As 7 melhores frases de Louise Hay

· janeiro 15, 2018

As frases de Louise Hay falam de gratidão, amor e cura. São um presente para todos que desejam refletir, aprender e crescer a nível pessoal. Um legado repleto de sabedoria que vale a pena ler ou recordar, caso você já o conheça, em vários momentos das nossas vidas.

Louise Hay foi uma escritora e palestrante norte-americana. Ela é considerada a mãe do crescimento pessoal e precursora dos livros de autoajuda. Dois dos seus best-sellers são “Você pode curar sua vida” (1984) e “O poder dentro de você” (1991). Ambos deixam claro que para progredir, crescer e se fortalecer precisamos nos descobrir e nos conhecer. Ao mesmo tempo nos avisam a respeito de como pode ser perigoso utilizar de maneira errada o poder dos nossos pensamentos.

Sua filosofia pessoal foi marcada por uma infância traumática e uma adolescência manchada pelo abuso. Um caminho repleto de feridas emocionais, raízes de uma baixa autoestima com a qual, com o passar dos anos, ela aprendeu a lidar através da meditação, das afirmações positivas e de várias práticas espirituais.

Graças a isso, Louise Hay aprendeu a se amar, a se livrar do rancor das experiências traumáticas vividas e a perdoar quem lhe causou tantos sofrimentos. Suas frases são um espelho honesto: transmitem tudo o que ela aprendeu nessa emocionante viagem no tempo que é a vida. Grandes lições que devem ser guardadas como um kit de primeiros socorros para nossos momentos mais nebulosos.

Seleção de frases de Louise Hay

Louise Hay

A importância do presente

 “O poder sempre está no momento presente.”

O presente é a oportunidade. O momento mais importante e único no qual se pode agir. O instante a partir do qual deve-se viver conectado a si mesmo e ser capaz de escolher o que fazer na vida e aproveitar.

Viver com pressa, focado no que desejamos ou escravizados pelo que um dia vivemos nos impede de sentir o agora. Louise Hay sabia muito bem disso: o poder de aproveitar e mudar reside no hoje. O resto é somente culpa ou ilusão.

O perdão como ato libertador

 “O perdão é para você, pois o liberta. Permite sair da prisão na qual você está”.

Essa é uma das frases de Louise Hay que precisamos levar em consideração todos os dias. Perdoar é um ato libertador que nos permite nos livrar das amarras da amargura e do passado. Uma decisão pessoal, não uma obrigação.

O perdão é o salva-vidas do ódio e do rancor. A oportunidade de se desfazer e curar o ressentimento provocado por aquilo que tanta dor nos causou.

Coração de papel

A compreensão do comportamento dos nossos pais

 “Se você quer entender melhor seus pais, faça com que falem sobre a própria infância. Se você escutar com compaixão, vai aprender onde vivem os medos e as normas rígidas deles.”

Provavelmente essa é uma das frases de Louise Hay que mais nos leva a refletir no âmbito das relações familiares, mesmo que possa ser estendida a qualquer tipo de relação. Nos momentos em que não compreendemos nossos pais, cairia bem tê-las em mente.

Cada um de nós é uma coleção de histórias e experiências, um acúmulo de circunstâncias e conhecimentos que viemos aprendendo ao longo do tempo. E a infância é uma das fases mais vulneráveis às influências externas. Nós nascemos como esponjas que absorvem o mundo que nos rodeia. Por isso muitos dos nossos comportamentos e das nossas perspectivas sobre a vida têm origem nos primeiros anos da nossa vida. Tudo influencia.

Por isso é importante ter em mente que na maioria das vezes cada um de nós age da melhor maneira possível, da única forma que sabe agir. Pode não ser a mais correta ou a mais adequada, mas é a opção que melhor consideramos nesse momento devido ao peso da nossa bagagem. Assim como nós, nossos pais, nossos amigos ou nosso(a) companheiro(a). Outra frase de Louise Hay reflete isso muito bem:

 “Se sua mãe não sabia como amar a si mesma ou seu pai não sabia como amar a si mesmo, seria impossível para eles ensinarem você a amar a si mesmo. Eles estavam fazendo o melhor que podiam com o que lhes foi ensinado quando crianças.”

Além disso, nos leva a refletir sobre as consequências das feridas emocionais nos outros. Se nossos pais são vulneráveis ao abandono ou à rejeição, se carecem de amor próprio ou se não sabem lidar com suas emoções, de alguma maneira isso vai nos influenciar, principalmente na infância. Suas feridas envolvem todo o ser, influenciam os comportamentos e a forma de sentir.

Talvez, quando éramos pequenos, não entendíamos muito bem. No entanto, depois, com o desenvolvimento das nossas capacidades cognitivas, muitos de nós nos tornamos conscientes do peso das nossas feridas e de como elas nos influenciaram. Muitas das decisões que nossos pais tomaram não foram conscientes e, em muitos casos, eles fizeram o melhor que podiam, colocando nossos interesses à frente dos deles em um exercício de generosidade.

Família de mãos dadas

O amor como motor da vida

 “O amor é a grande cura milagrosa. Amar a nós mesmos faz milagres.”

Para Louise Hay, a descoberta do amor próprio representou um antes e um depois na sua vida. Antes de se amar, ela se depreciava, se tratava mal e se culpava por tudo. Era uma inimiga para si mesma. Assim que abriu os olhos para o amor, tudo adquiriu uma tonalidade diferente. Ela começou a se respeitar, a se cuidar e a se valorizar como merecia e, a partir de então, tudo mudou.

 “Ame quem você é, o que você é e o que você faz.”

O amor é o motor da via. É uma cura milagrosa. Como expressa Louise Hay, quando o amor entra na nossa vida, transforma o que encontra no seu caminho. Quando nos amamos, temos o poder de mudar e nos reconstruir e, principalmente, de consertar nossas partes quebradas. No entanto, se nos fecharmos a ele, será fácil ficarmos presos no sofrimento, na apatia e no marasmo.

A criação do que pensamos

 “Se eu quero acreditar que a vida é solitária e que ninguém me ama, é isso que eu vou encontrar no meu mundo.”

Essa é outra das frases de Louise Hay que é preciso ter em mente todos os dias. Nós criamos o que acreditamos. A perspectiva que escolhemos vai determinar o nosso dia a dia. Nossos pensamentos têm muito o que dizer sobre isso. A qualidade das nossas crenças vai nos conceder ou nos roubar poder. Por isso cuidar dos nossos pensamentos é tão importante. Eles têm o poder de transformar a nossa vida e determinar como nos sentimos.

Como vemos, as frases de Louise Hay são um valioso legado. Não apenas pelo que transmitem, mas também pelo que inspiram. Através delas, Louise Hay nos leva a conhecer o mundo a partir de outra perspectiva, na qual o amor e o perdão imperam. Palavras às quais podemos recorrer se precisarmos refletir e crescer.