O dia que o meu filho perdeu o sorriso por culpa do abuso sexual infantil

O dia que o meu filho perdeu o sorriso por culpa do abuso sexual infantil

19, maio 2017 em Psicologia 1476 Compartilhados
O dia que o meu filho perdeu o sorriso por culpa do abuso sexual infantil

Há artigos que eu gostaria de não escrever porque existem palavras que ferem mais do que queremos acreditar. Mas desde que meu filho perdeu o sorriso por causa do abuso sexual infantil, acredito que se eu tivesse reconhecido os sinais que ele mostrava enquanto tudo estava acontecendo, talvez pudesse ter evitado o seu sofrimento.

É precisamente por isso, para que você e seus amigos não sofram esta dor que é tão difícil de descrever, que escrevi este artigo. Como pode alguém sem alma agir dessa forma com o seu filho? Eu espero que você leia este artigo e que ele possa lhe ajudar. Nele, vou explicar os sinais e os sintomas que as crianças apresentam quando estão sofrendo abuso sexual, e como os pais podem ajudá-los a superar esse trauma.

Eu sei que será um texto difícil, mas também sei que estas palavras podem impedir que outras crianças sofram. Seria muito bom se não fosse necessário escrever sobre essas questões, mas infelizmente estes abusos existem e nossos filhos podem se tornar vítimas.

Eu gostaria de poder proteger os meus filhos de todo o mal deste mundo, eu gostaria de poder evitar o seu sofrimento e que fossem eternamente felizes. Eu sei que isto não é possível, mas posso educá-los de uma forma que seja mais difícil alguém causar-lhes sofrimento.
Compartilhar

crianca-segurando-ursinho

Abuso sexual na infância: um trauma silenciado

O abuso sexual infantil é mais comum do que podemos acreditar porque os dados sugerem que conhecemos apenas 2% dos casos. Isso acontece porque na maioria das vezes a criança se sente envergonhada, com medo, e até mesmo culpada pelo que está acontecendo.

O abuso sexual nem sempre acontece de forma agressiva, mas muitas vezes é silenciado por uma manipulação emocional perversa, misturada com abuso de poder, que um adulto pedófilo pode exercer contra uma criança indefesa.

O pedófilo geralmente usa a manipulação emocional para atingir os seus objetivos e para que a criança permaneça em silêncio. Esta manipulação provoca na criança um sentimento de culpa ou medo da rejeição, se os seus pais descobrirem o que aconteceu.
Compartilhar

Além disso, não devemos esquecer que, infelizmente, a maioria dos abusos na infância são cometidos por um membro da família ou por alguém conhecido. Nesses casos, muitas vezes são os próprios adultos que ficam em silêncio por vergonha “do que as pessoas vão dizer” em vez de ajudar as vítimas. Mas isto não ocorre somente na família; as pessoas que convivem com o seu filho, como professores, seus amigos ou qualquer outro adulto, e até mesmo estranhos, podem abusar dele.

menina-chorando

Os sinais de alerta de um possível abuso sexual infantil

Citaremos aqui alguns sinais de alerta que mostram que o seu filho está sofrendo abuso sexual.

  • Mudanças no comportamento: mudanças de humor ou introversão. Mudanças no seu comportamento habitual podem ser um sinal de que algo ruim está acontecendo com o seu filho.
  • Pesadelos ou urinar na cama quando já controlava o xixi noturno: a regressão a comportamentos mais infantis e medo,= são grandes indicadores de abusos.
  • O medo de certos lugares ou pessoas: podem lhe indicar que elas têm medo desses lugares ou pessoas por algo que aconteceu, especialmente se antes não tinha problemas com eles.
  • Uso de temas sexuais em desenhos ou jogos: como por exemplo, usar uma linguagem sexualizada, porque estes termos normalmente não são utilizados por crianças pequenas.
  • Dor, prurido ou sangramento em suas partes íntimas: neste caso, seria muito importante consultar o seu médico para descartar abusos ou detectar doenças do trato urinário.

menino-com-medo-abuso-infantil

Como devo me comportar se o meu filho sofreu abuso sexual?

A primeira coisa que você precisa entender é que mesmo que tenham abusado do seu filho, você não é culpado. Não existe uma receita mágica para evitar que nossas crianças sofram abuso sexual, porque, como já dissemos, podem sofrer abusos por pessoas que são da nossa total confiança, como familiares ou professores.

Portanto, a primeira medida contra o abuso reside na criação de uma relação de confiança com o seu filho. É preciso que ele saiba que se decidir contar o que está acontecendo com ele, você vai ouvi-lo, vai acreditar e, sobretudo, vai protegê-lo. Talvez você tenha a sensação de que fez algo errado, e isso é exatamente o que o seu filho está sentindo. A criança acredita que fez algo errado e que é a culpada pelo que está acontecendo. Você precisa ser paciente para dialogar com ela, ter habilidade para fazer seu filho compreender que não importa o que aconteça, você nunca deixará de amá-lo, que o seu apoio é incondicional e acredita no que ele diz.

Quando o seu filho sofre abuso sexual, nem você e nem ele são culpados.
Compartilhar

Se infelizmente o abuso já aconteceu, e o seu filho perdeu o sorriso e a alegria de viver, não tente superprotegê-lo, estigmatizá-lo e nem culpá-lo ou culpar a si mesmo. A melhor coisa que você pode fazer é ouvi-lo, dar-lhe amor e fazê-lo entender que ele não tem nenhuma responsabilidade pelo que aconteceu.

Além disso, a sua missão é fazê-lo entender que o que aconteceu realmente foi ruim, mas ele foi muito corajoso para enfrentar esta situação. Procure ajuda médica e psicológica. Lembre-se de que alguém pode ter apagado momentaneamente o sorriso do seu filho, mas com o passar do tempo e com a ajuda adequada, ele pode voltar a sorrir.