Há um certo prazer na loucura que só o louco conhece

· março 17, 2016

Todos nós já fizemos alguma loucura: ir viajar de forma inesperada, beijar alguém sem pensar, dizer algo inapropriado em público, cantar de forma desafinada, ou seja, em poucas palavras, nos deixar levar. São loucuras saudáveis, que são um prazer para os sentidos, que nos fazem sentir vivos.

O importante é que essas loucuras não façam mal a ninguém, que sejam um prazer que não prejudique outras pessoas. Um certo egoísmo às vezes é saudável e podemos fazer coisas simplesmente pelo simples prazer de desfrutar. Não importa se estamos errados, sempre aprendemos alguma coisa.

“A imaginação é uma louca que gosta de fazer loucuras.”
-Nicolas Malebranche-

7 loucuras que provavelmente faremos ao longo da nossa vida

O catálogo de loucuras de cada um de nós é muito diferente e, além disso, cada pessoa considera como loucura coisas que outra pessoa pode não considerar, mas o importante não é isso, e sim sentir essa adrenalina que passa pelo seu corpo quando você faz algo que deseja fazer e pensa que não se importa com a opinião dos outros.

Apaixonar-se pela pessoa errada

Sentir algo por uma pessoa é incontrolável, sabemos disso, e de repente nos damos conta de que nos apaixonamos pela pessoa menos indicada. Pela pessoa que não combina conosco, por alguém casado, alguém que vive a milhares de quilômetros.

Mas o amor é um sentimento inevitável, só o tempo poderá nos fazer esquecer e, às vezes, nem sequer o tempo consegue apagar o que sentimos por outra pessoa.

Casal se beijando

Gastar nosso dinheiro em algo caro que queremos comprar

Alguma vez você já viu algo que sempre quis muito comprar e foi inevitável gastar todas as suas economias, sem pensar no preço?

São caprichos ou impulsos que todos já sentimos e, em algum momento, nos sentimos satisfeitos comprando algo que  gostamos e que queríamos ter.

Ter relações sexuais com uma pessoa que acabamos de conhecer

A química entre duas pessoas pode surgir em um segundo com uma pessoa que você acabou de conhecer. É algo que se sente muito rapidamente, bastam poucas palavras e você sabe que deseja essa pessoa, que não importa o que vai acontecer, mas que você a quer na sua cama. Nesses casos é questão de desfrutar do momento e se divertir muito, o que acontecer depois é o futuro, não o agora.

Viajar com uma mochila e muito pouco dinheiro

Conhecer o mundo, conhecer culturas e pessoas diferentes tem um grande apelo para muitas pessoas. Alguma vez você já se atreveu a pendurar uma mochila no ombro e sair para viajar com muito pouco dinheiro?

É uma experiência que muda a forma de você ver a vida, de desfrutar de cada momento e que nos faz ter consciência da grande quantidade de coisas que temos e que são desnecessárias.

“A loucura é o estado em que a felicidade deixa de ser inalcançável.”
-Alice no País das Maravilhas-

Passar uma noite inteira sem dormir e depois ir para o trabalho

Uma noite inteira fora de casa, na rua, se divertindo e rindo com nossos amigos e em seguida ir para o trabalho. Muitos de nós já vivemos essa sensação de morrer de sono durante o trabalho, de desejar ir para casa e de que cada minuto no relógio parecem cinco horas. Mas essa noite mereceu ser vivida e desfrutada, valeu a pena cada risada, cada momento, e o cansaço é momentâneo.

Cortar o cabelo ou pintar de azul, laranja ou roxo

Mudar a nossa aparência é algo que quase todos já tentamos alguma vez na vida. Fazer uma tatuagem, cortar o cabelo bem curto quando ele estava enorme, pintar o cabelo de alguma cor diferente. São loucuras que não fazem mal a ninguém e que nos fazem sentir bem com nós mesmos, nos conectam com a nossa essência, nos fazem sorrir.

Estudar algo que queremos muito, pelo simples prazer de fazê-lo

Mulher com um livro estudando por prazer na cama

Costumamos associar o estudo a algo chato e que fazemos por obrigação, mas pode haver algo que realmente queremos estudar e que não consideramos chato.

Estudar por prazer é uma satisfação muito grande; todo conhecimento pode nos ser útil alguma vez na vida e, portanto, não devemos frear o nosso desejo de saber e de aprender.

Deixe-se levar pelo prazer da loucura

Todos nós que já cometemos alguma loucura conhecemos o prazer que se sente ao fazer algo assim, a enorme satisfação de saber que fizemos algo para nos dar prazer.

O seu sorriso irá denunciá-lo e você ficará pensando na sua próxima loucura. Qual será? A vida é muito curta, por isso, de vez em quando deixe-se levar por essas loucuras, sinta-se vivo e desfrute de cada segundo.

“As loucuras que mais se lamentam na vida de um homem são as que não foram cometidas quando se teve a oportunidade”.
-Helen Rowland-