Extraordinário: a lição de August

· junho 8, 2018

Extraordinário é uma história simples e familiar que apareceu em uma época em que os leitores pareciam estar presos em relatos fantásticos e inclusive obscuros. Foi lançado no dia 14 de fevereiro de 2012, e ficou entre os romances mais vendidos em vários países.

O protagonista de Extraordinário é August Pullman, um menino de dez anos com uma grave malformação facial causada pela síndrome de Treacher CollinsApesar da síndrome, August é um menino normal, enfrenta os mesmos problemas que todos os meninos enfrentam. No entanto, ele nasceu com um rosto diferente, e isso faz com que aquilo que já não é fácil se complique um pouco mais. Felizmente, ele conta com o apoio de sua família e amigos.

“… e o universo não nos abandona, cuida de suas criações mais frágeis de um modo invisível. Por exemplo, com pais que te amam cegamente…”
– Justin –

August sai pouco, sua vida passa entre as acolhedoras paredes de sua casa, entre a companhia de sua família, sua cachorrinha Daisy e as incríveis histórias de “Guerras nas Estrelas”. No entanto, tudo muda quando ele tem que ir ao colégio pela primeira vez. 

Ali, aprenderá a lição mais importante de sua vida, a que não se ensina nas aulas nem nos livros de escola: crescer na adversidade, se aceitar como é, sorrir nos dias cinza e ter fé de que, no final, sempre encontrará uma mão amiga. Realizará uma longa e apaixonante viagem durante o quinto ano para aprender uma grande lição, uma lição que é útil para todos e que o livro de alguma maneira nos traz.

“Todo mundo deveria receber uma ovação em pé do público pelo menos uma vez na vida, porque todos vencemos o mundo”.
– August Pullman –

Cena do filme 'Extraordinário'

A saga Extraordinário para conscientizar sobre o bullying e a síndrome de Treacher Collins

‘Extraordinário’ é o primeiro livro de Raquel Jaramillo Palacio, o primeiro do que mais tarde se converteria em uma sagaUma saga onde personagens bem desenhados nos contam a mesma história a partir de diferentes pontos de vista.

As escolas estão utilizando a saga Extraordinário para conscientizar sobre o bullying e mostrar a síndrome de Treacher Collins. Alguns pais com filhos afetados por esta síndrome asseguram que os livros refletem muito bem a doença e as dificuldades que ela traz.

Não se trata desta doença, e sim do peso que significa ser diferente ou não ser considerado “normal”. August será rejeitado por alguns de seus companheiros de classe na escola, especialmente pelos mais populares e principalmente por Julian, que lhe dará todas as rasteiras que possamos imaginar.

“Às vezes é impossível ser só mais um, por mais que tentemos”.
– August Pullman –

Existe um grande número de guias de leitura na Internet para trabalhar com os alunos em diferentes contextos educativos. Com a ajuda destes guias podemos nos aprofundar no conteúdo da saga ‘Extraordinário’, entendendo melhor seus personagens e aprendendo a nos aceitar melhor, e também a aceitar os demais.

É uma saga muito recomendada, original, diferente e inclusive chocante. É fácil se identificar com muitos de seus personagens. Esta é uma das genialidades desta saga, que mesmo que conte com um protagonista, não será o único a nos relatar a história. Serão vários os personagens que, do seu ponto de vista, narrarão a história de ‘Extraordinário’.

Seja como for, August vai tocar o seu coração.

Cena do filme 'Extraordinário'

A autora de ‘Extraordinário’

A autora se inspirou no título de uma canção de Natalie Merchant para nomear seu primeiro livro ‘Extraordinário’. A origem está em um incidente que ocorreu há quase uma década, quando seu filho mais novo tinha três anos e entrou em pânico diante da presença de uma menina que sofria da síndrome genética conhecida como Treacher Collins. A incômoda situação impactou R. J. Palacio, e neste impacto ela encontrou a inspiração e a força de que precisava para escrever seu primeiro livro.

Antes, R. J. Palacio se dedicava a desenhar capas para centenas de autores, enquanto sonhava em escrever um romance algum dia. Estava convencida de que nunca chegaria seu momento, até que percebeu que a única coisa que precisava fazer era começar a escrever. E assim nasceu ‘Extraordinário’, saga composta por vários títulos que completam uma apaixonante viagem, diferenciando o ponto de vista de vários personagens.

Completam a saga:

  • A história de Julian.
  • O jogo de Christopher.
  • Charlotte tem a palavra.
  • O livro de regras do senhor Browne. Quando a autora decidiu escrever este livro, pediu ajuda aos seus leitores: em duas semanas, tinha recebido mais de mil postagens com regras procedentes de todo o mundo.
  • E outros que possam chegar…

A autora insiste que há mais pessoas boas do que más. Isso contrasta com a tendência de muitos a focar sua atenção nos aspectos negativos de qualquer pessoa ou situação. Com a saga ‘Extraordinário’, ela pretende ressaltar a importância de valorizar e agradecer as pessoas nobres, amáveis e de bom coração que cruzam nosso caminho.

O filme

Cena do filme 'Extraordinário'

Podemos ver o filme inspirado no primeiro romance da saga ‘Extraordinário’. Ele foi dirigido por Stephen Chbosky, que buscou a autora Raquel Jaramillo como assessora do longa com o objetivo de que fosse fiel ao livro. O elenco conta com atores da altura de Julia Roberts e Owen Wilson, como os pais do protagonista, e com Jacob Tremblay, no papel de August, entre outros grandes.

‘Extraordinário’ é uma história simples e profunda, que dá pena de terminar. Se despedir de August é difícil, mas realmente vale a pena conhecê-lo, todo o seu mundo e todos que o habitam. Felizmente contamos com outros títulos da saga ‘Extraordinário’, onde conheceremos a história pelo lado dos outros personagens como Julian, Christopher, Charlotte e um livro de regras do senhor Browne.

“A única razão pela qual não sou normal é que ninguém me vê assim, mas eu não me queixo. Quem nasceu para se destacar não pode ser mais do mesmo”.
– August Pullman –