7 músicas para reduzir a ansiedade de acordo com um neurocientista

· abril 29, 2019
O doutor Lewis-Hodgson, junto com o Instituto Mindlab, realizou uma pesquisa que trouxe evidências de que há um grupo de músicas que ajudam a reduzir a ansiedade, pois influenciam os batimentos cardíacos, a respiração e a pressão arterial, entre outros processos biológicos.

O fato de que a música exerce uma forte influência no nosso humor é algo que quase todos já sabemos ou descobrimos de maneira intuitiva. Há várias pesquisas que provam essa estreita relação entre a música e as emoções. A novidade agora é que um neurocientista britânico afirmou que podemos escutar determinadas músicas para reduzir a ansiedade.

O doutor Lewis-Hodgson, em associação com o laboratório britânico MindLab International, publicou uma lista de músicas para reduzir a ansiedade em até 65%. Ele chegou a essa lista depois de um estudo com um grupo de 40 mulheres voluntárias. Na pesquisam foram monitorados os cérebros de cada uma delas enquanto escutavam músicas.

Também foi feito um acompanhamento minucioso das outras sensações corporais ligadas à ansiedade, como os batimentos cardíacos, a pressão arterial e o ritmo respiratório. Todas as voluntárias, sem exceção, mostraram uma maior harmonia nesses indicadores depois de escutar as músicas para reduzir a ansiedade.

Quais são essas músicas que fazem tão bem para a mente e também para o organismo? O doutor Lewis-Hodgson fez uma lista de 7 músicas para reduzir a ansiedade. Não significa que elas sejam as únicas. O cientista simplesmente buscou as que eram populares no seu ambiente e cultura. Aqui estão as canções, organizadas em ordem de influência, da menor para a maior.

“Sem música, a vida seria um erro”.
-Federico Nietzsche-

Pure Shortes de All Saints

Segundo o ranking de Lewis-Hodgson, a canção Pure Shores, de All Saints, ocupa o sétimo lugar entre as músicas para reduzir a ansiedade. Pertence ao gênero pop eletrônico e sua letra fala, especificamente, de relaxamento.

Essa canção foi aclamada pela crítica de todo o mundo. Emprega notas de contrabaixo, com sons de golfinhos ao fundo. Algumas listas a colocam como uma das melhores músicas de todo o século 20.

Canzonetta Sull’aria de Mozart e Strawberry Swing de Coldplay

Sull’Aria, ou “sobre o ar”, é um dueto breve do terceiro ato da ópera As Bodas de Fígaro. Contém 62 compassos e foi empregada como trilha sonora do filme Sonhos de Fuga.

Por sua vez, Strawberry Swing, de Coldplay, tem uma particular influência tribal em sua produção. Foi lançada em 2009 e ganhou a crítica. Para alguns conhecedores, a música tem uma cadência própria das músicas japonesas.

Watermark de Enya, uma das músicas para reduzir a ansiedade

Watermark é parte do primeiro álbum musical de Enya. O produtor da Warner Music UK, Rod Dickins, ficou encantando desde o primeiro momento com essa música. Adiantou-se ao que a ciência diria depois, assegurando que ela permitia que ele dormisse melhor.

As vozes empregadas em Watermark foram sobrepostas 200 vezes. Isso faz com que a voz de Enya se perca em um conjunto de sons hipnóticos e evocadores. A inspiração foram suas memórias de infância, cheias de magia e fantasia.

Mellomaniac (Chill Out Mix) de DJ Shah e Electra de Airstream

A canção Mellomaniac (Chill Out Mix) é uma criação de Roger Shah, mais conhecido como DJ Shah. Esse alemão, de descendência paquistanesa, é conhecido por algumas composições de música eletrônica. Com Mellomaniac, ele teve um dos seus maiores sucessos.

Tanto essa música quanto Electra de Airstream estão no grupo de músicas para reduzir a ansiedade. As pesquisas realizadas no MindLab afirmam que elas desaceleram em até 27% os batimentos cardíacos, e inclusive podem ter efeitos analgésicos na dor crônica.

Weightless de Marconi Union

A canção Weightless foi classificada como a mais relaxante do mundo pela instituição MindLab em 2011. Segundo as pesquisas, essa música é 11% mais relaxante do que qualquer outra. Foi possível comprovar que ela reduziu a ansiedade em até 65%.

Isso não deve nos surpreender, já que Marconi Union usou, deliberadamente, a teoria científica para compor uma canção particularmente relaxante. A Academia Britânica de Terapia do Som assim a certificou.

Claro que há muitas outras músicas para reduzir a ansiedade. O que elas têm em comum é uma composição complexa, que basicamente não tem padrões repetitivos. Isso faz com que o cérebro se desconecte, já que não é possível prever a próxima nota. A música é, portanto, outra das ferramentas às quais podemos recorrer em momentos de exaltação psicológica.

  • Berbel, P., Moix, J., & Quintana, S. (2007). Estudio comparativo de la eficacia de la música frente al diazepam para disminuir la ansiedad prequirúrgica: un ensayo clínico controlado y aleatorizado. Rev Esp Anestesiol Reanim, 54(6), 355-358.