A arte de não pensar

Parar a tagarelice mental é essencial para nos libertarmos da tensão e do estresse e alcançarmos a paz interior. Esses exercícios simples irão ajudá-lo a não pensar.
A arte de não pensar

Última atualização: 16 Novembro, 2021

Quantas vezes você desejou simplesmente não conseguir pensar? Quantas vezes você quis parar sua mente, apertar o botão de pausa e desfrutar de alguns minutos de paz? Esse é um desejo compartilhado por muitas pessoas, especialmente aquelas com tendência à ansiedade que podem se sentir vítimas de pensamentos intensos e constantes que os esgotam psicologicamente. Afinal, como dominar a arte de não pensar?

Pensar demais pode ser um grande fardo e uma limitação significativa em muitas áreas da vida. Isso não apenas nos afunda em dúvidas e indecisões permanentes, mas também aumenta nossos níveis de estresse e atrapalha nossas relações sociais. Vivendo na mente, não podemos nos conectar com a pessoa à nossa frente. Felizmente, existem algumas dicas e truques que podem nos ajudar a reverter essa tendência.

É possível não pensar?

Por mais exaustiva que a tagarelice mental seja, não pensar em nada é praticamente impossível. Porém, o que é possível é focalizar a atenção em um aspecto específico, para que possamos modificar a atividade do córtex cerebral e, assim, obter algum descanso.

Mulher tentando não pensar

Isso é o que se busca alcançar com práticas como a atenção plena e a meditação. Assim, quando uma pessoa é convidada a esvaziar a sua mente, ela está, na verdade, sendo instada a regular o fluxo do pensamento, a focalizá-lo deliberadamente e a deixar passar as idéias intrusivas que surgem durante a prática deste exercício.

Esta é uma proposta que, para a maioria de nós, não é fácil. Vivemos em uma sociedade em ritmo acelerado, em um ambiente cheio de estímulos, e nos acostumamos com o conteúdo agitado e caótico da nossa mente. No entanto, podemos aplicar alguns exercícios simples para desacelerar essa atividade e encontrar a tão esperada paz interior.

Exercícios para dominar a arte de não pensar

Respiração consciente

Esta é uma das práticas mais úteis para os novos na arte de não pensar, pois é relativamente fácil de implementar. O objetivo é inspirar e expirar com uma certa cadência, de modo que toda a atenção se concentre no fluxo de ar que entra e sai do corpo.

Para praticar a respiração consciente, encontre um lugar tranquilo onde possa ficar sozinho e saiba que ninguém vai interrompê-lo. Tanto quanto possível, vista roupas confortáveis e largas que permitam os movimentos naturais do corpo ao respirar, e feche os olhos. Você pode sentar ou deitar com as costas retas, o que for mais confortável para você.

Em seguida, coloque a mão esquerda no peito e a direita no abdômen. Ao inspirar, leve o ar para os pulmões, fazendo sua barriga subir. Ao expirar, libere lentamente o ar à medida que seu estômago desce, como se quisesse juntá-lo às suas costas. Você pode manter uma determinada cadência, de modo que cada uma das fases (inspirar, prender o ar, expirar, prender) dure quatro segundos.

Varredura corporal

Este é outro exercício simples que você pode usar, por exemplo, na hora de dormir. Consiste em deitar-se de costas, fechar os olhos e começar a concentrar a atenção em cada uma das partes do corpo à medida que o percorre lentamente. Você pode começar pelos pés e subir ou fazer o processo na direção inversa, começando pela cabeça.

Em cada região do corpo, tente identificar se há tensão, se há dor, quais sensações você tem… Você pode até contrair os músculos da região por alguns segundos e depois soltá-los. No final do exercício, você terá alcançado um estado de grande relaxamento físico e mental.

Mulher pensando em algo que a faz feliz

Visualização

Já que não é possível eliminar o conteúdo mental, por que não escolher deliberadamente um que seja agradável e positivo, que transmita calma e bem-estar? Isso é a visualizaçãoimaginar de forma vívida e sustentada uma cena bela e agradável.

Podemos visualizar um campo, uma praia, alguns golfinhos pulando no oceano… o segredo é se envolver com os cinco sentidos: quais são as cores que predominam na paisagem? Como é o aroma desse lugar? Você sente a brisa? Este exercício é muito útil para focar a atenção.

Meditação e atenção plena

Finalmente, se você não quiser pensar, pode praticar meditação e atenção plena. Se você é iniciante, pode começar com meditações guiadas que encontrará na Internet ou frequentar aulas em grupo, para que uma pessoa externa o oriente em suas primeiras práticas.

Por outro lado, a atenção plena pode fazer parte do seu dia a dia a qualquer hora. Simplesmente concentre-se em qualquer atividade que você esteja fazendo, seja cozinhar, tomar banho ou conversar com um amigo… mantenha o foco no presente, no que você percebe, no que você sente. Quando sua mente vagar para o passado ou o futuro, traga-a gentilmente de volta para o aqui e agora.

A arte de não pensar

Embora as sugestões acima sejam relativamente fáceis de implementar, não pensar é realmente uma arte. Requer paciência, perseverança e esforço. Com a prática, será cada vez mais natural para você entrar nesse estado de calma e tranquilidade, e os pensamentos intrusivos serão cada vez menos presentes. Alguns minutos por dia podem ser suficientes para fazer a diferença, reduzir o estresse e aumentar o bem-estar psicológico. Portanto, comece neste caminho hoje.

Pode interessar a você...
3 pensamentos negativos que você pode estar alimentando sem perceber
A mente é maravilhosa
Leia em A mente é maravilhosa
3 pensamentos negativos que você pode estar alimentando sem perceber

Existem certos pensamentos negativos que mantemos quase inconscientemente e que podem nos machucar. Conheça alguns deles e tente evitá-los.



  • Aftanas, L. I., & Golosheikin, S. A. (2003). Changes in cortical activity in altered states of consciousness: the study of meditation by high-resolution EEG. Human Physiology29(2), 143-151.
  • Rodríguez, T., García, C. M., & Cruz, R. (2005). Técnicas de relajación y autocontrol emocional. MediSur3(3), 55-70.