Você conhece o “estado Flow”, ou de Fluxo?

· fevereiro 11, 2015

Já experimentou alguma vez a sensação de que estava tão imerso em uma atividade concreta que perdeu a noção do tempo? Esteve fazendo algo de forma tão concentrada que só pensava naquilo, e o resto passou para o segundo plano? Experimentou aquilo de “o tempo passou voando para mim”? Se a resposta é sim, pode ser que tenha estado mais perto de saborear o estado de Flow do que imagina.

O que é o estado Flow, ou de fluxo?

O estado Flow, ou de Fluxo, é um estado emocional positivo desenvolvido por Mihály Csíkszentmihályi, um dos psicólogos mais prestigiados no estudo da psicologia positiva. Ao experimentar esse estado, a pessoa se encontra totalmente absorta em uma atividade de seu próprio prazer, na qual o tempo voa, e as ações, pensamentos e movimentos acontecem um atrás do outro, sem sequer parar para planejá-los.

Este estado emocional positivo é caracterizado por ser uma atenção total na atividade que estamos realizando, na qual nada mais importa, mantendo um grau de concentração absoluta. Assim, neste estado, parece que temos o controle sobre o nosso destino, sentindo uma grande satisfação, já que a experiência é, por si só, prazerosa.

Ela envolve muito mais do que mera diversão, não importando, nesse momento, as adversidades, nem os problemas que aconteçam. Todo o nosso ser encontra-se concentrado na tarefa, utilizando e levando nossas destrezas e habilidades ao extremo. No Estado Flow nos encontramos fazendo o que realmente queremos, sendo esse um sentimento espontâneo, de pouco esforço.

Quando acontece?

O Estado de Flow acontece quando as capacidades e habilidades com as quais contamos se encontram em equilíbrio com os objetivos e desafios que a atividade apresenta. As metas, no entanto, serão realistas quando nos encontrarmos em harmonia com nossas próprias habilidades, e a tarefa não será mais fácil, nem mais difícil.

Podemos experimentar este estado emocional positivo ao realizar qualquer tipo de atividade, como por exemplo, a pintura, a escrita, praticando algum esporte, ou conversando com alguém. Esta felicidade pode ser experimentada por qualquer pessoa, sempre e quando se reúnam os requisitos explicados anteriormente, relacionados com a manutenção do equilíbrio entre as habilidades e a complexidade da atividade. No entanto, é importante encontrar ou detectar aquelas atividades que nos permitam experimentar o estado

Flow em nossas vidas, já que serão elas as que nos permitirão a excelência, assim como a satisfação de dar um maior sentido e valor a vida.

Quais são as características deste estado?

– Diminuição da autoconsciência;

– Equilíbrio entre o desafio e as habilidades da pessoa;

– União da ação e do pensamento;

– Eliminação do medo do fracasso;

– Sensação contínua de prazer diante da realização da atividade;

– A atividade é o objetivo por si só;

– Faz-se o que quer com segurança;

– Distorção do tempo;

– Eliminação das distrações.

 

Como podemos alcançar o estado Flow?

– Fazer de cada atividade uma tarefa ou um jogo;

– Se concentrar na atividade, buscando a transcendência ou o êxtase;

– Estabelecer metas desafiadoras, mas realistas;

– Buscar realizar o máximo da atividade, e não o máximo do esforço;

– Controlar o estado de consciência;

– Não buscar apenas o sucesso;

– Acabar com a procrastinação e com a vontade de não fazer as atividades cotidianas corretamente;

– Se deixar levar pelo processo de realização da atividade.

Com certeza, o segredo está em fazer aquilo que queremos da melhor maneira possível, e até onde nossas capacidades consigam.

Créditos da imagem: Luis Sarabia