O país das maravilhas - A Mente é Maravilhosa

O país das maravilhas

outubro 21, 2015 em Emoções 0 Compartilhados
O país das maravilhas

Faz tempo que sonhei com um país das maravilhas. Um lugar onde não existia a mentira, a hipocrisia, a traição, a inveja, ou a falta de escrúpulos. Um mundo no qual cada um sabia que o melhor para si era também o melhor para a comunidade, e que com pequenos atos era muito fácil conseguir a felicidade para si mesmo e para os outros…

Então acordei e vi que o meu pais da maravilhas não existia… como se fosse a Caixa de Pandora, o mundo no qual vivemos se abriu diante dos meus olhos. Um mundo no qual a guerra convive junto às mais belas obras de arte e ambas são produto da mão humana…

Um mundo no qual cumprimentamos o nosso vizinho pelas suas conquistas, que ao mesmo tempo nos comem por dentro, sem sermos conscientes de que esse sentimento só faz mal a nós mesmos, e a ninguém mais. Um mundo lotado de imagens de guerra e horror que os telejornais nos reproduzem a cada dia, e que vemos enquanto almoçamos tranquilamente…

Contudo, nos escandalizamos que os outros vejam quão castos e puros somos, diante de uma obra de arte de conteúdo erótico ou um filme um pouco mais ousado, quando todos já sabemos o que é o mundo… Um mundo no qual os aplicativos de mensagens instantâneas substituíram a comunicação cara a cara e o “olá, bom dia, como vai?”. Que agora dizemos com pouca ou quase nenhuma vontade.

Mas este é o mundo real, um mundo imperfeito como nós mesmos e que continua cometendo falhas e acertos desde os primórdios da história, porque é assim e porque continuará sendo… mas algo me diz, no meu interior, que quando você cresce, quando você crê que já é um adulto, é porque cresceu uma árvore forte no seu interior que o mantém sereno e resistente frente aos ventos fortes e inesperados…

Você é um pouco mais sábio e já sabe no que consiste o jogo da vida, e inclusive repete a si mesmo com certa ironia “A realidade sempre supera a ficção”. E nem por isso você se entristece ou se torna desconfiado, relutante ao contato com os outros ou incrédulo. O mundo é imperfeito e nós também.

Quando você aprende a perdoar e a perdoar a si mesmo, tudo se torna mais fácil, e com as coisas boas e as ruins você entende que sempre há algo pelo qual vale a pena viver. Com certeza são seus filhos, seus pais e suas coisas cotidianas que fazem você continuar vivo e esperançoso… porque só estamos mortos quando começamos a prestar homenagem ao abandono.

Dedicado a uma pessoa muito especial, que já não está aqui e que amou a vida até o último momento da sua vida. E dedicado também a todas essas pessoas que podem estar passando um momento triste ou de desencorajamento em suas vidas. Com todo o meu carinho e meu respeito, os encorajo a construírem a sua árvore forte e resistente no seu interior.

Agradeço a vida que tanto me deu.

Me deu dois luzeiros que quando os abro.

Distingo perfeitamente o preto do branco.

E no alto céu, o seu fundo estrelado.

E nas multidões o homem que eu amo.

Agradeço a vida que tanto me deu. 

Me deu o som e o alfabeto. 

Com ele as palavras que penso e declaro.

Mãe, amigo, irmão e luz alumiando.

A rota da alma de quem estou amando.

Agradeço a vida que tanto me deu.  

Me deu a marcha dos meus pés cansados. 

Com eles andei cidades e poças

Praias e desertos, montanhas e planícies. 

E a tua casa, a tua rua e o teu quintal.

Agradeço a vida que tanto me deu.  

Me deu o coração que agita o seu marco

Quando olho o fruto do cérebro humano,

Quando olho o bom tão longe do ruim,

Quando olho no fundo dos seus olhos claros.

Agradeço a vida que tanto me deu.  

Me deu o sorriso e me deu o choro,

Assim eu diferencio a felicidade da tristeza 

Os dois materiais que formam meu canto 

E o canto de vocês que é o mesmo canto 

E o canto de todos que é o meu próprio canto.

Agradeço à vida

Recomendados para você