7 características das pessoas assertivas - A Mente é Maravilhosa

7 características das pessoas assertivas

outubro 15, 2017 em Psicologia 7 Compartilhados
Características das pessoas assertivas

As pessoas assertivas não são apenas nascidas, mas também são feitas. É claro que há condições em que se facilita o desenvolvimento de certas virtudes ou habilidades, mas, em última análise, todos nós temos que trabalhar para alcançar formas de ser e de agir que sejam mais precisas e construtivas.

A assertividade poderia ser definida como a capacidade para se relacionar com os demais de forma sincera e edificante, constituindo assim uma ponte para a confiança interpessoal. Também poderia dizer que é uma atitude em relação a si mesmo e aos outros que leva a manter o equilíbrio entre os direitos e os deveres, ao mesmo tempo em que cuida do respeito mútuo.

É muito mais fácil teorizar do que pôr em prática. As pessoas assertivas são fruto de diferentes processos e esforços que se unem para alcançar essa atitude. Finalmente, tudo isso faz parte desse longo caminho que nos leva a aprender a viver. Vale a pena examinar quais são essas características que nos tornam assertivos. A seguir apresentamos sete delas.

“A diferença básica entre ser assertivo e ser agressivo é a forma como nossas palavras e comportamentos afetam os direitos dos outros”.
-Sharon Anthony Bower-

1. As pessoas assertivas sabem o que é o respeito

A palavra respeito é definida como a capacidade de conceder valor e tratar com consideração algo ou alguém. Pessoas assertivas desenvolvem essa capacidade. Eles a aplicam para si mesmos e principalmente para o que é externo a eles, sejam pessoas, ideias, obras ou até animais.

O respeito se manifesta em primeira instância como uma renúncia à violência. Os maus-tratos não são uma opção em nenhuma circunstância. Se há contradição ou conflito, as pessoas assertivas o processam a partir do respeito por si mesmas e pelos demais. Isso se traduz muitas vezes em um esforço para preservar tanto a própria dignidade como a dignidade dos outros.

Essa atitude de respeito também se manifesta diante do mundo dos conceitos, ideias e ideologias. O campo de crenças e das convicções não se delimita, por mais que não seja compartilhado. Alguém assertivo entende que em todos os seres humanos e em suas obras há um valor que não pode ser negligenciado.

Homem assertivo

2. Se relacionam de forma sincera com os demais

Pessoas assertivas atribuem importância às boas relações com os outros. Entendem que essas relações não podem ser construídas sobre a falsidade ou a hipocrisia. É por isso que se mostram como são, pois querem que os outros saibam o que podem ter com eles.

Tentam não se colocar em posições desconfortáveis ​​a longo prazo, como a condescendência. Se eles não concordam com algo, dizem isso diretamente. Não sacrificam sua identidade para evitar contradições. Por isso mesmo, escolhem suas amizades com cuidado. Se não nascer de seus corações dar sua amizade para alguém, não o farão. Eles não se movem por conveniência, mas sim por convicção.

3. Conhecem a si mesmas, se aceitam e se apreciam

As pessoas assertivas têm autoconfiança, mas esta não nasce de um sentimento de suficiência ou de uma percepção de superioridade. Se confiam no que são, é porque elas se conhecem; e se elas se conhecem é porque se observam, se avaliam e aprendem a ter um diálogo interno construtivo. Isso significa que se assumem como pessoas com acertos e erros.

O autoconhecimento leva à compreensão. Essa, por sua vez, leva à aceitação e ao amor próprio. A assertividade é precisamente ter humildade suficiente para se reconhecer humano e, portanto, imperfeito.

Jovem assertiva

4. Têm autocontrole e estabilidade emocional

Pessoas assertivas conseguem criar mecanismos para regular suas emoções. Por isso, a atitude que predomina neles é a da serenidade. Entendem que todos nós sentimos e que as emoções precisam ser tratadas. Não é que eles não sentem raiva, angústia ou dor. Eles simplesmente aprenderam que desarmar o leme de suas vidas de todos os controles leva à expressão errada dessas emoções que têm tanta energia.

Este princípio também se aplica aos demais. Isso quer dizer que sabem compreender os sentimentos dos outros e procuram que também se encontrem em um estado de tranquilidade. Aqueles que são assertivos não colocam lenha na fogueira ou tentam manipular os outros buscando suas “falhas” ou fraquezas. Eles contribuem para que os outros recuperem seu centro, de modo que nenhuma situação escape completamente de seu controle.

5. Cultivam suas habilidades comunicativas

Muitos dos problemas nascem de uma comunicação deficiente. Do mesmo modo, muitas dificuldades são resolvidas no campo da comunicação e do diálogo. O que torna tão complexa a troca de opiniões é que muitas vezes as ferramentas não são usadas corretamente para fazê-la. Há falta de sinceridade, ou simplesmente não há clareza sobre o que se quer dizer ou há dúvidas quanto à melhor maneira de se expressar.

Amigos conversando durante por do sol

O autoconhecimento e a reflexão permitem que se desenvolvam as habilidades de comunicação. Isso implica a capacidade de expressar, de forma clara, simples e sincera o que se leva dentro. Mas também implica ser capaz de ouvir ativamente o que o outro tem a dizer. A verdade é que as pessoas assertivas conhecem o valor da comunicação e estão dispostas a investir recursos para melhorar sua maneira de se comunicar.

6. Sabem colocar limites

Nem sempre se pode ter excelentes relacionamentos com os outros. A realidade nos coloca na frente de pessoas que tendem a abusar ou que abrigam em seu interior o desejo de prejudicar, em uma espécie de ressentimento com a vida. Isso gera tensões sobre as quais as pessoas assertivas sabem dizer “basta”. Entendem que tudo tem um limite e que existem situações que exigem demarcá-lo claramente.

Da mesma forma, nem sempre as expectativas ou desejos dos outros podem ser satisfeitos. Isso eventualmente dá lugar ao nascimento de culpas que às vezes nos convidam a passar por cima de nós mesmos. Ao desenvolver a assertividade, isso não acontece: você pode dizer “não” sem que a negativa gere um desconforto interno.

7. São emocionalmente independentes

Aqueles que são assertivos também se tornam capazes de tolerar a rejeição e assimilar a indiferença dos demais. Não agem em função da aprovação de outros, mas para serem consistentes com suas crenças, convicções e necessidades. Como todos no mundo, as pessoas assertivas preferem ser reconhecidas pelos outros. No entanto, se isso não acontece, não vão cair na tentação de agir contra sua própria consciência.

Mulher assertiva

Todas essas características são instáveis ​​e inacabadas; isto é, não veremos cumprida a aspiração de encontrar pessoas que sejam assertivas em todas as suas ações e palavras. Nada no ser humano é completo, em todas as dimensões temos uma margem de crescimento, e para aproveitá-la é suficiente tentar, cada vez mais, ser cada vez melhor.

Recomendados para você