8 tipos de inteligência – A mente é maravilhosa

8 tipos de inteligência

4, fevereiro 2015 em Curiosidades 16 Compartilhados

A capacidade para resolver problemas, ou criar um produto valioso em diferentes culturas é, para o Neuropsicólogo Howard Gardner, a definição de Inteligência. Gardner é reconhecido pela sua teoria das múltiplas inteligências, segundo a qual, o ser humano possui pelo menos oito tipos de inteligências ou oito habilidades inatas. Em seu livro, “Inteligências Múltiplas”, ele fala sobre as inteligências cognitivas que possuímos e as as resume em oito tipos.

Inteligência Lógica

Inteligência empregada para resolver problemas lógicos e matemáticos. É a capacidade para utilizar o raciocínio dedutivo e de calcular corretamente. É a inteligência que costumam ter os cientistas, matemáticos, engenheiros e aqueles que utilizam cálculos e deduções (trabalham com conceitos abstratos, elaboram experimentos). Eles empregam o hemisfério esquerdo do cérebro.

Inteligência Linguística

Inteligência para empregar as palavras de maneira oral ou escrita de maneira afetiva. Um nível muito conhecido desta inteligência pode ser percebido em escritores, jornalistas, comunicadores. Pessoas com habilidade para aprender idiomas, escrever estórias, ler, etc. Utilizam ambos hemisférios do cérebro.

Inteligência Corporal

É a inteligência que utiliza todo o corpo para expressar ideias e sentimentos, e também a habilidade no uso das mãos para transformar objetos, como no artesanato. As capacidades de equilíbrio, flexibilidade, velocidade, coordenação, assim como a habilidade cinestésica, ou a percepção de medidas e volumes, se manifestam neste tipo de inteligência. Atletas, cirurgiões, artesãos, bailarinas, são os exemplos mais conhecidos.

Inteligência Musical

É a inteligência que percebe, transforma e define a música e suas formas. A sensibilidade, o ritmo, o tom e o timbre se associam a esse tipo de inteligência. Presente em compositores, maestros, músicos, etc. Pessoas que se sentem atraídas pelos sons da natureza ou melodias e que acompanham o compasso, batendo em algum objeto ritmadamente com o pé ou a mão.

Inteligência espacial

É a habilidade para pensar em três dimensões. Uma capacidade que nos possibilita perceber imagens externas, internas, transformá-las ou modificá-las e produzir ou decodificar informações gráficas. Pilotos, escultores, pintores, marinheiros e arquitetos são exemplos claros. Pessoas que gostam de elaborar mapas, quadros, desenhos, esquemas, plantas de casas.

Inteligência Naturalista

É a capacidade de diferenciar, classificar e se utilizar do meio ambiente; objetos, animais ou plantas (tanto em ambiente urbano como rural). Habilidades de observação, reflexão e consideração sobre o que nos cerca. Moradores do campo, biólogos, caçadores, ecologistas. É possível notá-la em pessoas que amam e convivem com plantas e animais.

Inteligência Interpessoal

É a capacidade de sentir empatia com os demais, adotando uma sensibilidade especial para compreender as expressões faciais, a voz, os gestos, a postura, e a habilidade para responder a elas de maneira adequada. Presente em políticos, vendedores e docentes de renome.

Inteligência Intrapessoal

É a inteligência para construir avaliações exatas sobre si mesmo e a capacidade de controlar sua própria vida. Inclui a reflexão, a autocompreensão e a autoestima. Pode ser percebida em teólogos, psicólogos, sociólogos, filósofos, entre outros.

Esta teoria considera que todos os seres humanos possuem as oito inteligências, em menor e maior grau, mas observa que não existem estilos puros. Gardner afirma que a formação escolar deveria permitir orientar os estudos dos alunos em função de sua capacidade e estilo de inteligência, para aproveitar seus pontos fortes, formando jovens para enfrentar um mundo cada vez mais competitivo.

Imagem: cortesia de haddhar

Recomendados para você