Comportamentos considerados negativos que são muito saudáveis

5 comportamentos considerados negativos que são muito saudáveis

setembro 25, 2016 em Emoções 32 Compartilhados
5 comportamentos considerados negativos que são muito saudáveis

Nascemos em uma sociedade que impõe regras a respeito de como devem ser nossos comportamentos. Desde pequenos, em nossa família e também em nossa escola, nos dizem como devemos agir, o que devemos fazer ou não, como devemos tratar os outros…

Definitivamente aprendemos uma série de normas para podermos nos relacionar com os demais e sermos aceitos na sociedade. Se não as acatarmos, não seremos aceitos. Simples assim.

“Sempre fui um rebelde… Por outro lado, queria ser amado e aceito, e não apenas como um músico, poeta, lunático e fofoqueiro. Mas não posso ser o que não sou.”
-John Lennon-

Reprimir certas emoções em público, controlar nossas reações, vamos interiorizar tudo isso para seguir um modelo de pessoa que pode ser aceita. Mas o que acontece se tudo isso que contemos realmente for positivo?

O motivo de reprimir certas emoções como, por exemplo, a vontade de chorar, é porque este é considerado um comportamento frágil e vulnerável. Mas, e se não fosse assim? E se estivermos equivocados?

Hoje você verá como certos comportamentos considerados negativos são mais positivos do que você pensa. Aprenda a vê-los de outra perspectiva e você vai comprovar que, talvez, não seja muito bom continuar reprimindo-os. Está preparado para descobri-los?

1. Expressar a ira

menina com dragões

A ira é algo muito maior do que uma raiva. Quando sentimos ira estamos quase a ponto de explodir, se é que já não explodimos. Isso não costuma ser aceito, e as pessoas podem nos olhar feio se temos comportamentos carregados de ira.

No entanto, é melhor contê-la? Se você fizer isso, acabará sendo como uma panela de pressão. Cedo ou tarde transbordará e tudo acabará indo pelos ares. Não poderá controlar sua ira e tudo poderá fugir do seu controle.

Isso pode ser muito prejudicial para você. Guardar a ira pode dar lugar a sentimentos de rejeição, de ódio, de rancor… Não guarde sua ira, expressá-la ajudará a se libertar dessa emoção.

Um estudo realizado pela Universidade de Utrecht descobriu que quando as pessoas ficam com raiva e a manifestam, são mais capazes de concluir seus objetivos e metas, e também se convertem em pessoas muito mais fortes.
Compartilhar

2. Sentir-se perdido

Quem já não se sentiu perdido alguma vez? Todos, em algum momento de nossas vidas, não sabíamos o que fazer, onde ir, como agir. Isso é completamente normal, mas é algo que não aceitamos. Temos medo de nos sentirmos perdidos e isso pode gerar uma grande ansiedade. Podemos sentir que estamos perdendo tempo, que tudo saiu de nosso controle.

Nada mais longe da realidade. Sentir-se perdido o ajudará a prestar mais atenção ao que está ao seu redor. Seus sentidos estarão mais alerta e você escutará seus sentimentos e emoções mais profundas. Você terá encontrado seu caminho.

menina com guarda-chuva

3. Sentir vergonha ao chorar

Chorar é um dos comportamentos que, à medida que íamos crescendo, aprendemos a controlar. Quando pequenos chorávamos por tudo, mas fazê-lo quando somos adultos é considerado um ato de imaturidade. Por isso, aprendemos a reprimir nossas lágrimas, pois elas nos colocam em uma situação muito incômoda diante os demais. Ficamos vulneráveis e acabamos passando por pessoas muito fracas e frágeis.

Mas o choro é muito benéfico.  Pode libertá-lo de tudo aquilo que lhe causa dor, de tudo que faz sofrer e impede de continuar. Você não se sente melhor depois de uma choradeira? Isso é porque chorar tem um poder libertador que não podemos descrever.

Se tiver que chorar, chore. Libere toda a frustração, dor ou outra emoção que sente e volte a sentir um equilíbrio em você.
Compartilhar

4. Ouvidos surdos

Aprender a escutar é algo muito difícil. De fato, muitas pessoas sentem que sabem escutar muito bem, mas isso não recíproco. Escutar é bom, mas nem sempre. O que queremos dizer com isso? Se não escutamos certas opiniões ou críticas, pode ser que não sejamos coagidos a agir de uma maneira ou de outra.

Às vezes nos importamos muito com o que os outros dizem, e com isso acabamos perdendo certas coisas. Por outro lado, aprender a escutar é também aprender a fazer-se de surdo diante daquilo que, na verdade, não lhe trará benefício algum.

Não escutar não significa ignorar ou fazer-se de desentendido. Não escutar significa que seremos prudentes, que saberemos demarcar nossas limites e que nada fará com que nos sintamos pressionados pelas palavras que os outros nos dirão.

5. Não sou capaz de me adaptar

menina com bicicleta e asas de borboleta

Adaptar-se às circunstâncias ou às situações é algo esperado de nós. Mas, e se mesmo com todo o empenho não formos capazes de nos adaptarmos? Talvez não nos encaixemos em nosso ambiente de trabalho, talvez nos encontremos fora de um grupo de amigos do qual achamos que fazemos parte…se for assim, não importa! Aprenda a afastar-se e a buscar além disso, pois só assim conseguirá encontrar seu caminho.

Não há motivo para se adaptar a tudo. Isso só fará com que você dê mais importância a sua zona de conforto, evitando assim que explore novas possibilidades, avance e sinta-se realizado.

“Somente os tolos se adaptam à vida; os inteligentes tratam de adaptar a vida a eles.”
-George Bernard Shaw-

Reflita sobre esses 5 comportamentos que parecem ser negativos, mas que têm muito de positivo. Aprenda a expressá-los da melhor forma, lembrando que a chave sempre será o equilíbrio.

O que você pensa sobre querer e desejar ser aceito na sociedade?

Imagens cortesia de Michael Cheval, Vladimir Kush, Nicoletta Ceccoli.

Recomendados para você