6 conselhos para deixar de complicar a vida

6 conselhos para deixar de complicar a vida

dezembro 20, 2015 em Psicologia 0 Compartilhados
Como parar de complicar a vida

Por que procuramos problemas onde eles não existem? Por que, além disso, carregamos muitas vezes os problemas dos outros? E ainda por cima, por que quando realmente aparece um problema, nos assustamos e tentamos evitá-lo?

As pessoas são complicadas, umas mais que outras.

Dentro de cada um de nós carregamos uma mochila em que pesam as lembranças, as experiências, a educação que recebemos. Muitas vezes, ao longo do tempo, elas nos prejudicam e criam problemas onde eles não precisariam existir.

“Três são os grandes problemas do homem: a natureza de complicar tudo sem necessidade, o absurdo afã de assumir problemas alheios, e a estupidez de evitar os problemas reais”
Compartilhar
– Rafael Hernampérez –
Compartilhar

Viajar

Mas, além disso, o mais curioso de tudo é que quando chega um problema de verdade, tendemos a evitá-lo, fugimos dele, sentimos medo.

Não faço mais do que ficar dando voltar no mesmo assunto…”, “O que os outros vão pensar quando virem que eu não quis…?”, “Me sinto sozinho, me sinto tão só e penso nisso o tempo todo”, “Tenho que me manter na linha, não vou comer esse pedaço do bolo de chocolate!”.

Você se identifica com algumas dessas frases? Essas e muitas outras enchem a nossa cabeça sem nos darmos conta.

Pouco a pouco, os pensamentos não nos deixam viver vão dando voltas e mais voltas em nossa cabeça, martelando… Começamos a entrar em uma espiral em que vivemos mais para nossa mente do que para nossa vida real.

Mas tudo pode mudar se quisermos… Pois podemos treinar pouco a pouco nossa mente, da mesma maneira como treinamos nossos músculos.

Já é hora de deixar de complicar nossas vidas por besteiras!

Você deixar de complicar a vida? Apesar de ser necessário fazer um esforço, você pode mudar este comportamento.

Aqui deixamos alguns conselhos para isso:

1. Dê a importância certa às coisas

Preocupe-se quando realmente for necessário. Deixe de dar importância a coisas que realmente não importam!

Não se preocupe mais do que o necessário. Infelizmente, os problemas e as dificuldades não costumam se solucionar quando pensamos mais neles…

2. Perdoe-se e perdoe os outros

Muitas vezes nos sentimos culpados por alguma coisa que fizemos com alguém e não deixamos de nos remoer por isso ou então não perdoamos a falha que alguém cometeu.

Não perdoar nos mantém estagnados e não nos permite avançar, mas perdoar nos libera.

Perdoe, perdoe-se e vire a página.

3. Desconecte-se das preocupações

Comece já a aprender que quando o trabalho acaba, ele deve sair dos seus pensamentos.

Se você voltar de um hospital por visitar um familiar querido, se um amigo esteve lhe contando a respeito de um problema, ou quando você voltar para casa após um dia de trabalho, não continue remoendo o assunto.

Você precisa relaxar a sua mente e liberá-la do estresse e das preocupações diárias.

Ser feliz

4. Esclareça suas diferenças com os outros

Se tiver problemas com alguém, se tiver tido um mal-entendido e não consegue parar de pensar nisso, o melhor é falar com essa pessoa.

Esclareça suas diferenças e você irá tirar um peso das costas. Também é importante aceitar os outros como eles são e escolher como amigos as pessoas que o fazem se sentir bem.

Lembre-se de que não somos ninguém para impor nossa visão aos outros, e muito menos para exigir que eles sejam de uma determinada maneira.

5. Adote frases de cabeceira

Comece a pensar em frases do tipo “A caridade começa por nós mesmos”, “Não posso estar sempre preocupado por coisas que não valem a pena”, “A vida é curta demais para perder tempo com o que não importa”.

Procure as que mais estiverem em sintonia com você e repita-as no seu interior com frequência.

6. Reconheça seus erros sem se martirizar 

Todos nós erramos, não há problema em admitir isso. Você também. Aprenda com os seus erros e continue o caminho.

Cada falha pode ser um aprendizado, e cada crise uma oportunidade.
Compartilhar

Lembre-se de que a vida é um jogo. Algumas vezes se ganha e, em outras, se perde. Mas tão divertido quanto ganhar, muitas outras vezes também é perder… pois aprendemos e nos fortalecemos ainda mais para continuarmos caminhando.

Recomendados para você