Faça o bem sem olhar a quem – A mente é maravilhosa

Faça o bem sem olhar a quem

dezembro 31, 2015 em Emoções 1154 Compartilhados
Faça o bem sem olhar a quem

Eu adoro essas pessoas que me fazem sorrir com sinceridade por sua simplicidade e sua bondade. Com seus gestos me curam a alma, me protegem, me elevam e me fazem evoluir. Graças a eles cada dia sou uma pessoa melhor e isso não tem preço.

Na verdade, eu diria que a bondade é a melhor qualidade de uma pessoa. Em nossos oferecimentos aos outros somos capazes de expressar e beber a melhor essência deste mundo, essa que merece a alegria e que nos faz sentir orgulho da nossa condição.

Temos que reconhecer que há momentos nos quais as dificuldades nos saturam, e fica difícil escutar aquela voz interior que tenta nos guiar pelo caminho certo.

Faça o bem sem olhar a quem

A bondade é uma corrente de ouro que enlaça a todos

Dizem que a bondade é o único investimento que nunca falha. Semear bons atos transborda em um benefício universal, pois fazemos florescer os corações que tocamos com ela.

Na verdade, embora não façamos o bem esperando uma recompensa, podemos ter a certeza de que alguém algum dia receberá a mesma moeda de mudança que nós demos.
Compartilhar

Nesse sentido, temos que evitar aquelas atitudes que justificam não mover nem um dedo pelos outros pensando que “alguém vai ajudar”. Lembre-se de que o mundo se afunda com a maldade e se eleva com a bondade.

Dito de outra maneira, a bondade é a expressão amadurecida da experiência humana que põe a ênfase no benefício mútuo. Ou seja, o fiel reflexo de um coração educado e emocionalmente inteligente que todos desejamos ter.

Trate os outros como você gostaria de ser tratado

Não se trata de ter bons pensamentos, mas sim de realizar boas ações que convertam esses desejos em realidade. Do mesmo modo, trabalhar em nossa capacidade de sermos generosos e amáveis nos ajuda a potencializar nossa segurança interior.

Por outro lado, cabe destacar que por trás de certos sorrisos não se encontra a felicidade em si mesma, mas a bondade daquelas coisas que não contamos nem choramos, e que, entretanto, permanecem em nossas vidas e na parte mais emocional de nosso coração.

Assim, nossos atos são o reflexo de nossa alma, pois constituem nossos olhares ao mundo. Contribuímos para a beleza do mundo demonstrando que a única mostra verdadeira de superioridade é aquela em que se aprecia o valor de ser bom.
Compartilhar

Faça o bem sem olhar a quem

Como podemos fazer o bem?

A simplicidade, a bondade, a fé, o amor e a alegria são magníficas pedras para edificar a casa da vida.
Compartilhar

Pode ser que fazer o bem não seja sempre simples. Entretanto, se pararmos para pensar, a bondade não se encontra nos grandes gestos, mas nos atos cotidianos, pois são aqueles que estão em nossas mãos. A pergunta inevitável é: como podemos cuidar desse valor todos os dias? Vejamos a seguir.

1. Ilustre com seu exemplo

Ensine o valor de ajudar os outros a aqueles que não sabem como praticar a solidariedade e a bondade. A solidariedade consiste em dar o que temos, não o que nos sobra.

2. Cuide dos outros nos maus momentos

Lembre-se de que contra as dificuldades, nosso melhor remédio é a risada e, junto a ela, a compreensão empática. Estender uma mão amiga ou escutar pacientemente os outros é a melhor maneira de ajudar e tornar a vida mais fácil para os nossos semelhantes.

3. Alimente seu senso de humor

Cuide do seu senso de humor. A vida é vivida de outra maneira quando damos importância à alegria e ao sorriso. Este é um dos melhores recursos que a inteligência emocional nos oferece, pois através dele damos de presente sabedoria e perspectiva à vida dos que nos rodeiam.

4. Lembre-se de que todos nós precisamos dos outros para nos realizarmos

Todos somos seres imperfeitos, por isso precisamos da tolerância e da bondade de outros para aceitar e garantir o nosso bem-estar, e para assim fazermos um mundo melhor.

5. Ponha-se firme frente às injustiças

Sair em defesa do que está certo é um sinal fiel de bondade. Como já falamos, isso tem um efeito multiplicador, pois o que nós fazemos determinará o comportamento dos nossos semelhantes.

Temos a garantia de que, embora não consigamos ver a colheita, as sementes que semeamos com cada ato de bondade equivalem a milhões de sorrisos e toneladas de bem-estar.

Assim, lembremos que a bondade é uma arte da qual nos podemos beneficiar com pequenos gestos de maneira quase imediata. A gratidão e a satisfação de fazer o bem nos ajudam a criar vínculos afetivos duradouros e saudáveis, através dos quais obteremos a maior recompensa que existe: o enriquecimento emocional.
Compartilhar
Recomendados para você