Hábitos das pessoas bem-sucedidas - A Mente é Maravilhosa

7 hábitos das pessoas bem-sucedidas

outubro 17, 2017 em Emoções 2 Compartilhados
Mulher que se inspira nos hábitos das pessoas bem-sucedidas

Podemos nos inspirar nos hábitos das pessoas bem-sucedidas para alcançar nossos objetivos em nossas próprias vidas, mas antes disso precisamos entender o que definimos como sucesso.

Não é fácil definir os limites exatos do sucesso ou do fracasso. Nem todos os que alcançam seus objetivos podem ser bem-sucedidos e nem todos aqueles que não alcançam suas metas se enquadram no rótulo de perdedores. Ambos os conceitos são flexíveis e dinâmicos. Também são relativos e não absolutos.

O mais usual é que nossa vida apresente o sucesso e o fracasso de forma simultânea. O que pode ser construído, de forma mais ou menos estável, é uma atitude bem-sucedida e um viés para olhar a realidade que favorece essa atitude. As pessoas bem-sucedidas cultivam essa atitude, perseguem o que querem e acabam conseguindo, mais cedo ou mais tarde. Pelo contrário, aqueles que não o fazem, acabam inclusive não desejando nada.

Dizem que a diferença entre o sucesso e o fracasso está nos hábitos. Estes não consistem em adotar comportamentos rotineiros e mecânicos. Trata-se de fortalecer e nutrir atitudes que levam à colheita de conquistas. Estes são sete desses hábitos das pessoas bem-sucedidas.

“O sucesso é aprender a passar de fracasso em fracasso sem se desesperar”.
-Winston Churchill-

Hábitos das pessoas bem-sucedidas

1. O hábito de ter objetivos definidos e concretos nos leva ao sucesso

Dizem que quem não sabe para onde vai, provavelmente chega a outro lugar. Os propósitos são um mapa de navegação para toda a vida. São genuínos quando nascem do desejo. Envolvem autoconhecimento, reflexão e valor.

Definir propósitos se torna um hábito quando, confrontado com cada situação, você escolhe um norte. Não deixe que as circunstâncias o conduzam, mas procure se localizar e definir para onde deseja ir.

Menino voando em passarinho

2. Compreender as motivações

As motivações são um fator fundamental dentro dos hábitos das pessoas bem-sucedidas. Ter um porquê e um para quê dá força e decisão para ir atrás dos objetivos. Em muitos casos, a definição de razões e fins é um bom indicador de que existe independência de critério e honestidade consigo mesmo.

O que dá sentido a um objetivo é o motivo por trás deste. Alguém se acostuma a indagar por suas razões ou não. Aqui pode estar a diferença entre alcançar o sucesso ou não. Se não houver um porquê e um para quê descritos, dificilmente se encontram motivos ou razões que alimentam a força para perseverar.

Mulher de olhos fechados com borboletas ao redor

3. Tomar decisões oportunas

Qualquer decisão custa um preço, porque sempre envolve perdas e ganhos. Isso também representa um risco: o que for resolvido pode levar ao sucesso ou ao fracasso. Portanto, decidir é um desses passos que às vezes sacodem os alicerces de si mesmo.

Pessoas bem-sucedidas não delegam suas decisões nem se sentem impedidas de agir quando não têm ninguém para lhes dar indicações ou conselhos sobre o que fazer. Entendem que elas e somente elas são quem deve assumir a determinação e suas conseqüências, o que não tira a hipótese de pedirem ajuda caso precisem.

4. Gerenciar adequadamente o tempo

O tempo é talvez o bem mais valioso da vida. De fato, é a própria vida. As pessoas bem-sucedidas sabem que o tempo sempre acaba e por isso devem aproveitá-lo ao máximo. Isso significa gerenciá-lo em função de uma escala de prioridades bem definida e articulada.

As pessoas se acostumam a priorizar ou não fazer. Adotam o hábito de deixar tudo para o final, ou de fazer as coisas com margem suficiente para sabotar o propósito envenenado de qualquer imprevisto. Também distribuem suas horas de forma construtiva e inteligente. Isso quer dizer que são capazes de encontrar tempo para serem bons em seu trabalho, mas também para cuidar (e serem cuidados por) suas famílias.

5. Aproveitar as oportunidades para melhorar

A preguiça e o sucesso nunca andam de mãos dadas. Para ter sucesso, é necessário ter pelo menos um ponto de autoexigência. Se o objetivo é crescer e chegar longe, é fundamental desenvolver uma determinada habilidade aproveitando as oportunidades, ou gerando-as na ausência destas. Isso se aplica a qualquer plano: intelectual, físico ou emocional.

Além disso, o sucesso exige uma certa quantidade de humildade para aceitar que sempre podemos ser melhores. Também é necessário ter claro que há poucos sucessos que são construídos sozinhos, embora a sorte acabe participando de muitos deles. Pense que uma pessoa bem-sucedida tem o hábito de buscar opções para crescer.

6. Concentrar-se até o fim

A dispersão só leva a permanecer em um estado de confusão e dúvida. É o reflexo de que não há clareza suficiente diante do que se deseja. E se não se sabe o que se deseja, dificilmente se consegue. Na verdade, dificilmente se avança.

Homem costurando paisagem

Quando você começa muitas coisas, mas não termina nenhuma, o que faz é desperdiçar seu tempo. As pessoas bem-sucedidas têm o hábito de chegar até o fim em tudo o que se propõem. Elas sabem que isso, por si só, é uma conquista.

7. Respeitar o tempo de descanso

O corpo, a mente e o espírito precisam de espaços para o relaxamento e a expansão. Somos seres integrais e alimentar apenas uma das nossas facetas nos leva, mais cedo ou mais tarde, a parar. O descanso e o lazer são modos de respeitar a integridade humana.

Mulher tomando banho de banheira

Uma coisa é se focar decididamente em uma conquista e outra muito diferente é ficar obcecada com ela. O descanso nos ajuda a recuperar as energias e a se afastar do habitual para vê-lo melhor. Pense que aquele que sabe viver seu tempo livre tem maiores chances de cumprir seus objetivos de forma mais eficaz.

Os costumes formam hábitos e esses formam o caráter. Sempre é possível nos reprogramarmos. Nossas rotinas de pensamento e ação visam alcançar o que desejamos? Temos pensado sobre isso seriamente, ou simplesmente deixamos que a vida nos leve, quem sabe onde? Vale a pena nos fazermos essas perguntas e, sobretudo, tentar respondê-las, incorporando estes hábitos das pessoas bem-sucedidas em nossas vidas.

Recomendados para você