, de Elizabeth Gilbert

Agora, vamos com um best-seller que inclusive se tornou filme na pele de Julia Roberts, juntamente com Javier Bardem. Uma mulher que se vê perdida após seu divórcio decide se aventurar em uma viagem que a leva a Itália, Índia e Indonésia.

Sem dúvida, Gilbert sabe sobre o que fala, já que a obra é autobiográfica. Neste caso, mesmo apesar da dor, ela tirou forças da fraqueza para buscar algo melhor do que tinha. Assim, embora não seja escrito a partir de um ponto psicológico, este livro pode ser uma boa inspiração para muitas pessoas.

“Mulheres que amam demais”, de Robin Norwood

Robin Norwood acredita que amar muito é falar constantemente sobre a outra pessoa. Então, se você vê que todas as suas conversas são a respeito de seu parceiro, seus problemas e sentimentos, talvez você esteja amando muito.

No entanto, Norwood tenta ajudar as mulheres que se consideraram viciadas em relacionamentos tóxicos onde elas desculpam tudo do parceiro apesar de incomodá-las e ser uma constante em sua vida. Sem dúvida, é uma boa ideia mudar e deixar este tipo de “amor excessivo”.

“As feridas que não se veem são as mais profundas.”
-William Shakespeare

Sofrer com o desamor

“Por que amamos”, de Helen Fisher

Entre os livros para aliviar o desamor, destacamos finalmente essa obra de Helen Fisher. Sem dúvida, um texto que tem despertado a curiosidade dos cientistas, já que a autora fornece uma visão biológica do funcionamento do nosso cérebro quando nos apaixonamos.

Neste caso, Fisher se concentra no funcionamento de neurotransmissores como a noradrenalina, a serotonina ou a dopamina. Então, nós sabemos por que o amor traz o melhor e o pior de cada um a partir de um ponto de vista totalmente científico.

Desejamos de coração que esta lista de livros para aliviar o desamor seja útil. Lembre-se de que você é uma pessoa válida que merece ser feliz. Portanto, não pense que um término é o fim, porque pode ser o começo de algo totalmente novo e belo.

Recomendados para você