Benefícios da terapia do riso - A Mente é Maravilhosa

7 benefícios da terapia do riso

Fevereiro 13, 2018 em Psicologia 116 Compartilhados
Benefícios da terapia do riso

Nos Estados Unidos existem vários centros que estão se dedicando à terapia do riso, levando felicidade e alegria aos pacientes. A terapia do riso também vem ganhando espaço na Espanha, onde existem grupos de palhaços dedicados a visitar hospitais. Em muitos países da América do Sul também. Inclusive, alguns laboratórios patrocinam palestras de terapia do riso para seus pacientes. Mas afinal, quais são os benefícios da terapia do riso?

Em várias empresas e instituições educativas são realizados seminários de terapia do riso com sucesso. Em dias dedicados à saúde, ao esporte e à família, são realizadas palestras de terapia do riso das quais participam mais de duas mil pessoas. Por que essa ascensão da terapia de riso? Bom, o humor prolonga a vida. Uma gargalhada gera mudanças nos estados de ânimo que influenciam o organismo e ajuda a aliviar certos distúrbios e a prevenir outros. Os benefícios da terapia do riso estão mais do que constatados.

Em pacientes com HIV e câncer, por exemplo, a melhora e a tolerância ao tratamento são maiores quanto melhor é o seu humor. De fato, existem vários hospitais na França, Suíça, Canadá, Japão e Estados Unidos que tratam esses doentes com sessões de terapia do riso desenhadas para eles.

Os especialistas têm comprovado que a risada é um excelente medicamento que renova a energia do paciente e aumenta a probabilidade de cura diante da doença. Entretanto, esta não é somente uma terapia para curar. Os benefícios da terapia do riso são múltiplos.

A risada e o bom humor são, na realidade, uma maneira de ver e viver a vida a partir da alegria, e não a partir da raiva. Uma forma mais feliz de enfrentar cada coisa que nos acontece e cada situação que devemos resolver.

Pessoas vestidas de palhaço

O que é a terapia do riso?

A terapia do riso é uma terapia alternativa que se baseia em uma atividade totalmente natural: a risada. A definição mais conhecida do termo “terapia do riso” é  “estratégia ou técnica psicoterapêutica que visa produzir benefícios mentais e emocionais por meio da risada”.

Também poderia ser definida como “uma terapia alternativa que tem a risada como principal inibidor contra o estresse e outras condições”. A terapia do riso é uma disciplina desenvolvida em grupo e que, através da utilização de diversas técnicas, nos predispõe física e emocionalmente para a risada.

Trata-se de praticar diversas técnicas com o fim de buscar a diversão e a volta à infância para obter a melhor risada. Qual é a melhor risada? A melhor risada é a mais saudável, aquela que proporciona uma gargalhada intensa e pura.

A risada e o bom humor são, na realidade, uma maneira de ver e viver a vida a partir da alegria, e não a partir da raiva. Uma forma mais feliz de enfrentar cada coisa que nos acontece e cada situação que devemos resolver.
Compartilhar

A terapia do riso é colocada em prática através de técnicas que geram estados positivos, tanto a nível individual quanto a nível grupal. Essas técnicas influenciam diretamente a saúde geral, a eficiência, a motivação e,  consequentemente, a qualidade de vida.

A terapia do riso não pode ser considerada por si mesma uma terapia, mas é uma técnica complementar. É assim porque não cura nenhum transtorno por si só, mas obtém efeitos muito positivos no organismo. Além disso, os benefícios da terapia do riso são evidentes com a prática contínua.

Efeitos da risada a nível psicológico

A terapia do riso melhora a pressão arterial e a liberação dos chamados hormônios da felicidade: serotonina, dopamina, adrenalina e endorfinas. Quando temos um déficit destes hormônios, podemos nos sentir tristes, desanimados, melancólicos ou sem energia.

Os principais benefícios do riso encontrados a nível psicológico são os seguintes:

  • Ajuda a enfrentar a ansiedade, melhorando alguns sintomas relacionados, como o relaxamento e a respiração.
  • O estresse é reduzido graças à produção de alguns hormônios.
  • Ajuda em casos de depressão, já que ela é reduzida com o favorecimento de uma visão mais otimista.
  • Melhora a nossa autoestima, pelo mesmo motivo.
  • Ajuda a lidar com as demências, atenuando seus sintomas.

