6 coisas que a tecnologia nos roubou

6 coisas que a tecnologia nos roubou

novembro 30, 2015 em Emoções 5 Compartilhados
O que a tecnologia nos tirou

Quando você puder, faça o seguinte exercício:  olhe ao seu redor em algum lugar cheio de gente (o metrô, a sala de espera do médico, um restaurante) e conte quantos estão abstraídos em seus celulares ou tablets. Você se surpreenderá com o que vê!

Com certeza, o percentual de “tecnologizados” será superior a 80%. Todos ligados nas redes sociais, nas mensagens, nos vídeos, nos e-mails… Onde está a vida? Ficou com o Facebook, YouTube, WhatsApp, Gmail, Android e Apple.

O mais alarmante é que as novas gerações nascidas a partir do ano 2000 convivem com a tecnologia e a sabem usá-la muito bem. Uma criança de 1 ano sabe que, para usar um celular, precisa mover o dedo indicador de cima para baixo. Uma pequena de 2 anos pede para a sua mãe mostrar como saiu na foto que acaba de tirar no parque. E assim continuam os exemplos…

O que a tecnologia nos tirou

Você já parou para pensar em todas as coisas que a tecnologia nos tirou?

É verdade que ela também nos deu milhares de benefícios, e não estamos falando de ir morar no topo da montanha ou em um templo budista para fugirmos dela. Entretanto, tudo tem um limite e existe uma linha muito tênue entre usar os dispositivos para o necessário e ser dependente deles.

A tecnologia nos roubou partes importantes de nossas vidas.  Algumas delas são:

1 – Os próprios pensamentos. Não passamos tempo a sós com nós mesmos. Não meditamos com o travesseiro. Não ficamos pensando no que acontece conosco ou em qual decisão tomar. Quando a mente não está tão estimulada, pode vagar livremente e nos ajudar a solucionar os problemas, a ter ideias brilhantes… Pouco a pouco, a tecnologia está matando a nossa criatividade e imaginação.

2 – A experiência de se perder. Como as pessoas faziam quando não existia o GPS?  Perguntavam a um pedestre, procuravam decifrar um mapa de papel ou se perdiam. Nada melhor do que estar em uma cidade e descobrir aquilo que não está nos guias turísticos. Isto quase não acontece porque logo recorremos ao aplicativo de mapas do celular. Às vezes, é preciso se perder para se encontrar com o essencial.

O que a tecnologia nos tirou

3 – A oportunidade de se relacionar com desconhecidos. Usando novamente o exemplo da viagem, antigamente você perguntava algo para uma pessoa local e poderia até ganhar um bom amigo. Isto também pode se aplicar ao nosso círculo íntimo de amizades. Não se pode compreender os sentimentos através de uma tela, por mais que usemos emoticons ou músicas; para isso, é preciso estar “cara a cara”.

4 – O som do silêncio. O mundo ocidental e as grandes cidades estão cheias de barulhos. A tranquilidade e o equilíbrio estão no silêncio. Podemos nos conectar com nós mesmos, desfrutar a ausência de sons perturbadores e começar a conhecer o precioso silêncio.

5 – A energia do ambiente. Está comprovado cientificamente que os aparelhos como a televisão ou o computador enchem o ambiente de más energias. Por isso, é aconselhável não tê-los nos dormitórios e não ligá-los antes de dormir.

Outro ponto importante consiste no fato de que estamos tão acostumados a tirar fotos de tudo que vemos que perdemos a oportunidade verdadeira de desfrutar a paisagem. Através do olho da câmera ou da tela do celular não se pode apreciar a grandiosidade da natureza, os aromas, os sons, nem as emoções.

Comece a viver mais além de um dispositivo móvel!
Compartilhar

O que a tecnologia nos tirou

6 – O relaxamento. Antes do celular, as pessoas se comunicavam de vez em quando, se moravam longe, ou se visitavam se morassem perto. A ansiedade que enviar uma mensagem provoca hoje em dia e o medo de que ela não seja respondida imediatamente gera uma grande quantidade de estresse. Sem falar nas duas tirinhas azuis do WhatsApp ou da hora de acesso do Facebook! Podemos enlouquecer!

Levamos o telefone até ao banheiro, dormimos com o aparelho colado ao travesseiro, mantendo-o em cima da mesa do escritório ou na carteira da escola. Não podemos esperar um segundo para responder depois que ele toca. Reduzindo o uso da tecnologia você estará mais tranquilo e relaxado.

E por fim, ao usar tanto o celular, você está perdendo os detalhes e a alegria de viver com intensidade.

Quando foi a última vez que você viu o por do sol, a chuva cair ou os pássaros voarem?
Compartilhar
Recomendados para você