5 frases de Jane Goodall que lhe farão refletir

· dezembro 6, 2018

As frases de Jane Goodall transmitem um propósito louvável: uma tentativa de conciliar o ser humano com o respeito pela natureza. Algo que sempre regeu suas ações foi a tentativa de fazer com que as pessoas se redefinissem em seu interior, diminuíssem seu orgulho e saíssem de cima de seu pedestal para entender que todas as espécies são iguais. Além disso, entender que os primatas, que também têm emoções, são inteligentes, sentem empatia e dispõem de um sistema social próprio.

Além de pesquisadora sobre os primatas, antropóloga e etologista, ela é também mensageira da paz pela ONU. Jane Goodall é uma lenda. Estamos diante de toda a sua grandiosidade, humanidade, transcendência e clareza quando vemos suas mensagens. Ela emociona o mundo até hoje com suas palestras. Hoje com 84 anos, ela é reconhecida por seu rabo de cavalo, seu sorriso sereno e o olhar sensível de quem observa o mundo ao mesmo tempo com uma curiosidade infantil e a visão de uma das cientistas mais revolucionárias da história.

“Eu gosto mais de alguns animais do que de algumas pessoas, mas também mais de algumas pessoas do que de alguns animais”.
-Jane Goodall-

Foi Jane Goodall quem desafiou o mundo e uma comunidade científica extremamente agnóstica 50 anos atrás, quando demonstrou que os animais também possuem inteligência. E seu campo de estudo não se limitou apenas aos chimpanzés. Uma outra paixão que define essa etologista inglesa é a observação das aves. Ela foi uma das primeiras vozes que falou sobre como mamíferos e aves como os corvos são capazes de planejar, resolver problemas simples, construir ferramentas para obter comida e se organizar a partir de estruturas sociais.

Sua contribuição teórica já impactou um grande número de disciplinas, entre elas a própria psicologia. Conceitos como a autoconsciência, a empatia, o altruísmo ou o engano já não são “produtos” exclusivos da mente dos seres humanos…

Jane Goodall cumprimentando chimpanzé

Frases de Jane Goodall para refletir

As frases de Jane Goodall nos demonstram que ainda que ela não tenha encontrado o elo perdido da evolução humana, ninguém nunca esteve tão perto de nos demonstrar o quão vinculados estamos aos grandes primatas. E suas conclusões são ainda maiores. Para essa etologista e primatóloga, a única coisa que diferencia os humanos dos outros animais é a linguagem, algo que sem dúvida deveria obrigar o ser humano a refletir e a se redefinir em muitos aspectos.

Vamos ver a seguir algumas frases de Jane Goodall para entender melhor seu legado, esse que podemos também encontrar em alguns livros como “Razões para a esperança”, “Minha vida com chimpanzés” e “No caminho do homem”.

1. Os animais têm sentimentos

“Você não pode compartilhar sua vida com um cão ou com um gato se você não entende que eles também têm personalidade, sentimentos e uma mente”.

Dissemos isso logo no início. As contribuições de Jane Goodall para a psicologia também são muito relevantes. Ela, mais que ninguém, sempre enfatizou a necessidade de tomar consciência sobre a psicologia animal. Porque as evidências não demonstram apenas que os primatas possuem características evidentes de uma inteligência social, mas também de emoções complexas e de uma mente que possui consciência de si mesma.

Quando pensamos nos nossos bichos de estimação mais comuns, como o cachorro e o gato, conseguimos perceber que eles possuem personalidade, necessidades emocionais e uma empatia que não é capaz apenas de conectá-los com animais de sua própria espécie, mas também conosco, seres humanos.

2. Não importa quem você é, mas o que você é capaz de fazer

“O ser humano é uma criatura extraordinária, mas o modo como ele chegou onde está não importa. A evolução por si mesma não tem sentido se não formos capazes de fazer coisas grandes com o que somos agora”.

Essa é uma das frases mais interessante de Jane Goodall. Ela contém em si mesma uma ideia que também é dividida com muitos antropólogos de hoje em dia. Frequentemente, a comunidade científica fica obcecada em poder explicar nossa linha evolutiva, em saber como a ordem das espécies se deu dentro do gênero homo, onde o homo heidelbergensis se encaixa, e se os neandertais são uma espécie diferente ou uma subespécie do gênero homo sapiens.

Para Jane Goodall nada disso importa. O mais relevante para ela é aquilo que fazemos com a nossa vida no momento presente. É só essa conquista evolutiva que nos caracteriza e serve para alguma coisa. Nós somos capazes de criar um mundo muito melhor, mais nobre e respeitoso com o resto das espécies.

Jane Goodall dando palestra

3. A harmonia do mundo animal e a desarmonia do mundo civilizado

“Os chimpanzés, gorilas e orangotangos viveram milhares de anos em suas florestas, com vidas fantásticas, em entornos onde reina o equilíbrio, em espaços onde nunca lhes passou pela cabeça destruir a floresta, destruir o seu mundo. Eu diria que eles tiveram mais sucesso do que nós em relação a esta harmonia com o meio ambiente”.

Essa é, sem dúvida, outra reflexão maravilhosa que fala por si só. Nenhum animal tem a ideia ou o comportamento de destruir seu próprio habitat. De derrubar árvores, queimar seus campos, destruir as flores, contaminar os rios, sujar os oceanos. Consideramos selvagens as espécies de animais que apenas vivem no seu ambiente em harmonia, tranquilamente, enquanto nós fazemos exatamente o contrário.

4. Proteger a natureza pela nossa saúde psicológica

“São muitos os estudos que já demonstraram que as plantas são boas para o nosso desenvolvimento psicológico. Se plantamos jardins e ambientes verdes em nossas cidades, as taxas de criminalidade diminuem. As vítimas de agressões, os doentes mentais e os doentes de hospitais começam a se recuperar se passam tempo na natureza. É disso que precisamos, precisamos dos bosques e dos ambientes naturais porque eles fazem parte da formação de um profundo sentido para o nosso psicológico”.

Jane Goodall segue liderando esse ativismo natural e social para nos conscientizarmos da importância de conservação do verde. De proteger a natureza e a vida selvagem. Essa prioridade traz benefícios inclusive para o nosso bem-estar psicológico, um detalhe de imensa relevância e de que ainda não somos plenamente conscientes. A natureza não é só vida, é também possibilidade de vida.

5. Temos uma responsabilidade

“Quando você conhece um chimpanzé, você se dá conta de que cada um deles tem uma personalidade. Quando um bebê chimpanzé olha pra você, é como um bebê humano. Temos uma responsabilidade com eles”.

Essa é, sem dúvida, uma das frases mais míticas de Jane Goodall. Temos uma responsabilidade com os animais, com os chimpanzés, com os gorilas e com todas as espécies que estamos tirando do seu habitat natural por conta da ganância e violência humana. Para produzir mais óleo de palma, para ter mais recursos naturais, para explorar a terra e tirar dela todos os recursos minerais essenciais para a indústria tecnológica.

Jane Goodall abraçando macaco

Estamos criando feridas incuráveis no nosso planeta, nos animais e também em nós mesmos. Mensagens como as de Jane Goodall nos ajudam a tomar consciência, a descer do nosso pedestal imaginário do topo da escala evolutiva, para olhar no espelho com mais humildade e nos ver como animais irmãos, como humildes habitantes dessa Terra, de um planeta do qual não cuidamos como ele realmente merece.