5 benefícios psicológicos de fazer exercícios físicos

· dezembro 4, 2017

O exercício contribui para manter uma boa saúde e para prevenir várias doenças. Inclusive, praticar atividades físicas regularmente é uma excelente maneira de limpar a mente, tomar decisões e alcançar o bem-estar emocional. Ou seja, também são muitos os benefícios psicológicos de fazer exercícios físicos.

Nós estamos acostumados a pensar que mente e corpo são duas realidades diferentes que não estão relacionadas. Mas não é verdade. Corpo e mente se moldam mutuamente, trabalham juntos e não ficam isolados. Na verdade, a relação desses dois aspectos e a maneira como funcionam são fundamentais para a nossa saúde.

Os pesquisadores descobriram que independentemente da idade ou da condição física, o exercício físico tem efeitos magníficos sobre as capacidades de aprendizado e de bem-estar emocional. Muitos problemas emocionais são regulados e podem ser melhor tratados com base nos esportes e na atividade física. Para observar esse fato com mais detalhes, vamos ver alguns dos benefícios psicológicos de fazer exercícios físicos.

“O movimento é um remédio para criar a mudança física, emocional e mental.”
-Carol Welch-

Os benefícios psicológicos de fazer exercícios físicos

1. Aumenta a autoestima

Como é possível que o exercício físico modifique uma aspecto tão interno quanto a autoestima? Simplesmente porque, ao realizar atividades para o cuidado com o corpo e ampliar os limites de exigências físicas, também aumentamos a percepção positiva que temos de nós mesmos.

Mulher fazendo exercícios ao ar livre

Depois de fazer exercícios físicos, experimentamos uma sensação parecida com o que se sente quando se conquista algo. Isso, portanto, aumenta a valorização que temos conosco e do que fazemos. Além disso, o exercício físico tem a propriedade de melhorar a aparência em um período de tempo relativamente curto. A pele revigora, o corpo é tonificado e tudo isso em conjunto faz com que nos vejamos mais atraentes.

2. Ativa a química da felicidade

Um dos efeitos do exercício físico sobre o cérebro é a ativação da produção de endorfinas, substâncias químicas que agem como neurotransmissores. Sua função é a de reduzir a dor física, quase como se fosse um medicamento e, ao mesmo tempo, criar uma sensação de felicidade.

Por essa razão, o exercício físico é muito recomendável para quem tem sintomas de depressão ou simplesmente está com “o ânimo pra baixo”. Na verdade, fazer de 15 a 20 minutos de exercício é muito benéfico quando nos sentimos tristes.

3. Reduz o estresse e a ansiedade

A atividade física é uma excelente via para diminuir a tensão muscular, o que incide significativamente nos estados de estresse. Por um lado, exerce uma função de distração que permite reduzir o estado de alerta metal e diminuir os níveis de ansiedade. Por outro lado, o caráter recreativo do exercício e dos esportes proporcionam a liberação de muitas tensões emocionais.

Homem fazendo exercícios em academia

Além disso, o exercício físico e os esportes contribuem no processo de reabsorção do “cortisol”, também conhecido como “o hormônio do estresse”. Quando se está com medo, angústia e ansiedade, há uma quantidade significativa desse hormônio no nosso organismo. Ao realizar atividades físicas, o organismo o absorve e isso se reflete na diminuição do estresse.

4. Protege contra o comprometimento cognitivo

Os esportes e o exercício físico não exercem apenas um maravilhoso efeito sobre o nosso ânimo. Essas atividades também são determinantes nas nossas habilidades cognitivas. Se as atividades físicas forem realizadas com frequência, aumentam o nível de várias substâncias químicas no cérebro que evitam a degeneração de alguns neurônios em uma região chamada “hipocampo”.

Em outras palavras, o exercício físico contribui para que o nosso cérebro se mantenha funcionando bem com o passar dos anos. As pessoas sedentárias estão mais expostas a sofrer de doenças como o Alzheimer ao atingir idades mais avançadas.

5. Facilita o controle dos vícios

O exercício físico se mostrou ser um excelente motivador para quem deseja para de fumar. Além de ajudar a recuperar a capacidade pulmonar, também contribui para reduzir os efeitos colaterais da abstinência.

A atividade física é maravilhosa como complemento dos processos de parar com determinados hábitos e se desintoxicar em vários sentidos. Por um lado, aumenta a sensação de controle sobre o próprio comportamento. Por outro, ajuda a construir hábitos de vida saudáveis e reduz os sintomas da síndrome de abstinência.

Mulher fazendo exercícios físicos

Esses são apenas alguns dos maravilhosos benefícios psicológicos de fazer exercícios físicos. Como se pode perceber, você não precisa se tornar um atleta.  O ideal é conseguir fazer, pelo menos, de 15 a 20 minutos de exercício por dia. Se isso não for possível, tente começar com meia hora durante três dias por semana. Com certeza você vai notar rapidamente os efeitos.