As 7 melhores frases de José Ortega y Gasset

· fevereiro 27, 2018

As frases de José Ortega y Gasset são um convite à reflexão e ao questionamento. São um presente para quem quiser se aprofundar através de metáforas e sentenças engenhosas. Ortega y Gasset (1883 – 1955) foi um filósofo e escritor espanhol vinculado à teoria do perspectivismo, ao raciovitalismo e ao movimento de renovação cultural e artística contra o modernismo, conhecido como novecentismo.

Seu pensamento exerceu grande influência sobre várias gerações de intelectuais. Além disso, ele não foi somente um brilhante divulgador, mas aprofundou-se em vários campos do saber, entre eles a filosofia, a psicologia, a arte e a literatura. Seu estilo é considerado elegante e original, sobretudo seu discurso filosófico. Prova disso são obras como ‘O tema de nosso tempo’ (1923) ou ‘A rebelião das massas’ (1929). Para conhecê-lo um pouco mais a fundo, debrucemo-nos sobre algumas de suas frases.

José Ortega y Gasset

O caminho em direção a si mesmo

“Caminhe lentamente, não se apresse, pois o único lugar ao qual tem que chegar é a si mesmo”.

É uma das citações de José Ortega y Gasset que tem mais valor. O destino não é um lugar, nem um trabalho e nem um momento. Não é o caminho até nossos sonhos, mas a reconciliação com nós mesmos. O ponto exato em que encontramos a nossa verdadeira essência.

Às vezes esquecemos que o mais importante não é o que está lá fora, mas dentro de cada um de nós. Qual é o sentido de conquistar a vida que desejávamos, ter a vida com a qual “sonhávamos” e depois não nos incluirmos nela? Muitas vezes invertemos a ordem e priorizamos metas externas pensando que no futuro teremos tempo para conhecer a nós mesmos. Adiamos o mais básico: chegar a nós mesmos.

O valor dos erros

“O verdadeiro tesouro do homem é o tesouro dos seus erros”.

Um erro é uma ponte para o aprendizado, a oportunidade de melhorar o que em algum momento deu errado. Um tesouro, como expressou Ortega y Gasset, cheio de sabedoria.

A partir de nossos equívocos constroem-se mudanças e crescimento. Você só precisa aprender a vê-los. Erros são humanos, todos os cometemos. É quase impossível escapar disso. Na verdade, nós não podemos controlá-los porque não somos perfeitos, mas nós podemos escolher que atitude adotaremos para enfrentá-los.

Os erros são grandes professores, você só precisa dar uma chance a eles. Eles nos dizem que caminho devemos abandonar e que estratégia melhorar. Há um mundo a ser decifrado a partir deles, e todos contêm um desafio.

Menina aprendendo coisas novas

A construção da realidade segundo José Ortega y Gasset

“Há tantas realidades quanto pontos de vista. É o ponto de vista que cria o panorama”.

Uma das frases de José Ortega y Gasset para se lembrar em nossas conversas com outras pessoas. Cada pessoa cria um mundo, seu mundo, e a partir dele filtra tudo o que acontece ao seu redor. Isso gera muitos mal-entendidos, e às vezes é muito difícil entender uns aos outros.

O belo e enriquecedor de nossas relações é apreciar as nuances que estão em cada uma das perspectivas e pontos de vista que nos rodeiam. Essa é a magia, o mistério. Uma realidade que se multiplica e que depende dos olhos de quem olha.

Planejar e pensar antes de avançar

“Só é possível avançar quando se olha longe. Só é possível progredir quando se pensa grande”.

Ortega y Gasset enxergava essa questão de modo claro: avançar implica pensar grande e acreditar que tudo é possível. Se restringirmos nosso pensamento, nossos sonhos serão reduzidos em grande medida.

Em termos de projetos, metas e objetivos, a palavra impossível teria que estar na fila da lista de significados com os que lidamos. Porque, se reduzirmos o nosso campo de visão, é normal que não consigamos o que pretendemos. Há um mundo de possibilidades lá fora, você só precisa encontrar o caminho. Esse é o desafio.

O caminho da reflexão

Ensinar a duvidar

“Sempre que ensinar, ensine também a duvidar do que se ensina”.

Outra frase de Ortega y Gasset que vale a pena ter em mente, especialmente no campo da educação. Se queremos adultos livres e capazes de tomar decisões próprias, ensinar a duvidar é essencial.

Impor uma ideia é encurtar o campo do conhecimento, que é tão extenso e ilimitado. No entanto, ensinar a questionar não só os outros, mas a nós mesmos, também é a chave para o conhecimento, a porta para a riqueza da diversidade de perspectivas. A dúvida é fundamental para construir ideias libertadoras.

A importância da responsabilidade

“Muitos homens, assim como as crianças, querem uma coisa, mas não as suas consequências”.

Assumir a responsabilidade pelas consequências de nossos atos implica maturidade emocional. Saber que uma decisão envolve mais do que apenas o tempo de escolha é essencial. Muitas vezes as coisas duram muito mais tempo do que o momento em que acontecem. Saber o que fazer com a trilha que deixam nos permite avançar, nos organizar e não nos perder.

Quem não assume responsabilidades vive na instabilidade, vitimização e culpa. Não sabe quais são os passos a seguir e nem mesmo os que já deu. Movimenta-se motivado por caprichos e impulsos, como uma criança. É evidente que, quando você consegue o que quer, também será importante saber o que fazer com essa trilha.

Homem pensativo

Saber com humildade

“Saber que não se sabe constitui, talvez, o mais difícil e delicado saber”.

Talvez uma das frases mais complicadas de José Ortega y Gasset, que exige uma grande humildade de nossa parte para aceitá-la, mas uma das mais sábias. Reconhecendo nossas limitações, aceitar que sabemos algo como uma gota de água em um oceano imenso é essencial.

O que realmente sabemos? Quem acha que sabe tudo não vai além, porque é impedido pela sua arrogância. Por outro lado, quem aceita humildemente a sua ignorância aproxima-se do próximo passo para continuar a descobrir tudo o que o rodeia.

Como vemos, as frases de Ortega y Gasset são uma chamada para a autorreflexão e o questionamento. Palavras para usar se queremos quebrar a rigidez do nosso pensamento.