3 segredos para causar uma boa primeira impressão

· julho 20, 2017

É verdade que existem muitos mitos ao redor da primeira impressão. Há pessoas que projetam uma excelente primeira impressão, mas uma péssima segunda, terceira, quarta… Também acontece o contrário: em um primeiro momento você tem a sensação de estar na frente de alguém pouco confiável ou uma pessoa com a qual acha que não vai se dar bem, e depois percebe que estava profundamente enganado.

Mais além das relações interpessoais, a questão da primeira impressão se mostra válida em situações profissionais ou de socialização. Nesses casos, você estabelece uma relação na qual, a curto prazo, vai ser impossível que alguém o conheça a fundo e, por isso mesmo, é a primeira impressão que vai fazer a diferença. Todos nós algumas vez já sentimos a necessidade de passar uma boa impressão porque disso dependia o aparecimento de oportunidades ou, inclusive, o desaparecimento de obstáculos.

 “Nunca se tem uma segunda oportunidade para causar uma boa primeira impressão”.
-Oscar Wilde-

Segundo o psicólogo John Bargh, da Universidade de Yale, a primeira impressão sobre alguém se forma em dois décimos de segundo. E ela tem origem no sistema límbico. A consequência dessa primeira imagem se concretiza na predisposição ou no interesse que vamos manifestar para estabelecer um vínculo com alguém. Se a impressão for boa, nos mostraremos mais abertos e vice-versa.

As situações profissionais ou de relações públicas tendem a ser mais calculadas. Você não se comporta da mesma forma na frente do seu chefe e na sala da sua casa. Isso não tem nada a ver com hipocrisia, mas com uma estimativa plausível de que existem expectativas às quais se deve responder. Para passar uma boa primeira imagem, oferecemos três segredos.

A naturalidade, um fator chave na primeira impressão

Agir com naturalidade não quer dizer que você deve agir sem vergonha, sem pudores ou interpretando um personagem. Definitivamente, uma entrevista de emprego ou uma exposição no ambiente acadêmico não são a mesma coisa que sair com os amigos ou ficar em casa assistindo televisão. Se você se esforçar para ser espontâneo, pode acabar sendo mal-educado ou passar uma imagem errada de si mesmo.

Como causar uma boa primeira impressão

Ser natural significa passar uma imagem que está de acordo ou que é consistente com a pessoa que você é de verdade. Ou seja, se você é uma pessoa desorganizada, não tente projetar uma imagem de alguém organizado. O que você pode fazer é tentar controlar essa característica se acha que ela pode prejudicar você. Assim, em uma primeira impressão, deve-se ressaltar as virtudes e controlar os defeitos. Para fazer isso precisamos de um bom conhecimento das nossas virtudes e dos nossos defeitos.

Ou seja, você pode passar um pouco de maquiagem, mas sem chegar ao ponto de parecer outra pessoa ou de alguém não reconhecer você quando aparecer sem maquiagem. Pense na naturalidade como o cheiro, algo que se percebe e se associa rapidamente.

Confiabilidade e confiança

Vai ser difícil que alguém confie em você se você não for honesto. Se quiser passar uma boa primeira impressão, mas para conseguir fazer isso vai precisar recorrer a mentiras ou hipocrisias, é muito provável que provoque certa apreensão em relação a você. Por sua vez, você mesmo cria uma tensão adicional. Se você mentir, vai ser obrigado a ficar sempre muito atento para não ser descoberto.

Primeira impressão

Confie em você, confie no outro e confie na realidade. Melhor dizer que não sabe falar sobre determinado assunto porque não conhece o suficiente que começar a especular tentando fazer com que o outro engula o seu improviso. Melhor admitir que está nervoso do que se mostrar falsamente seguro e evidentemente tenso. Você não precisa forçar nada. Tenha em mente que independentemente do resultado da situação, o melhor para você é ser honesto.

Comunicação direta

Determine as mensagens que você quer passar. Se fizerem uma pergunta, responda à pessoa e não desvie do assunto. Tente não fazer rodeios nem longos discursos cheios de detalhes. Nesse sentido, acredite que as primeiras conversas entre as pessoas produzem uma melhor impressão quando a troca de turnos da palavra é mais dinâmica.

É importante que você seja comunicativo. Não assuma suas posições como entendidas nem suponha que sendo breve você vai ser específico. Quem não recebe de bom grado o turno da palavra projeta insegurança, e não é isso que você deseja.

A primeira impressão nas relações

Quando iniciamos uma nova relação, queremos que ela seja o menos complexa possível. Esse novo vínculo é um papel em branco. Uma oportunidade para começar a escrever com uma boa letra e de forma clara. Os vínculos que são construídos com base na simplicidade tendem a fluir melhor. Uma boa primeira impressão ajuda a direcionar a um sentido positivo ambas as partes da relação. Nesse sentido, você pode usar um pouco de “maquiagem”, mas faça isso de maneira inteligente, em sintonia com o seu verdadeiro caráter. Não se transforme!