O que fazer com os problemas que não têm solução?

O que fazer com os problemas que não têm solução?

outubro 1, 2015 em Emoções 0 Compartilhados
O que fazer com problemas que não têm solução?

Por definição, um problema é uma situação ou um assunto que deve ser solucionado.

Portanto, partimos da premissa de que todo problema tem solução, e o trabalho que teremos é o de encontrá-la. Isso pode não ser uma tarefa fácil, contudo, já sabemos que ela pode ser realizada, e isto pode ser essencial para não nos desesperarmos durante a busca.

E se um problema não tiver solução?

Se uma situação ou assunto não tem solução, então, por definição, não é um problema. É provável que estejamos diante de uma REALIDADE. A vida com frequência nos surpreende com situações inesperadas, as quais não precisam solução, já que apenas requerem a ACEITAÇÃO de que a vida é assim, e temos que saber viver com estas situações.

Quantas soluções existem?

Devemos ser criativos frente aos problemas que podemos solucionar, já que existem milhões de soluções possíveis, tantas quanto pudermos imaginar e combinar.

Para encontrar a solução adequada precisamos estar abertos, ser receptivos e muito criativos diante das possibilidades que antes sequer teríamos imaginado. Ainda que não encontremos a solução perfeita, com certeza, existem outras opções que solucionariam de forma adequada o problema.

O que fazer com os problemas que não tem solução?

Existem problemas que ficam entalados e se transformam em sombra… uma sombra que não sabemos como afastar, como se fosse a chuva em dia de vento.
Compartilhar

Como encontrar a melhor solução possível?

Quando um problema preocupa e obceca, impede que vejamos além dele. É como se diante dos olhos você tivesse um véu que impede de enxergar mais a frente e pensar a respeito das possíveis soluções.

Portanto, para encontrar a melhor solução, é preciso se distanciar do problema, olhá-lo de outro ângulo, de outra forma diferente da que você está acostumado.

Para isto, é necessário potencializar a criatividade e estar aberto e receptivo a novas visões da situação, e portanto, novas possibilidades e novos horizontes para buscar a melhor solução possível.

Como se distanciar dos problemas?

Para estabelecer uma distância é preciso abrir a mente, relativizar o problema. Sabemos que ele tem solução, por isso devemos manter a calma e o equilíbrio emocional.

Diferentes formas de se distanciar

1. Usar a visualização, imaginando o problema que o preocupa na sua frente, e não em cima. Desta forma, você já não sentirá tanto peso ou pressão do mesmo, e sim apenas a responsabilidade de solucioná-lo, junto com a certeza de que existe uma solução, e por isso, você se imagina vendo-o de outra forma e procurando soluções criativas.

2. Por outro lado, escrever de forma automática, deixar as ideias fluírem, sem pensar, imaginando possíveis soluções, pode ajudar a encontrar sinais de um novo caminho. Depois de escrever, você pode lê-las novamente e pensar nessas opções, relacionando-as entre si, avaliando-as e refletindo caso elas ou o resultado da sua combinação, sejam a melhor solução para o problema.

3. Para potencializar a criatividade é muito bom se informar, ler ou ouvir conselhos e experiências de outras pessoas que passaram por uma situação parecida a sua, e tirar delas uma orientação para continuar na sua própria busca.

4. Viajar, sair da rotina, criar uma distância física. Às vezes, a distância física ajuda a se distanciar emocionalmente do problema. Sair da rotina pode funcionar quando precisamos impor uma distância psicológica ao problema, já que se não for essa a sua atitude, apesar dos quilômetros, você levará o levará consigo.

Recomendados para você