Frases de Suzanne Powell sobre a sabedoria e o amor

7 frases de Suzanne Powell sobre a sabedoria e o amor que vão inspirar você

Março 24, 2018 em Psicologia 159 Compartilhados
Frases de Suzanne Powell

As frases de Suzanne Powell são estímulos para o nosso crescimento pessoal e a nossa espiritualidade, âmbitos que nos exigem maior responsabilidade e concentração. Essa especialista no campo da autoajuda e da filosofia zen nos transmite, com suas palavras, um maravilhoso impulso vital com o qual podemos “nos reiniciar”.

Todos sabemos que na atualidade, se existe algo que é comum nesse campo – o do despertar espiritual e da autoajuda – são os gurus. No entanto, podemos dizer sem medo de errar, que Suzanne Powell traz novos ventos e raízes a partir das quais aprender, crescer, assumir estratégias com as quais gerir muito melhor a nossa realidade e nos expandirmos de dentro para fora.

Essa irlandesa que mora em Madrid, formada em terapias alternativas, dedica sua vida à educação e a ministrar cursos e palestras solidárias com as quais promove uma mudança real no ser humano, um despertar. Assim, e através de livros como “O reset coletivo” (sem tradução para o português) ela dá forma ao que denomina uma nova cultura ética, na qual cada indivíduo é capaz de receber e, ao mesmo tempo, expandir esse amor incondicional com o qual incentivar o respeito e um mundo mais conectado com o emocional, o espiritual.

A mensagem contida em cada uma das frases de Suzanne Powell nos convida a isso. E estas pequenas amostras que deixaremos a seguir são exemplos excepcionais.

Olhos femininos

1. Frases de Suzanne Powell sobre o amor

“Amai-vos uns aos outros. Não há tempo, não resta muito tempo”.
-Suzanne Powell-

Essa é uma das frases de Suzanne Powell que encontraremos em um de seus livros mais recentes “Despertem, humanos, chegou a hora” (também sem tradução ao português). Nas suas páginas está impregnada a mensagem que age quase como uma chamada à ação, à urgência: nos convida a mudar o lugar em que nos posicionamos em relação ao tempo.

Um futuro de harmonia e equilíbrio nos aguarda, uma nova fase no curso da humanidade na qual só mergulharemos se agirmos com responsabilidade no aqui e agora, entendendo que o segredo é o amor, esse tendão psíquico e espiritual no qual vamos encontrar força suficiente para superar os desafios que nos esperam.

2. Aprender a perdoar

“Para viver em paz é preciso perdoar, aceitar e esquecer”
-Suzanne Powell-

A maioria das religiões, assim como as filosofias orientais, têm em suas teorias a sempre relevante figura do perdão. Saber perdoar não é apenas um ato que melhora a convivência, é também uma forma de libertação, de crescimento e de expansão.

Assim, Suzanne Powell nos ensina através de seu prisma pessoal a relevância desse ato, dessa prática, na qual perdoar também é saber aceitar o que aconteceu, aprender com esse acontecimento ou circunstância para progredir, nos sentindo mais realizados e, ao mesmo tempo, mais leves.

3. Conectar para descobrir: o autoconhecimento

“É de extrema importância nos conectarmos com nós mesmos para saber quem somos, para descobrir a relação que temos com o que está a nossa volta e para onde vamos. Chega de acumular títulos e diplomas. Primeiro você deve descobrir o que tem aí dentro de você”.
-Suzanne Powell-

Essa é uma das frases de Suzanne Powell que, sem dúvidas, vale a pena ter em mente todos os dias. Frequentemente focamos grande parte da nossa vida a nos formarmos profissionalmente. Nós acumulamos títulos, competências técnicas e, inclusive, psicológicas, com as quais tentamos ser mais produtivos nos nossos ambientes de trabalho.

