A superação vem da nossa autoestima e a fortalece

· novembro 18, 2016

A nossa autoestima depende de como nós mesmos nos vemos, como nos valorizamos, nossas percepções e crenças sobre o que somos e o que somos capazes de fazer. A autoestima, no entanto, tem pouco a ver com nosso talento real ou nossas capacidades, mas constitui a pedra angular sobre a qual podemos construir qualquer superação pessoal.

As pessoas com baixa autoestima ou com uma visão pobre sobre si mesmos e de suas capacidades pensarão: “Superação?! Para quê?!”. Outros ficarão presos a ponto de se sentirem incapazes de dar qualquer outro passo, jogando a culpa em sua situação ou no contexto. Mas todos temos que saber que a superação é possível sempre.

Superação: até onde eu posso chegar?

Só conhecendo a nós mesmos e explorando nossos talentos seremos capazes de começar a desenvolver todo o nosso potencial. Mas esse potencial que fica esperando para sair pode estar reprimido pela falta de segurança em si, por uma autoestima doente.

areia-pes

Nesse processo de exploração de nossos talentos, no entanto, não temos mais remédios além de enfrentar o pior de todos os nossos medos: nós mesmos. O único lugar no qual estão construídas nossas limitações, nosso passado, nossas feridas e nossa forma particular de ser. As dúvidas que temos sobre se vamos conseguir ter sucesso, se vamos poder fazer algo ou se todo o peso que arrastamos na nossa mochila emocional vai nos impedir de avançar só existem em nós.
Só atrevendo-se a ser você mesmo, aceitando a si mesmo como é e amando-se de maneira incondicional será possível começar a curar sua autoestima, e então, consequentemente, criar condições para despertar todo o seu potencial.
“Não confunda a parte com o todo. Ninguém é bom em tudo. Nem ruim em tudo. Afirme-se pelas coisas em que você é bom e analise o que faz você se sentir mal. Depois, lembre-se sempre de que pode mudar o que não está bem.”
-Bernardo Stamateas-

Faça as pazes com você mesmo: aceite as suas fraquezas

Uma autoestima saudável implica ser consciente tanto de nossos pontos fortes quanto de nossas fraquezas. Aceitar ambas é o que torna possível que nos amemos, inclusive o que nos faz ser amado pelos outros. Tudo o que levamos dentro de nós faz parte do nosso eu. Reconhecer nossas fraquezas nos dá força para nos superarmos. Não reconhecer, por outro lado, nos torna vulneráveis.
Fazer as pazes consigo mesmo faz com que nos libertemos das limitações autoimpostas ou que surgem dos outros, mas que aceitamos para nós. Fazer as pazes consigo mesmo implica aceitar as fraquezas e apoiar-se nelas para dar o primeiro passo para a superação pessoal.

O que os outros pensam não é problema seu

Ninguém é uma nota de 100 reias para agradar a todos. Tentar satisfazer todo mundo é uma tarefa completamente inútil, especialmente se esquecemos que os primeiros que devem estar orgulhosos de qualquer coisa realizada por nós somos nós mesmos. Por mais que os outros digam e opinem, no final cada um anda no seu próprio caminho. Seu caminho, sua vida, isso é assunto seu. O que os outros pensam sobre você é problema deles.
Não é fácil superar o medo do olhar da sociedade, o medo de ser rejeitado, do que dirão, de todos os obstáculos que isso poderia colocar no caminho. Mas o que os outros dizem e opinam só tem o poder que nós permitimos que tenham.

campo-mulher

Olhe para dentro de si e escolha quem você quer satisfazer: o espectadores ou o ator. Quando fizer isso tenha em mente que sua vida não é uma peça de teatro com uma trama determinada por um escritor que busca satisfazer o público que paga a entrada. Quem paga a entrada é você.

Não esqueça que muita gente só verá uma versão sua que é limitada. Ninguém melhor que você pode conhecer os motivos, as metas e os esforços que estão aí dentro. Não nos esqueçamos de que muitas pessoas não têm a melhor das intenções. Muitas têm por exemplo a inveja, que transforma as pessoas de baixa autoestima ou com valores pobres em seres rastejantes que só se preocupam com seu êxito e o medem pelo quanto estão acima dos demais, mesmo que isso signifique passar por cima de muita gente.

Não deixe que isso o afete. A superação de si passa também por superar o olhar dos outros, vendo-se como é e como quer ser.