4 caminhos para superar um trauma através da arte

· janeiro 4, 2019

Um trauma é uma ferida emocional que afeta o nosso bem-estar e que pode acontecer com todos nós. Para que não nos fechemos na dor, podemos usar diversas estratégias que façam com que nos sintamos melhor. Neste artigo falaremos sobre algumas formas de superar um trauma através da arte.

Ao passar por uma situação complexa e dolorosa, podemos pensar que não existe um caminho para sair dela. Isso acontece com todo mundo. Às vezes, nós ficamos fechados e deixamos de ver o que existe ao nosso redor, porque existem situações traumatizantes que nos deixam paralisados, sem saber o que fazer.

Podemos restaurar ou transformar essa dor que sentimos através da arte. A ideia consiste em remodelar essa situação traumatizante que tanto nos aflige por meio da criatividade.

Assim, o sofrimento começará a se transformar em aprendizado enquanto, pouco a pouco, vamos transformando essa ferida emocional. Vejamos como podemos superar um trauma através da arte seguindo quatro caminhos diferentes.

“A função da arte na sociedade é edificar; reconstruímos quando estamos sob perigo de demolição”.
– Sigmund Freud –

Conecte-se com o seu interior mais profundo para superar um trauma através da arte

Para superar um trauma através da arte é importante se conectar com o seu interior mais profundo para identificar quais são os sentimentos criados nessa situação e poder transformá-los. Trata-se de pensar em nós e tentar localizar que emoções podem estar associadas com essa ferida emocional.

Mulher que superou seus traumas

Essa conexão profunda vai ajudá-lo a entender como realizar a sua obra de arte. Se não conseguir se conectar com o seu interior rapidamente, não se preocupe, isso requer um pouco de tempo e prática.

Será mais fácil se você estiver em um lugar que goste, com um ambiente agradável. Por exemplo, um lugar onde você possa estar sozinho, escutando uma música que queira: um parque, a sua casa, uma praia… as opções são infinitas.

Uma vez que você identifique aquilo que sente, comece a se expressar da forma que preferir. Você pode fazer isso compondo uma música, escrevendo, pintando, dançando, cantando ou fazendo uma escultura. Você é o criador da sua obra!

Pense nos seus sentimentos e ideias mais profundas associadas a essa ferida emocional e comece a dar forma à sua obra de arte enquanto os seus sentimentos se transformam.

Seja você mesmo

Na hora de realizar a sua obra de arte é importante ser você mesmo; não imagine o que as outras pessoas possam pensar ou querer. Pense em você, em como você é e nos valores que você tem, você é único. Por isso, é você e mais ninguém quem sabe das suas forças e fraquezas.

Não rejeite as ideias que lhe vierem à cabeça, coloque-as na sua obra. Busque as suas próprias forças, seja tolerante com o seu passado, pense no que você pode aprender com as situações dolorosas e como você pode transformá-las com criatividade.

Evite se julgar, dê a si mesmo a oportunidade de ser quem é, com seus valores e suas imperfeições.

A sua obra de arte é o lugar onde você pode colocar todas as ideias que estão na sua cabeça, não importa se elas são dolorosas ou não. Permita-se se livrar de toda a dor que você carrega dentro e colocá-la na sua obra de arte. Como a obra é sua, você poderá depositar tudo aquilo que quiser.

Dê a si mesmo a permissão para se mostrar como realmente é, que consiste na melhor forma de aumentar a sua criatividade. Para superar um trauma através da arte, transforme essa ferida emocional em algo enriquecedor com o seu próprio corpo e os materiais de sua escolha.

Como facilitar o processo criativo para superar o trauma?

Para que seja mais fácil superar um trauma através da arte, propomos as seguintes estratégias:

  • Faça um brainstorming com as ideias que vierem à sua cabeça.
  • Escute a si mesmo.
  • Aceite com amor todos os pensamentos e emoções que surgirem.
  • Não se julgue.
  • Pense no que você poderia aprender com essa situação dolorosa.
  • Pense em uma forma de transformar a ferida emocional e mostrá-la na sua obra.
  • Escolha um lugar onde você se sinta à vontade.
  • Escolha os materiais que vai utilizar.
  • Coloque uma música da qual você goste.

Tudo isso vai ajudá-lo a se dedicar à sua obra: estando em sintonia com você mesmo, com o lugar, com a situação, e com o aprendizado e a transformação que você poderá tirar dessa experiência.

O poder da arte para superar traumas

Para superar um trauma através da arte, aprenda com as visões da arte e da psicologia

Boris Cyrulnik, psicanalista e neurologista da Universidade de Var, na França, indica que a arte facilita a expressão daquilo que é muito difícil transformar em palavras, uma forma de libertação, de controle emocional, e de que a pessoa seja ouvida.

A psicologia estudou a importância da arte para superar as experiências traumatizantes. A seguir, compartilhamos alguns pontos de vista:

  • Arteterapia. A psicologia, a arte e a educação se uniram para estabelecer uma disciplina que busca o bem-estar emocional utilizando a arte como via terapêutica, que é conhecida como arteterapia.
  • Psicanálise. Por meio da arte, expressamos alguns aspectos inconscientes como, por exemplo, os de uma situação traumatizante. A arte seria um meio de expressão, de catarse, ou seja, de libertação.
  • Gestalt. Propõe que o homem pode recriar a realidade a partir dos estímulos aos quais está exposto. Desse modo, é possível transformar situações negativas, e a arte é um caminho para tal.
  • Psicoeducação. A psicoeducação propõe que é possível transformar experiências através do aprendizado e da remodelação dessas vivências, nas quais um elemento facilitador é a arte.
  • Oficinas de arte. A arte é uma forma de expressar as emoções. Além disso, segundo o historiador de arte Ernst Gombrich, é uma forma de percepção e realidade. Assim, através do processo criativo, podemos lidar com diversas situações.
  • Psicologia integral. Pretende potencializar a criatividade do ser humano através do desenvolvimento da consciência.

Através da arte podemos expressar as ideias e os sentimentos associados ao trauma que temos. Então, a arte é um veículo para poder comunicar e transformar o que nos aflige. Um método maravilhoso de fazer do nosso trauma uma metamorfose.

Definitivamente, a arte é uma das formas de superar um trauma, conectando-se com o seu interior mais profundo e começando a modelar e remodelar essa situação dolorosa. Escolha o material e o tipo de arte da sua preferência e mãos à obra! Transforme a sua ferida emocional através da arte.

“Todo homem ferido se vê forçado a uma metamorfose”.
– Boris Cyrulnik –