Filmes divertidos com mensagens profundas

25 Dezembro, 2020
Nem todos os filmes com uma mensagem profunda pertencem ao cinema cult ou são encontrados em festivais independentes. Existem filmes novos, divertidos e fáceis de assistir que nos ensinam valores e nos enchem de sentimentos. Neste artigo, recomendaremos alguns.

Não é impossível encontrar filmes divertidos com uma mensagem profunda e, neste artigo, mostraremos alguns exemplos. Um filme divertido e fácil de assistir também pode estar carregado de significado e profundidade.

Não é necessário ir a um festival de cinema independente para que um filme desperte a nossa curiosidade, nos mostre valores, apele para a nossa consciência e nos faça ver ou entender a realidade a partir de uma ótica com a qual não estamos acostumados.

Às vezes, quando assistimos a um filme, desejamos receber uma mensagem emocional profunda e cheia de sentimentos. Os cinéfilos acreditam que esse tipo de filme não está dentro dos parâmetros comerciais, que teríamos que entrar no circuito de cinema independente, com o trabalho de Andréi Tarkovski ou Jean-Luc Godard.

Mas isso não é necessário: é possível encontrar filmes com um ótimo conteúdo e não tão pretensiosos, mas com uma mensagem impactante.

Um daqueles filmes tristes e divertidos ao mesmo tempo: Sempre ao Seu Lado (2009)

Se você chorou com este filme mais do que com o final de Menina de Ouro ou Titanic, você entra no seleto grupo de “amantes sem limites dos animais”.

Este filme é uma joia sentimental. Ele mostra o quão profundo o vínculo emocional de uma pessoa com seu animal de estimação pode ser. Além disso, mostra a lealdade infinita dos cães em relação aos seus donos e a sua capacidade de amar acima de tudo. Emocionante e lindo.

Um filme divertido e ativista: Dirty Dancing – Ritmo Quente (1987)

Sim, o icônico filme de dança dos anos 80 é um filme muito bom e divertido como poucos. Nele, podemos ver que a diferença de classe está mais na diferença de valores.

Vemos como uma filha pode ser corajosa, pedindo um favor ao seu pai, médico e burguês, para ajudar uma mulher que ela mal conhece. E também, por que não, mostrar que a dança e as boas vibrações estão acima de todas as raças, classes sociais e níveis de dança profissional.

O vencedor do Oscar: Parasita (2019)

Parasita é um filme em três planos de profundidade: parece bom, se desenvolve muito levemente e esconde uma profundidade terrível. As críticas ao capitalismo, às classes sociais e à armadilha do mérito aparecem de forma subliminar.

Você só precisa observar, entender e se surpreender com uma história comum, mas muito bem centrada na analogia que ela representa em determinadas cenas. O filme Parasita é muito bom e divertido.

Divertido e misterioso: Regras da Vida (1999)

É um filme fácil de assistir, com muitos temas “feios” de fundo. O espetacular desempenho de Michael Caine nos leva a uma história de crianças abandonadas, mães jovens em apuros que ninguém quer ajudar e terríveis segredos familiares escondidos.

No final de um filme simples, saberemos que existem príncipes do Maine que nunca serão reis, e que a maioria dos que ditam as regras o fazem porque não são eles que devem cumpri-las.

Um dos filmes históricos mais divertidos: Adeus, Lênin! (2003)

Uma mãe solteira precisa cuidar da sua saúde física e mental. Este filme cativante, com a melhor atuação da carreia de Daniel Bruhl, nos coloca em uma transição de épocas em um tom humorístico, mas que nos fará entender uma parte muito importante da história.

Vamos entender quantas milhares de pessoas podem colocar seus desejos em um muro real e simbólico e que, às vezes, a coisa mais importante é acreditar em algo, mesmo que não se torne realidade.

Sobre a educação: Mentes Perigosas (1995)

Um filme dos anos 90 com uma excelente trilha sonora, uma professora muito jovem e bonita interpretada por Michelle Pfeiffer e um instituto problemático. Parece um filme previsível que não nos proporcionará muita coisa, mas há muitas histórias entrelaçadas que mantêm o nível do longa.

A história nos faz entender que a dicotomia inteligente/burro, bom/mau para os alunos é inútil quando as circunstâncias da vida de muitos são extremas, e que a educação pode mudar as realidades muito mais do que as drogas e o crime.

Um filme sobre os milésimos de um segundo: Ponto Final – Match Point (2005)

Um filme dirigido por Woody Allen sobre a frivolidade de certos ambientes sociais e a hipocrisia de certas pessoas. Uma história de paixão, sensualidade e algo mais complexo para entender e aceitar: o match point. 

Existem milésimos de segundo que podem mudar a sua vida para sempre, e nesses milésimos, não está definido se o que vai acontecer é justo ou não.

Um longa que fala sobre amor e traição: Lendas da Paixão (1995)

Este filme merece ser visto quando você sentir vontade de assistir algo de qualidade média e divertido. Além disso, sua trilha sonora espetacular e o dilema que ele apresenta não são triviais.

Se já é uma situação complicada quando você se apaixona pela esposa do seu melhor amigo, imagine se ela fosse a noiva do seu irmão mais novo que morreu na guerra? Lendas da Paixão conta como, às vezes, os sentimentos não podem ser validados na vida real, por mais autênticos que sejam.

Um filme sobre famílias de verdade: Pequena Miss Sunshine (2006)

Uma família parte em uma jornada para a filha ganhar um concurso de beleza. Como personagens principais, o filme conta com um avô que não é muito amável, um pai treinador que cria teorias de sucesso que ele não consegue alcançar, um irmão que não fala, um tio homossexual em crise criativa e uma mãe que apóia todos eles.

A viagem e o concurso demonstrarão que não existem padrões de beleza para a felicidade e o sucesso. Talvez o desafio mais importante seja ser uma família feliz, e não uma família perfeita.

Um dos filmes divertidos envolvendo o amor, ou a falta dele: (500) Dias com Ela (2009)

O início do filme já nos adverte que não veremos uma típica história de amor. Se essa afirmação é falsa ou verdadeira, dependerá de quem estiver assistindo. Se você tiver vivido histórias de amor unilateral (não correspondido) na vida real ou na sua imaginação, o filme provavelmente vai parecer um romance.

Mas a verdade é que, a partir de uma visão não catastrofista, o longa nos mostra o coração partido de uma pessoa que ama e não é correspondida. 

Neste artigo, oferecemos alguns exemplos para você passar um tempo assistindo a filmes divertidos sem sentir que precisa fazer uma “dissertação filosófica” para entendê-los. Alguns de vocês podem pensar que eles não são bons exemplos de quão divertido e profundo um filme pode ser, mas certamente a maioria de vocês vai se divertir.