Como vemos, a terapia do riso pode nos ajudar a melhorar a nossa saúde mental.

Pingente com carinha feliz

A risada pode nos ajudar a fortalecer o sistema imunológico

O conjunto das defesas do nosso organismo está associado ao nível de endorfinas. Quando estamos de bom humor temos um fluxo adequado de endorfinas, e quando as nossas endorfinas aumentam, estamos melhor protegidos contra qualquer doença ou vírus. Ao contrário, se estamos deprimidos ou sofremos grandes níveis de estresse, se reduzem os níveis de endorfinas e das defesas. Por isso, estamos mais expostos a qualquer doença.

As endorfinas são neurotransmissores opiáceos. Seu efeito é similar ao do ópio, a droga que pode ser obtida a partir da papoula, e que também tem relação com a morfina e a heroína.

Esses neurotransmissores opiáceos são gerados quando temos relações sexuais, fazemos exercícios, comemos chocolate ou alimentos apimentados. A descoberta das endorfinas se deu nos anos 70, quando os cientistas estavam estudando o mecanismo por meio do qual algumas drogas atuavam. Foi comprovado que estas substâncias atuavam sobre receptores específicos situados no cérebro e na medula espinhal, inibindo ou atenuando a sensação da dor.

Quando estamos de bom humor temos um fluxo adequado de endorfinas, e quando as nossas endorfinas aumentam, estamos melhor protegidos contra qualquer doença ou vírus.
Compartilhar

Então, os investigadores se questionaram por que existiam esses receptores, o que os levou a descobrir que o corpo gerava narcóticos de maneira natural. A atividade das endorfinas está relacionada com o sistema límbico do cérebro, ao qual pertence o hipotálamo.

O sistema imunológico serve para combater todo tipo de infecções, desde una simples gripe até doenças venéreas, AIDS ou câncer. Todos nós temos no corpo células potencialmente cancerígenas que o nosso sistema imunológico se encarrega de vigiar e eliminar. Mas, se o sistema falha, essas células reagem, fazendo a doença aparecer. Por isso é tão importante ter um nível adequado de endorfinas no organismo.

7 benefícios da terapia do riso

As sessões de riso devem ser grupais. Por meio da utilização de diversas técnicas, elas nos predispõem de forma física e emocional para a risada. Vejamos quais são os benefícios da terapia do riso:

  • Fazemos exercício físico. A terapia do riso envolve uma parte importante de exercício físico na qual se está em movimento contínuo. Não se preocupe, pois não é necessário ter uma boa condição física para isso.
  • É uma atividade altamente saudável. Ajuda a ter um coração mais forte, uma pele mais oxigenada, melhores defesas, um corpo livre de toxinas e uma mente mais livre. Dessa maneira, também nos ajuda a dormir melhor.
  • Esquecemos as preocupações. Algumas sessões começam com um ato simbólico no qual se lançam os problemas a uma fogueira imaginária como se fosse um feitiço. Ao finalizar um bom período de risadas, todas as preocupações são vistas de forma mais positiva.
  • Enfrentamos melhor a vergonha. O objetivo destas dinâmicas em grupo é deixar-se levar, sendo que você não será julgado pelo que disser ou fizer.
  • Podemos fazer novas amizades. Outro benefício da terapia do riso é que nos dá a oportunidade de conhecer gente nova. Como o ambiente é animado e relaxado, as possibilidades de simpatizar com os demais se multiplicam.
  • Aumenta o nível de energia. A terapia do riso favorece o bem-estar emocional e o relaxamento e, consequentemente, o descanso. Assim, quando você terminar a atividade, se sentirá cheio de energia.
  • É uma prática divertida. Com certeza, você terá dificuldade em se lembrar da última vez em que você aproveitou tanto um momento e terminou chorando de rir. As atividades gratificantes melhoram o nosso estado de ânimo.

Palhaços alegrando homem idoso

Como você vê, são muitos os benefícios da terapia do riso. Só falta que você participe de uma das várias dinâmicas relacionadas que existem e aproveite todas as suas vantagens.

Referências bibliográficas

  • William F. Fry y Waleed A. Salameh. (2004): El humor y el bienestar en las intervenciones clínicas. Bilbao: Ed. Desclée de Brouwer.
  • Begoña Garcia, Larrauri: Programa para mejorar el sentido del humorEd. Psicología Pirámide.
Recomendados para você