Crenças que limitam o crescimento pessoal - A Mente é Maravilhosa

7 crenças que limitam o crescimento pessoal

Fevereiro 27, 2018 em Psicologia 0 Compartilhados
Crenças que limitam o crescimento pessoal

Há uma frase que escutamos no dia a dia: “tudo está na nossa mente”. Ainda que ela seja verdade, às vezes nos esquecemos da amplitude dessa mensagem: os pensamentos direcionam nossa vida para o bem e para o mal. De fato, há muitas crenças que limitam o crescimento pessoal sem nos darmos conta.

Há um exemplo que mostra isso muito claramente. Suponhamos que alguém acredite cegamente em um amuleto. Um dia, diante da perda do amuleto, tudo começa a dar errado. Será que, por exemplo, um colar ou uma pulseira tem o poder de determinar a vida? Uma resposta racional seria não, mas muitos acreditam que esse poder existe e não duvidariam um instante sequer.

De fora, é fácil perceber que este tipo de crença limita o crescimento pessoal, mas para aqueles que têm essas convicções, não é tão simples. Nesse sentido, há muitos que não acreditam em um colar, especificamente, mas sim em certas ideias que têm o mesmo efeito do amuleto. Aqui estão 7 desses casos.

“Acreditar é mais fácil do que pensar. Esta é a razão da existência de mais fiéis”.
-Anônimo-

Crenças que limitam o crescimento pessoal

1. A falta ou deficiência

Esta é uma das crenças que limitam o crescimento pessoal, porque baseia tudo em algo que está faltando. É característico de pessoas que dizem a si mesmas que não são bonitas, inteligentes ou ricas o suficiente para realizar algo, e que essa falta impede sua felicidade.

É uma crença claramente equivocada. Serve para desviar a atenção do verdadeiro problema: não aceitar a si mesmo. Por outro lado, ter algo em excesso não é nenhuma garantia de felicidade. Além disso, cada ser humano tem alguns atributos e não tem outros.

Estrada do crescimento pessoal

2. Pensar que é melhor não sentir

A experiência de um forte sofrimento sempre deixa marcas. Entretanto, em algumas pessoas, elas se transformam em profundas cicatrizes. A única coisa que desejam é não sofrer mais, e muito menos sentir dor. Seu desejo é tão forte que tomam a decisão de “deixar de sentir”.

Isso é impossível, evidentemente. O que realmente acontece é a inibição dos sentimentos e a impressão de que eles não estão mais ali. No entanto, isto também os priva de muitas experiências maravilhosas e os impede de aprender a superar os sofrimentos que, mais cedo ou mais tarde, aparecerão em suas vidas.

3. Supor que ser melhor que os outros trará felicidade

Neste caso, os outros são simples pontos de referência. São usados para medir nosso ego. Se podemos superá-los, nos sentimos satisfeitos individualmente. Se não o fizermos, sentiremos frustração e irritação.

Esta é uma das crenças que limitam o crescimento pessoal porque nos leva a ver a relação com os outros como pura concorrência. Ninguém é melhor ou pior do que ninguém. Pode simplesmente agir com maior ou menor precisão em circunstâncias específicas.

Tudo esté em nossa mente

4. Acreditar que nossa vida é mais difícil do que a dos outros

Também conhecido como “vitimismo”. É uma crença ilusória que sugere que sempre estamos em piores condições que os demais. Que somente nós podemos sofrer muito ou ter tantos problemas.

É uma crença egocêntrica que visa justificar nosso sofrimento ou nossa frustração. Na verdade, na vida de qualquer pessoa há sofrimentos e conquistas. Medir a intensidade que elas têm em cada um é absolutamente impossível.

5. Pensar que, ao conquistar algo, a felicidade será alcançada

A felicidade é, antes de mais nada, uma atitude e um sentimento complexo. Não depende de um objeto ou de uma realização. Envolve a construção de um bom nível de harmonia perante a vida, com humildade, otimismo e esperança.

Não se é mais ou menos feliz por meio de elementos externos. Este é o tipo de crença que limita o crescimento pessoal. Não nos sentiremos mais realizados, de maneira estável, com um carro novo ou um novo romance. Ou levamos a felicidade dentro de nós ou não a encontraremos em nenhum lugar.

A chave do crescimento pessoal

6. Estar convencido de que a vida é sofrimento

Diz-se que muitas vezes não podemos escolher entre ter ou não problemas, mas podemos escolher entre sofrer ou não pelos problemas. Muitos veem nas dificuldades um desafio, uma oportunidade para serem melhores. Outros pensam que é algo totalmente negativo.

Neste último caso, pode se desenvolver uma das crenças que limitam o crescimento pessoal: supor que sofrer por tudo é normal. Que não há escolha. Que isso é um mar de sofrimento e que só superamos uma dor para entrar em outra. Inclusive, pode-se pensar que até o que é bom não passa de um presságio para o mau.

7. Acreditar que algo ou alguém explica nossa dor

Há aqueles que escolhem explicar suas frustrações ou limitações se escondendo atrás de um fator externo. Eles acham que se não fosse por seus pais, pelo desemprego ou pela injustiça do mundo, seriam completamente felizes. Em uma palavra, culpam algo exterior por seus sentimentos internos. Isso é falso. O ser humano tem a capacidade de transcender as barreiras, sempre que quiser fazê-lo.

Como podemos ver, todas essas crenças que limitam o crescimento pessoal entram na vida imperceptivelmente. Em resumo, elas nos bloqueiam e nos impedem de ver o amplo panorama que temos pela frente.

Recomendados para você