Do que precisamos para alcançar a felicidade?

Do que precisamos para alcançar a felicidade?

fevereiro 9, 2015 em Emoções 1 Compartilhados
alcançar a felicidade

Em 1943, o psicólogo dos psicólogos, Abraham Maslow, amplamente estudado em todas as faculdades de ciências sociais, definiu uma teoria que hierarquizava as necessidades humanas baseadas na sociedade ocidental do século XX. Seus ensinamentos seguem vigentes e a hierarquia piramidal é uma das bases sobre as quais estão os passos que precisamos seguir para alcançar a felicidade. Conheça aqui a pirâmide de Maslow.

Primeiro estágio: necessidades vitais ou fisiológicas

Ao princípio está o mais óbvio. Como somos seres humanos, para sermos felizes precisamos antes de tudo, respirar e comer – no sentido mais primitivo da coisa -, dormir adequadamente e ter uma vida sexual natural. Estes são os atributos fisiológicos que compõem a pirâmide de Maslow. Acima destes, os atributos começam a ser chamados de necessidades básicas e à medida em que vão sendo cumpridos, passam aos seguintes níveis.

Segundo estágio: necessidade de segurança

Esse tipo de necessidade gera controvérsia. É a necessidade vital de sentir-se seguro em sociedade ou será um produto de uma sociedade, na qual a “ilusão de segurança” é criada? Neste estágio, destacam-se a segurança familiar, a segurança profissional no emprego, a segurança física, assim como a segurança entendida como direito, como à saúde e educação.

Terceiro estágio: afiliação a grupos

Nos países do ocidente, a necessidade de fazer parte de um grupo exemplifica bem a felicidade. Afiliar-se a grupos marca as diferenças sexuais, a amizade, o amor, e torna as pessoas mais felizes. Seja em família, entre amigos ou num relacionamento amoroso, esta é uma das maiores necessidades do ser humano.

Quarto estágio: luta pelo sucesso

Para Maslow, a medida em que algumas necessidades são satisfeitas, outras aparecem. Ou seja, a medida em que vamos conquistando a casa própria, amigos, um emprego e outros desejos, estamos também em busca do sucesso, reconhecimento e valorização de nós mesmos por parte dos demais.

O topo da pirâmide: realização pessoal

Então, finalmente, chegamos ao que A Mente é Maravilhosa tanto busca. O que Maslow deixou bem claro e o que queremos que as pessoas se lembrem: o segredo está em se libertar de preconceitos, na auto-aceitação, na criatividade, na aceitação de fatos, na solução dos conflitos internos que possam vir a aparecer, assim como na criação da própria identidade íntegra.

Opositores a pirâmide de Maslow

Inúmeros pensadores, psicólogos e filósofos se opuseram à esta escala proposta por Maslow. Alegavam que somente nós mesmos sabemos o que realmente precisamos para sermos felizes, porque no fim das contas, a autonomia da felicidade é assim. Afirmavam que uma teorização da felicidade era complexa demais para ser verdade.

Recomendados para você