Seja você mesmo o amor da sua vida – A mente é maravilhosa

Seja você mesmo o amor da sua vida

fevereiro 4, 2015 em Emoções 0 Compartilhados

Querer e amar a si próprio é uma grande experiência e, uma emoção que devemos começar a praticar agora mesmo, neste exato momento. 

Amar a si mesmo e ser egoísta são duas coisas diferentes.

Amar a si mesmo é, antes de tudo, aceitar completa e incondicionalmente todo e cada um de seus aspectos pessoais, tanto positivos como negativos. Amar a si próprio não significa ser egoísta, porque a pessoa egoísta não se ama, nem se aceita – somente se odeia e se castiga. Por isso mesmo se compara e se aproveita dos demais, porque não tem amor para dar.  Não ama a si mesmo, nem ama os demais. Enquanto a pessoa que ama a si mesma é capaz de dar, ajudar e compartilhar com os demais sem nenhum esforço, já que o amor flui dentro dela, sem dificuldades e limites, e sim com uma total liberdade.

Como começar?

Amando o nosso corpo exatamente como ele é, sem a necessidade de compará-lo com os modelos impostos pela sociedade, já é um bom começo. Ame cada centímetro do seu corpo.

Aceite a si mesmo e expulse todo seu repertório de “deveria…”. Sendo apenas você mesmo, deixando, assim, a sua assinatura.

Aceitar e expressar as emoções de maneira adequada é fundamental para levar uma vida sã.

Conhecer e aprender a usar a própria mente é uma ferramente valiosa para um crescimento pessoal e social.

É importante usar a mente a nosso favor e evitar que boicotemos a nós mesmos. Como costuma dizer uma grande amiga minha, “Se goste, porque passará toda a sua vida consigo mesmo”, e como ela tem razão. Em nossa caminhada cruzamos com muitas pessoas, algumas vão, outras vêm, algumas permanecem junto a nós, mas você é a sua companhia por todo o tempo. Dessa maneira, não encontro outro motivo mais importante para que comece a amar a si mesmo neste exato momento. Seja você mesmo o amor da sua vida! “Amar a si mesmo é o começo de um relacionamento que vai durar a vida toda.” (Oscar Wilde)

Créditos da imagem: Ana Vigueras e Rita Robalinho
Recomendados para você