No entanto, na verdade nenhuma dessas estratégias vai se transformar em felicidade ou, até mesmo, em desenvolvimento pessoal se primeiro não passarmos por esta porta: a porta do autoconhecimento. Saber se conectar com nós mesmos é a passarela que vai nos levar realmente ao que desejamos, ao que queremos de verdade na nossa vida, sabendo onde estão nossos limites e verdadeiras necessidades.

Mulher se libertando das correntes

4. O que realmente é o Zen?

“Zen é saber o que pensamos, saber o que falamos e saber como agimos durante as 24 horas do dia”
-Suzanne Powell-

Quando pensamos no zen é comum que venha à mente tudo que está relacionado com o aspecto cultural, como podem ser as artes marciais, a decoração de interiores e jardins, etc. No entanto, Suzanne Powell é uma verdadeira referência nesse campo. Além de ser a presidente da Fundação Zen na Espanha e colaborar com várias causas solidárias, ela nos transmite a verdadeira essência dessa abordagem budista com a qual podemos melhorar a nossa vida.

Zen é bem-estar, equilíbrio para a mente e o corpo. Zen é aplicar uma abordagem correta e um senso de responsabilidade com o qual criar mudanças adequadas. Suzanne Powell nos propõe, por exemplo, aprender a respirar e aprender a ativar nossos “pontos zen” com os quais podemos equilibrar nossos chakras.

5. Seja paciente, seja otimista

“Se você não compreender algo, tenha paciência, aceite sua situação com alegria, pedindo para saber o porquê das coisas”.
Compartilhar

Em um mundo de correrias, onde a urgência devora tudo e onde frequentemente nos caracterizamos por ter a mesma tolerância à frustração de uma criança de 5 anos de idade, aprender a ser paciente é tão importante quanto respirar.

Essa é, sem dúvidas, uma das frases mais interessantes de Suzanne Powell. Uma frase que nos convida a saber aceitar certas situações, aquelas que nos colocam às vezes em uma encruzilhada, em uma antessala rodeados por incerteza. Além disso, devemos saber tolerar esses momentos com otimismo e confiança.

A imensidão do universo

6. Seja o melhor exemplo

“Não julgue ninguém para não ser julgado, não faça mal para não receber o mal. Seja o exemplo a seguir para os outros”.
-Suzanne Powell-

Como negar? Fazemos quase sem nos darmos conta, nossa mente é muito rápida julgando comportamentos, palavras, atos e pessoas conhecidas e, principalmente, desconhecidas. Julgamos pela necessidade de ter um mapa com o qual nos conduzir no ambiente, classificando em categorias e com seus rótulos correspondentes.

Para que serve isso? Suzanne Powell deixa claro. Com esse tipo de comportamento, no qual um faz mal ao outro e este sempre devolve o mal, no qual há uma troca de atos ruins, a única coisa que conseguimos é consolidar um mundo de egoísmos. Nada cresce nesse ambiente. A humanidade não avança colocando simples rótulos. Se estamos destinados a alcançar um futuro com mais harmonia, devemos começar por nós mesmos: sendo o melhor exemplo.

7. Aproveite o aqui e agora

“Aproveite o presente, seja você mesmo em cada momento e com todas as consequências”.
-Suzanne Powell-

Aproveitar o “aqui e agora” é, sem dúvidas, uma das frases mais recorrentes e mais utilizadas na atualidade. No entanto, nós aplicamos de verdade esse princípio, esse pilar do autoconhecimento?

A verdade é que nem sempre. Não fazemos porque carregamos um excesso de passado e um excesso de angústia sobre o futuro. Com essa visão, o presente se dilui. Portanto, vamos dar ouvidos a uma das frases mais importantes de Suzanne Powell: vamos apreciar o presente, sendo nós mesmos com responsabilidade.

Flor delicada na áuga

Para concluir, temos certeza de que essas frases de Suzanne Powell nos fizeram pensar. No entanto, não basta apenas refletir, ter empatia com esse tipo de ideia. Vamos agir, vamos tentar aplicar de forma real, sentida e vívida cada um desses aspectos para criar uma realidade muito mais íntima, amorosa e generosa.

Recomendados para você