O inconsciente detecta as mentiras

· setembro 16, 2018

Um dos grandes paradoxos do ser humano é que boa parte da sua sabedoria não reside na consciência, mas no inconsciente. Geralmente chamamos esse acúmulo de conhecimentos de intuição. É um conhecimento que está oculto, mas que está dentro de nós. Tanto é assim que a ciência provou que o inconsciente detecta as mentiras.

Embora cada um de nós não as perceba em um nível consciente, temos um tipo de detector interno de mentiras. Ele é capaz de identificar os sinais que o comportamento das pessoas que mentem envia. Assim, sabemos, sem saber, que tentam nos enganar.

“Se você diz a verdade, não precisa se lembrar de nada”.
-Mark Twain-

Agora, por que às vezes nos permitimos ser enganados? Embora o inconsciente detecte as mentiras, nem sempre prestamos atenção aos nossos impulsos intuitivos. Por mais estranho que pareça, em muitas ocasiões também queremos ser enganados.

Não há mentira perfeita

Suponha que alguém esteja tentando contar a mentira perfeita. Para isso, deverá elaborar uma narrativa meticulosamente estruturada. Cada peça da mentira tem que se encaixar perfeitamente e, no conjunto, deve ser confiável. Além disso, é preciso coordenar essa versão com o que dirá mais tarde sobre o assunto. O esforço é monumental.

O que sabemos sobre o inconsciente?

Mesmo que a pessoa consiga construir uma história completa, perfeitamente coerente, isso não é suficiente. Ela também deverá ter um comando perfeito da sua linguagem corporal. Não poderá hesitar, nem mostrar sinais de que está escondendo alguma coisa. O seu olhar deve permanecer firme, sua pupila parada, as mãos em uma posição relaxada.

Mentir com perfeição é um feito sobre-humano. Talvez haja uma ou duas pessoas no planeta que possam mentir dessa forma, mas para os mortais comuns é uma missão impossível. Precisamente por essa razão, o inconsciente detecta as mentiras. Em uma fração de segundos, identifica e interpreta os sinais que vão além das palavras. Isso nos permite perceber o engano.

O inconsciente detecta as mentiras

A Associação de Ciências Psicológicas publicou uma pesquisa na qual constatou que o inconsciente detecta as mentiras. Os resultados do estudo apareceram na prestigiosa revista Psychological Science e não deixam dúvidas.

Os pesquisadores chegaram à conclusão de que a maioria das pessoas não consegue identificar o engano conscientemente. Até 54% não percebem que as outras pessoas estão mentindo.

Os enigmas do inconsciente humano

No entanto, os pesquisadores suspeitaram de que o inconsciente havia detectado as mentiras, mesmo quando a pessoa não as percebeu conscientemente, ou não levou em conta o que aquelas áreas profundas da sua mente lhe diziam.

Para provar isso, eles testaram um grupo de 72 voluntários. Eles assistiram a um vídeo no qual apareciam pessoas que tinham roubado 100 dólares, juntamente com outras que eram inocentes.

Cada um dava explicações sobre o fato e os participantes deviam decidir se eram culpados do roubo ou não. Apenas 43% dos participantes acertaram. No entanto, os pesquisadores foram além. Eles mediram as respostas inconscientes para cada uma das pessoas no vídeo. Assim, puderam constatar que a grande maioria foi capaz de associar o culpado com palavras como “desonestidade” e vice-versa.

Por que esse paradoxo?

Até o momento não foi possível definir exatamente por que existe um contraste tão forte entre o consciente e o inconsciente, em termos de capacidade de perceber as mentiras. Aparentemente, tudo tem a ver com o fato de que tendemos a dar mais credibilidade ao conteúdo intelectual do que ao conteúdo intuitivo. Ouvimos a voz da razão, mas somos surdos para os ruídos instintivos.

Da mesma forma, sabe-se que há situações em que a mesma vítima de uma mentira quer participar disso. O caso mais comum ocorre em alguns episódios de infidelidade. Os enganados costumam dizer que foram “os últimos a saber”. Quando esse tipo de situação é examinada em detalhes, descobre-se que havia indicações para as quais a vítima não quis dar atenção.

Nesses casos, o inconsciente detecta as mentiras, mas a consciência se recusa a admitir as evidências para evitar uma experiência dolorosa.

O inconsciente detecta as mentiras

Tudo isso nos leva a pensar que seria uma boa ideia atendermos às mensagens da nossa intuição. Deixe de pensar que somente em nossa razão residem as fontes da verdade. Nós não somos apenas razão ou coração, mas também intuição. E lá vive um importante fluxo de sabedoria.