7 frases inesquecíveis de Nicanor Parra

· dezembro 7, 2018

As frases de Nicanor Parra não nos trazem os pensamentos de um poeta, mas sim de um antipoeta, como ele mesmo se autodenominava. Ele foi um homem que viveu por mais de um século no mundo das letras, e que nunca deixou de nos surpreender com sua maneira particular de ver o mundo e de se expressar.

O antipoeta nasceu no dia 5 de setembro de 1914, em San Fabian de Alico, no Chile. Filho de um músico que também era professor de escola primária, e de uma costureira e tecelã de origem camponesa, desde criança foi muito estimulado a aprender a arte popular. Seus pais também lhe transmitiram uma forte consciência social, o que se refletiu em muitas das frases que são de autoria de Nicanor Parra.

Nem muito inteligente nem idiota. Eu fui o que eu fui: uma mistura de vinagre e óleo. Um embutido de anjo e besta!”.
-Nicanor Parra-

Ele ganhou o Prêmio Nacional de Literatura em 1969, o Prêmio Reina Sofia de poesia em 2002 e o Prêmio Cervantes em 2011. Foi um dos eternos candidatos ao Prêmio Nobel de Literatura, mas não chegou a recebê-lo. Morreu aos 103 anos, rodeado por todo o amor de seus leitores. Essas são algumas das frases mais famosas de Nicanor Parra.

Uma das frases de Nicanor Parra sobre questões estatísticas

A antipoesia se caracteriza por romper com a poesia tradicional. Fala sobre temas diferentes, com estruturas de linguagens não tradicionais. Trata-se de uma corrente de pretende demonstrar que a poesia nem sempre precisa ser feita com jogos de linguagem complexos.

Nicanor Parra

As frases de Nicanor Parra são também expressões desses antiversos e da antipoesia. Essa é uma delas: “Temos dois pães. Você come dois. Eu não como nenhum. Consumo médio: um pão por pessoa”. Ele se refere, com ironia e humor, às contradições da estatística aplicada ao social.

A resposta do oráculo

Um dos aspectos mais explorados por Nicanor Parra em sua antipoesia é o do absurdo. Isso fica perfeitamente evidente em vários de seus antipoemas e em suas frases. Essa, por exemplo, faz referência a um absurdo maravilhoso: “Resposta do oráculo: faça o que for, você se arrependerá”.

Essa é uma forma bonita e sutil de afirmar que, infelizmente, não importa o que aconteça nem como agimos, sempre haverá algo imperfeito, algo falho em alguma medida. Fazer algo sempre vai implicar deixar de fazer outras coisas em seu lugar. Isso, de algum modo, quase sempre nos leva a algum grau de arrependimento.

A culpa e o perdão

Aqui temos um belo verso que se tornou uma das frases mais populares e famosas de Nicanor Parra. Ele diz assim: “Roubando flores sob a luz da lua, eu peço perdão aos quatro ventos, mas não me declaro culpado”. As flores que são roubadas na escuridão são feitas de luz, e por elas não se pede perdão.

Pessoa com flores cobrindo o rosto

O interessante dessa frase é a segunda afirmação: que quem pede perdão ainda assim pode não se declarar culpado. É um belo modo de declarar que ainda que você tenha causado algum mal, não necessariamente há culpa ou arrependimento pelo que foi feito. Uma declaração para aqueles que agem com convicção, sendo conscientes de que eventualmente seus atos podem afetar os outros de maneiras não previstas.

Os países existem ou o que existe é a ilusão de que eles existem?

O tema político é recorrente na antipoesia de Nicanor Parra. Ele não é exatamente defensor de alguma causa, mas poderia ser caracterizado como um delator das contradições do poder. Seu humor é de ascendência anarquista: nem da direita nem da esquerda, mas do lado do ser humano e da razão.

Outra das grandes frases de Nicanor Parra nos diz o seguinte: “Acreditamos que somos um país, mas a verdade é que somos apenas uma paisagem”. Essa afirmação é uma declaração clara de rejeição aos conceitos políticos administrativos criados pelos homens. A terra não demarca países naturalmente, os homens fazem isso. E na realidade, o que há é apenas paisagem.

Os nomes das coisas

Um antipoeta também faz reflexões em seus textos sobre de que é feita a poesia e o que é o poético. Uma das definições acerca do papel do poeta é maravilhosamente expressada nessa frase: “O poeta não cumpre sua palavra se não muda o nome das coisas”.

Homem escondendo flor preta com as pétalas voando

Isso significa que poesia é, antes de mais nada, nomear novamente o mundo e a realidade. Batizar de novo os objetos físicos e mentais. Ou seja, dizer as coisas de uma maneira que ainda não foi dita por ninguém, renovar o olhar sobre o que já existe.

Essas são apenas algumas das maravilhosas frases de Nicanor Parra, o antipoeta. Sua partida foi sentida em sua terra natal, e em todo o mundo diversas pessoas choraram sua ida. Mas fica para a posterioridade o testemunho de um homem que fez da sua palavra uma verdadeira ferramenta de crítica e criação.