Quando a preocupação é exagerada – A mente é maravilhosa

Quando a preocupação é exagerada

5, fevereiro 2015 em Emoções 19 Compartilhados

“A preocupação é o sentimento que nos imobiliza no presente por coisas que podem vir a acontecer no futuro” Wayne Dyer. Quando nos preocupamos com algo que ainda não aconteceu, usamos todo o nosso empenho tentando prever algo que talvez possa nem chegar a acontecer. Assim, mantemos nossa mente ocupada com pensamentos negativos, que por sua vez só atraem mais pensamentos negativos. Ao nos preocupar, deixamos de viver plenamente o presente e, além disso, atrapalhamos as experiências atuais com nossa visão pessimista. Grande parte das nossas preocupações se refere a coisas sobre as quais não temos controle nenhum. Podemos nos preocupar o quanto quisermos, mas isso, de maneira alguma, nos levará à solução do problema. Na maioria das vezes, aquilo com o que nos preocupamos demais acaba não sendo tão horrível quanto imaginávamos.

Preocupação e saúde mental

A preocupação em excesso é, na verdade, ansiedade, medo do desconhecido e do futuro. Dessa maneira, as preocupações afetam tanto a saúde física quanto a emocional, podendo gerar estresse e transtornos de ansiedade. Quando vivemos rotineiramente preocupados nos mantemos o tempo todo em alerta, vivendo num estado permanente de situação de perigo que só deveria acontecer em algumas situações, não na maioria das vezes. Assim, pouco a pouco, vamos perdendo nossa capacidade de agir normalmente, acreditando que a vida é perigosa, sem que reflitamos e disfrutemos das coisas boas que ela tem a nos oferecer. Cada situação vivida se torna um conflito ou um problema a ser resolvido, inclusive a mais insignificante das obrigações.

Se preocupar ou planejar o futuro

É preciso saber diferenciar a preocupação do planejamento do futuro. Quando fazemos planos para o futuro, o que vivemos no presente contribui para que esse futuro seja melhor, mas quando nos preocupamos, o presente está imobilizado por algo que acreditamos que possa vir a acontecer no futuro. Ou seja, a diferença é muito clara.

Como podemos nos livrar da preocupação?

É importante que saibamos reconhecer a incerteza como parte natural da vida. Esse medo do desconhecido, tão discutido por nós, que as vezes nos incapacita, faz parte do nosso processo natural de desenvolvimento, já que não podemos saber com certeza tudo que está por vir. Portanto, aceite a incerteza. Mude sua perspectiva. Não se prenda aos pensamentos negativos ou às preocupações sobre o futuro. Saiba que por mais que você tente, não será capaz de resolver nada. Se concentre no presente e comece a controlar sua mente de maneira eficaz, dessa forma poderá controlar seu destino.

Você levará um tempo até ter o controle da situação, mas como Robin Sharma diz em uma de suas obras “A mente é um magnífico servente, é porém um terrível amo. Se pensa somente coisas negativas, é porque não cuidou de sua mente e não dedicou o tempo necessário para treiná-la a pensar em coisas boas”. Permita-se viver o presente, selecione seus pensamentos e comece a viver o agora sem medo.

Recomendados para você