Aprenda a desenvolver o seu pensamento lateral

Aprenda a desenvolver o seu pensamento lateral

julho 1, 2015 em Psicologia 16 Compartilhados
pensamento lateral

Acontece com frequência. Quando temos que enfrentar um problema mais ou menos difícil, sempre começamos a duvidar de nós mesmos pensando que será muito complicado encontrar a solução. A grande contribuição do pensamento lateral é a sua simplicidade, sua originalidade e sua criatividade. E lembremos:  o primeiro que devemos esclarecer é que tudo, absolutamente tudo, é mais fácil do que pensamos.

Talvez um dos principais erros que costumamos cometer é usar em excesso o chamado pensamento linear, isto é, aquele que utiliza a lógica em um sentido expresso e unidirecional em busca de uma única conclusão. Por outro lado, o pensamento lateral é livre e imaginativo, e com ele podemos contar com infinitos modos de obter uma ou inclusive várias soluções.

Aprendendo a ser criativo

O chamado “lateral thinking”, ou pensamento lateral, foi assim denominado por Edward de Bono, um psicólogo de Oxford que quis apresentar uma nova forma de solucionar problemas e enfrentar desafios. Uma perspectiva que permite nos movermos para todos os lados e não apenas em linha reta, que nos deixa ser provocativos e entrar por caminhos menos evidentes, estimulando a nossa mente e aprendendo no mesmo processo.

A importância do pensamento lateral adquiriu um peso relevante no campo da psicologia social e individual. Valoriza-se, em especial, o fato de que as pessoas possam ser originais nos seus raciocínios afastando-se do comum ou do esperado. Para que possamos alcançar esta liberdade e originalidade em nosso raciocínio diário, podemos utilizar as seguintes técnicas:

1. Ideias aleatórias: um componente essencial do pensamento lateral é dispor de uma mente aberta. Isto implica em não se ater a uma opção específica. E mais ainda, seria recomendável que, para encontrar soluções para os nossos problemas, pensássemos em novas ideias aleatórias e opções, por mais estranhas ou discordantes que pareçam.

2. Utilizar analogias: as analogias servem para comparar as ideias que aparentemente não tem nada a ver umas com as outras. A finalidade é se afastar dos estereótipos, do esperado ou do que está encaixotado. Pensemos no famoso desenho da obra “O Pequeno Príncipe”. É um chapéu? É uma serpente que engoliu um elefante? É um elefante em baixo de um chapéu?

3. Método da inversão: uma técnica arriscada, sem dúvida. Quando temos um problema ou um desafio para abordar, que tal se o analisarmos de forma inversa? Ao dissecarmos um problema, podem aparecer novos caminhos que não esperávamos. Pensar o contrário do que temos preestabelecido pode nos trazer visões inovadoras que nem todo mundo é capaz de ver.

4. Fracionamento ou divisão: a finalidade desta proposta é subdividir o problema em partes menores para ver o desafio de uma forma mais ampla. Com todas e cada uma de suas opções. Os bloqueios mentais costumam aparecer quando vemos apenas uma parte do desafio ou do problema. No entanto, todo ato está formado de pequenas partes que devemos ter em conta.

Para que possamos colocar em prática estas ideias, vejamos alguns pequenos enigmas que envolvem o “Pensamento Lateral”. Tente pensar neles aplicando as estratégias que recomendamos anteriormente. Você verá que são desafios aparentemente simples, mas a pergunta certamente irá desconcertá-lo. Lembre-se primeiro do principio mais importante do pensamento lateral: tudo é muito mais fácil do que pensamos.

*Enigma 1. “Existem seis ovos em um cesto. Seis pessoas pegam um ovo, cada uma. Como é possível que no final ainda fique um ovo no cesto?”

*Enigma 2. “A vovó estava tomando o café da manhã e sem querer, seus óculos caem dentro da xícara de café. Quando os tira de dentro da xicara percebe que não tinham se molhado. Como isso é possível?”

*Enigma 3. “Como é possível furar uma bexiga sem que escape ar e sem que a bexiga faça barulho?”

*Enigma 4. “Há três elefantes tomando banho em um tanque de um metro e meio de profundidade.  Como você acha que eles sairão da água quando terminarem?”

Soluções

Enigma 1: A última pessoa ficou com o cesto com o ovo ainda dentro.
Enigma 2: Não era café liquido, e sim em pó. O café ainda não estava feito.
Enigma 3: A bexiga está vazia.
Enigma 4: Molhados

Recomendados para você