12 coisas que deveríamos aprender com as crianças

12 coisas que deveríamos aprender com as crianças

agosto 14, 2016 em Psicologia 6 Compartilhados
Coisas que devemos aprender com as crianças

As crianças têm a habilidade de nos contagiar com suas ilusões, sua vontade de viver, sua alegria, sua forma de se adaptar às mudanças com facilidade. Elas são o impulso de viver, a vontade de conhecer, e o maior exemplo da diversão diária.

Temos muito a aprender com elas, e inclusive deveríamos voltar a ser crianças em alguns momentos. Por isso, a seguir iremos compartilhar 12 coisas que todos deveríamos aprender com as crianças.

Por menor que seja, me ensina tantas coisas

“Por menor que seja, meu filho, você me ensina tantas coisas. Faz com que eu sinta que o mundo é muito mais bonito, mais divertido e interessante e menos complicado do que penso às vezes. Você é o que me faz sentir como é importante rir de qualquer bobagem. Sei que seu amor é sincero, sem máscaras, assim como suas palavras divertidas que às vezes não fazem sentido, mas ao mesmo tempo fazem todo o sentido do mundo.

Você me ensina a ver tudo com outros olhos, com olhos transparentes e sinceros que ainda não estão contaminados pelos convencionalismos e os clichês da sociedade que nos prende. Com você simplesmente tudo é diferente, novo, inesperado, maravilhoso! Você ama sem ressalvas, vive o momento intensamente como se fosse o último, e tudo isso me faz sentir novo, vivo, renovado.”

O que podemos aprender com as crianças

12 coisas que deveríamos aprender com as crianças

1. Sonhe

Não deixe de sonhar e criar expectativas como uma criança por causa de um novo trabalho, um novo amor ou novas amizades, ou até pelas pequenas coisas do dia a dia ou por suas conquistas.

Os sonhos e a motivação são o motor que nos leva a alcançar nossos objetivos na vida. Não se esqueça disso.

2. Não tenha medo do novo

Sempre é melhor se arrepender do que fizemos do que daquilo que deixamos de fazer. Não se permita dizer frases como: “E se eu tivesse ido a aquele encontro com aquela pessoa que gostava tanto?”, “E se tivesse aceitado aquele trabalho que tanto me assustou?”

As hipóteses não são a realidade e às vezes um pouco de risco é necessário para continuar. Não se limite e avance.

3. Divirta-se como uma criança

Deixe para trás os preconceitos ou o medo do que os outros dirão, assim como as crianças fazem. Eles se divertem e riem porque não estão preocupadas com isso, e sim com viver o momento.

Aproveite as pequenas coisas, sorria para dar as boas-vindas ao novo dia e dê um toque de humor à sua rotina.

4. Tenha curiosidade

Quando perdemos a curiosidade é como se morrêssemos um pouco por dentro. Tenha curiosidade para aprender coisas novas, para descobrir novos lugares a visitar. A curiosidade contribui para fazermos mais.

5. Expresse-se com sinceridade

Os adultos, em muitas ocasiões, não são livres para falar. Sentem medo ou vergonha da rejeição das palavras, do que podem dizer, de incomodar.

Além disso, quando sempre dizemos o que os demais querem ouvir não nos sentimos bem por dentro. Liberte-se e expresse-se com sinceridade, como uma criança!

Se não formos sinceros também não permitiremos que os demais nos conheçam verdadeiramente, e não iremos conhecer a nós mesmos.

6. Aproveite o momento

As pessoas dizem “Aproveite os bons momentos, pois os maus vêm sozinhos.” Viva, desfrute, aproveite seus momentos de ócio.

Muitas vezes quando a doença bate à nossa porta ou alguém querido morre nos damos conta de muitas coisas. Talvez devêssemos ser mais conscientes de que só estamos de passagem nesta vida.

Aprender com crianças felizes

7. Ame sem medo

Por que temos tanto medo do amor? As crianças amam sem pensar duas vezes. Elas não pensam que seu animal de estimação um dia vai morrer, ou que o amor da infância vai ser somente uma lembrança quando forem adultos.

Não pense no amanhã e aproveite o hoje. O amor é uma das coisas mais belas que podemos viver, por que temos tanto medo? Medo de sofrer? Tudo passa, inclusive o sofrimento.

8. Adapte-se às mudanças

As crianças são autênticas professoras no tema de se adaptar às mudanças. Elas podem mudar de casa, de escola e até de país, e não acontece nada.

Então, se nós somos os adultos, o que poderia acontecer? As mudanças sempre renovam e enriquecem nossa vida.

9. Não tenha medo de cair, logo você irá se levantar

Você já viu alguma criança cair e não se levantar? A vida é assim. Muitas vezes é apenas a nossa mente quem nos limita.

Frases do tipo “Não vou fazer isso porque se não der certo…” apenas nos prendem onde estamos, e nos impedem de avançar por nosso caminho.

Caia e levante outra vez, não há problema!

10. Não se importe tanto com a opinião dos outros

Damos atenção demais às opiniões daqueles que estão ao nosso redor. Mas, o que você quer? Ouça o seu coração e aja como quiser.

11. Pergunte sem medo e sem vergonha

Qual é o problema de perguntar? Você pensa que vai parecer bobo se fizer uma pergunta? Nada disso, é exatamente o contrário. Perguntar mostra humildade e vontade de aprender.

12. Descanse, não force a máquina

As crianças vão dormir quando estão cansadas. Não descansar o suficiente nos faz cair em muitas ocasiões em um estresse crônico que não nos deixa viver. Respire e descanse para repor suas forças.

Conclusão: volte a ser uma criança e agarre-se aos seus sonhos! Como conseguir fazer isso? Tendo uma criança sempre perto de você!

Recomendados para você