5 conselhos do budismo para enfrentar o caos

· outubro 15, 2018

O mundo nunca foi um lugar pacífico e harmonioso. Cada época, ao longo da história, teve seus próprios pesadelos. No entanto, no mundo de hoje há tanta confusão de estímulos e experiências que tudo é constantemente percebido como caótico. Felizmente, existem algumas orientações que o budismo nos dá para enfrentar o caos atual.

Um dos principais problemas do mundo contemporâneo é que, muitas vezes, não há nem tempo para pensar. Analisar as coisas e refletir são práticas absolutamente necessárias. Apesar disso, a quantidade e rapidez das atividades não nos permite fazer isso com calma.

 “Busque a simplicidade no caos e a harmonia na discórdia”.
-Bruce Lee-

De vez em quando você tem que construir espaços pessoais para dar espaço à reflexão. Podemos nem saber por onde começar. Os conselhos do budismo para enfrentar o caos são um bom guia para ter em mente. Estes são cinco deles.

1. Identificar o que você ama

Parece um exagero, mas não é assim. Há muitas pessoas no mundo que não conseguem identificar com clareza o que amam. Para nos reencontrarmos e abrir espaços positivos em nossas vidas, é fundamental que sejamos conscientes, pelo menos, do mais vivo que há em nossos corações.

Conselhos do budismo

Uma boa ideia é fazer uma lista de todas as atividades que realmente gostamos. Jantar a dois, brincar com nosso animal de estimação ou caminhar pelo parque. O ideal é que a lista seja longa. Certamente, há muitas coisas que amamos fazer e que, no meio da rotina, esquecemos.

2. Manter-se em movimento

Assim como deve haver um momento para a quietude e a reflexão, também deve haver espaços para o movimento. Nesse caso, não se trata do movimento frenético do dia a dia, mas sim de dinamizar cada parte do nosso corpo por amor a nós mesmos.

Um dos conselhos do budismo para enfrentar o caos é manter uma atividade física saudável. Dedicar tempo ao nosso corpo, com nenhum outro propósito além de mobilizá-lo completamente e mantê-lo saudável. Boa parte do bem-estar emocional depende disso. O corpo saudável também ajuda a manter a mente saudável e vice-versa.

3. Fale menos e converse mais

Parte da desordem do mundo atual reside no fato de que se tagarela muito e se conversa pouco. Existem muitas interações diárias que são completamente triviais e desnecessárias. Parece que há um mandato que ordena estar em contato em todos os momentos, com qualquer um que possa e sem um propósito definido.

Esses tipos de interação apenas roubam energia. Eles nos desgastam e, em troca, nos dão muito pouco. Uma das orientações que o budismo nos dá para enfrentar o caos é tagarelar menos e conversar mais. Dar um verdadeiro valor à comunicação. A palavra nutre ou enfraquece a mente. É por isso que devemos ter muito cuidado com o manuseio que fazemos dela.

Ensinamentos do budismo

4. Explorar a criatividade, um conselho do budismo para enfrentar o caos

A criatividade é uma força que nos renova e nos leva a ver a realidade a partir de outra perspectiva. Contribui para que nos expressemos, pensemos, e desperta em nós o criador que cada um tem dentro. Gera uma forma de felicidade muito especial, porque nos permite colocar em jogo múltiplas facetas de nós mesmos.

A arte, os trabalhos manuais e as brincadeiras são as principais formas de explorar nosso lado criativo. Devemos entrar nessas terras para investigar, não para competir ou para demonstrar algo. São atividades livres, que só são genuínas quando realmente nos agradam e nos motivam. Constituem um refúgio para o caos atual.

5. Preservar autenticidade

Muitas vezes, gastamos muito tempo e muita energia para construir ou manter aparências. Sem nos darmos conta, podemos ser muito dependentes da opinião dos outros. Essa é uma prisão sufocante. É preciso fugir desses condicionamentos, que só nos comprimem e nos estagnam.

Quando você consegue ser uma pessoa autêntica, tira um grande fardo de si. Nunca mais tem que se esforçar para manter uma imagem de algo que você não é. A coisa mais importante é que o simples fato de experimentar ser você mesmo é algo que lhe dá paz e tranquilidade. Nesse estado, como resultado, você pode enfrentar o aspecto caótico do mundo de forma mais eficaz.

Budismo para enfrentar o caos

Todos os conselhos do budismo para enfrentar o caos são um convite para nos conectarmos verdadeiramente com nós mesmos. Para voltar nossos olhos para o mais transcendente e deixar de lado o irrelevante. Além disso, certamente são um excelente caminho para aumentar nosso bem-estar e para experimentar o doce sabor da harmonia interior.