Afinal, o ciúme positivo existe? - A Mente é Maravilhosa

O ciúme positivo existe?

setembro 29, 2017 em Psicologia 264 Compartilhados
Mulher refletindo sobre o ciúme positivo

Será que existe algum tipo de ciúme positivo? O ciúme faz parte da nossa condição humana. Há referências milenares a ele e desde sempre esse sentimento foi considerado uma das forças com maior poder destrutivo. Na mitologia bíblica, é o ciúme que causa o rompimento da relação fraternal entre Caim e Abel, os irmãos da história religiosa.

Na mitologia grega, o germe do ciúmes é o que acaba provocando a Guerra de Troia. Da mesma maneira, em todas as culturas existe algum mito ou alguma lenda que faz referência ao ciúme e suas várias facetas. Às vezes ele se manifesta como inveja, às vezes como uma suspeita excessiva e o sentimento de apreensão. Em geral, ele é considerado uma emoção negativa, a qual, portanto, deve ser evitada.

“O ciúme é gerado entre aqueles que se amam, do ar que passa, do sol que toca e até mesmo da terra em que se pisa.”
-Miguel de Cervantes-

É difícil pensar em algum ser humano que não tenha sentido ciúme alguma vez na vida. É quase impossível passar pela vida sem ter experimentado a picada da inveja ou a tempestade das suspeitas amorosas. Às vezes de forma muito intensa e outras vezes nem tanto. É um sentimento que significa o medo de perder o ser amado ou o medo de sofrer uma ferida narcisista. Não é agradável sentir ciúme.

Os casais sentem ciúmes. Os irmãos, os amigos e os colegas sentem ciúmes entre si. Apesar da má reputação dessa reação emocional, não custa nada fazer uma pergunta: Existe algo caracterizado como ciúme positivo, ou… neste caso, onde está a parte positiva que qualquer emoção negativa pode ter? A verdade é que existem situações em que o ciúme é uma manifestação de saúde mental. As que descrevemos a seguir podem ser bons exemplos disso.

O ciúme positivo como advertência

Há situações em que outra pessoa tem como um dos seus objetivos conquistar seu par. Em teoria, você não deve se sentir inseguro nesses casos, já que isso apenas significa que você desconfia de si mesmo e da sua relação. No entanto, na prática, é muito difícil não sentir um pouco de medo nessas circunstâncias. Nesse caso, o ciúme funciona como um sinal de alerta.

Há pessoas que aproveitam um mau momento no casal ou algum ponto fraco na relação. Às vezes o que motiva é uma verdadeira atração pela pessoa que já tem um compromisso. Em outras situações simplesmente se quer demonstrar ou demonstrar para os outros que podem roubar algo amado ou tomar um compromisso para si. Sentir ciúmes nesses casos é perfeitamente compreensível e saudável. Faz você despertar seu sentido de alerta para defender seus afetos.

Todos nós podemos perder uma pessoa ou um objeto por descuido. O caso é que o ciúmes nos mostraria essa possibilidade e nos daria a energia necessária para colocar em prática atitudes para evitar essa perda.
Compartilhar

Homem com pássaros voando à sua frente

Pense que não é raro ter alguma coisa que outras pessoas podem desejar. Isso não quer dizer que essas pessoas sejam ruins nem transforma você na vítima de um complô. Você simplesmente pode ocupar um cargo ou contar com algum tipo de privilégio que desperte a cobiça dos outros.

O lado negativo é alguém pode se empenhar para tirar de você alguma coisa que lhe pertence. Se você tem evidências objetivas de que isso está acontecendo, obviamente o ciúmes vai aparecer. Nesse caso, o ciúmes reflete uma atitude de cuidado em relação ao que é considerado seu e que está ameaçado em alguma circunstância. Mas é positivo porque o incita a defender o que é seu.

Quando você não está bem e alguém se vangloria do próprio bem-estar

Trata-se de uma situação que reflete imaturidade, mas não por isso deixa de ser irritante. Acontece quando você passa por um momento difícil e alguém decide se vangloriar das conquistas que teve na sua frente. É normal que nessas circunstâncias seja difícil ficar feliz com as conquistas da outra pessoa.

Há uma diferença entre compartilhar os sucessos e se vangloriar deles. Essa diferença é exatamente o que pode incomodar. O “ciúme positivo” nesse caso é uma resposta óbvia a uma atitude que é ofensiva para você. Ninguém tem a obrigação de deixar de se sentir feliz somente porque você não está bem, mas também não é gentil alguém realçar alguma coisa que poderia incomodá-lo. Em todo caso, é um sentimento que não deve receber muita importância. Não o alimente, pois não vale a pena. Também não se sinta mal por sentir: é algo totalmente humano.

Pássaro com rosto de homem

Quando você é intencionalmente ignorado

Isso pode acontecer com seu companheiro ou sua companheira, com um parente ou com qualquer pessoa com quem você se relaciona frequentemente. Trata-se de uma situação na qual você percebe que seus sentimentos estão sendo ignorados ou não recebem o valor que lhes é devido. Por exemplo, quando seu companheiro ou sua companheira menciona como outra pessoa é atraente. Ou quando em um trabalho em equipe só é dado valor para o que seus colegas fazem.

Nesses casos, o ciúme é um mal-estar que surge porque você se sente desvalorizado. Existe um conflito porque você precisa tomar seu lugar e reivindicar o seu valor. Não ignore esse incômodo, mas também não aumente seu tamanho. O ciúme simplesmente pode indicar por que você não se sente confortável com esse tratamento.

O mais importante em todos esses casos é não permitir que o ciúmes cresça desnecessariamente, e muito menos que assuma o controle do seu comportamento. Isso pode machucar muito. Embora exista sim um ciúme positivo em muitas circunstâncias, não se esqueça de que também pode se transformar no seu pior inimigo se você não souber como lidar.

Menina com rabo de gato segurando pássaro

Recomendados para você