10 provérbios africanos ancestrais

· abril 7, 2018

Várias das culturas da África contam com centenas de anos de tradição. O berço da humanidade se localiza nesse continente que hospeda herdeiros de sociedades muito antigas. Assim, nos provérbios africanos encontramos uma amostra de toda essa sabedoria acumulada.

Boa parte dos provérbios africanos deram lugar aos refrões ou aforismo em culturas de outros continentes. Não é para menos, já que muitos deles são bonitos e profundos. Têm uma naturalidade que encanta e uma lógica que deslumbra.

“Até que os leões tenham seus próprios historiadores, as histórias de caça sempre glorificarão o caçador”.
– Provérbio africano da Nigéria –

Hoje queremos trazer uma seleção de velhos provérbios africanos. Tratam de diferentes temas, mas sempre com um mesmo objetivo: servir de guia para a vida. São simples, mas não por serem leves. Pelo contrário: exalam profundidade. Estes são dez dos grandes ensinamentos.

Provérbios africanos sobre caçadores 

Muitos dos provérbios africanos falam da caça, já que várias das culturas desse continente convivem com uma natureza feroz. Neste provérbio nigeriano, por exemplo, aprecia-se a importância de se manter alerta: “O caçador não se esfrega com gordura e vai dormir junto do fogo”.  

Caçadores africanos

Este outro é uma bela metáfora: “O caçador que persegue um elefante não se detém para jogar pedras nos pássaros”. Trata-se de um dos provérbios africanos procedentes de Uganda. Pode ser interpretado de duas maneiras. Uma, que quando se trava uma luta por um objetivo grande, não devemos nos distrair com pequenos combates. Outra, que quem tem grandes objetivos é obrigado, de alguma maneira, a seguir em frente sem parar.

Este outro provérbio é um lindo ensinamento: “Um tigre não tem que proclamar sua ferocidade”. Refere-se ao fato de quem é verdadeiramente forte não precisa demonstrar que o é. Como o tigre, que somente exibe suas garras quando é necessário. Pelo contrário, são os fracos e inseguros que buscam a aprovação com cada uma de suas ações.

Provérbios de cautela

Em quase todas as culturas ancestrais se valoriza muito a cautela/prudência. Para o homem primitivo quase tudo era desconhecido, surpreendente e virtualmente ameaçador. Por isso vários dos provérbios africanos mais antigos falam de prudência. Este, por exemplo, indica: “Um homem não vaga longe de onde está assando seu milho”.

Sol na savana africana

Da mesma maneira, este outro provérbio da cultura suaíli diz: “Se não tampar os buracos, terá que reconstruir as paredes”. Tanto este quanto o anterior falam sobre a importância de cuidar do que já temos.

Outro dos provérbios africanos indica: “O mal penetra como uma agulha e depois é como um carvalho”. Tem um tom poético e desta vez a advertência se centra no mundo espiritual. Mostra que os elementos negativos são, no começo, muito sutis e quase imperceptíveis, mas quando os deixamos crescer, se tornam resistentes como vírus, difíceis de serem erradicados.

Advertências milenares e provérbios de esperança

Em Burundi é muito popular este provérbio: “Não se pode esconder a fumaça se você acendeu um fogo”. Indica que as ações sempre têm consequências visíveis, por mais que tentemos ocultá-las. Qualquer ato deixa uma impressão, por mais discreta que seja.

Este outro provérbio adverte sobre os efeitos de nos deixarmos levar por emoções incontroladas: “A paixão e o ódio são filhos de bebidas que embriagam”. Isso é muito certo e realista. Os sentimentos e as paixões extremas terminam se apoderando da vontade quando os deixamos crescer livremente. Existe uma satisfação insana que nos impulsiona a nutrir esses impulsos.

Mas, assim como muitos outros provérbios africanos orientados a advertir sobre riscos ou sentimentos ruins, também existem outros que nos chamam a cultivar a esperança. Este, por exemplo, é muito bonito: “Lembre-se, se existe tormenta, haverá arco íris”. É bem certo que depois dos momentos difíceis, também chegam outros de sossego. Este outro também é muito esperançoso: “O rio se enche com rios pequenos”. Chama a atenção sobre o fato de que as grandes vitórias se compõem de pequenos sucessos.

Savana africana

Todos os provérbios africanos são realmente bonitos. São afirmações que foram se repetindo de geração em geração, e que educam comunidades completas. São, sem dúvida alguma, um importante legado com o qual todos podemos aprender e nos fascinar uma e outra vez.