A diferença entre insistir e persistir - A Mente é Maravilhosa

A diferença entre insistir e persistir

Rafaela Félix outubro 27, 2017 em Emoções 391 Compartilhados
A diferença entre insistir e persistir

Você sabe qual é a diferença entre insistir e persistir? Quem nunca passou por situações na vida onde se questionou: insisto, persisto ou desisto? E são vários os momentos como este, seja diante de uma decisão a ser tomada, renúncias a serem feitas, caminhos a serem escolhidos.

Há quem insista em relacionamentos tóxicos, há quem insista em portas que parecem que nunca se abrem, há quem persista naquilo que realmente se quer e há quem desista do sonho tão almejado.

É preciso entender a diferença entre insistir e persistir

Existe uma grande diferença entre insistir e persistir. Insistir significa colocar toda sua energia para alcançar um determinado objetivo, porém de maneira sempre igual, sem buscar soluções criativas e sem enxergar novas possibilidades. É como “bater a cabeça” em algo que você percebe que não vai para frente, mas continua fazendo tudo da mesma maneira. Muitas vezes, quando as coisas estão difíceis demais, quando a porta não quer se abrir, é o momento de se pensar: será que isto realmente é para mim? Será que não estou forçando abrir uma porta que não é o meu caminho a seguir? Quando algo está difícil demais, depois de persistir, é claro, talvez seja o momento de descansar e realmente avaliar a situação.

A diferença entre insistir e persistir

A persistência consiste em buscar soluções inovadoras para alcançar aquilo que ser quer, de forma mais eficaz. É criar estratégias, alternativas criativas e não desistir diante dos obstáculos. Sabe aquele ditado que tudo que vem fácil, vai fácil? É funcional na maioria das vezes. Persistir é ter um ideal em mente mesmo que as coisas estejam difíceis, é continuar lutando de forma criativa e resiliente para tal. Sem a sensação de que se está carregando o mundo nas costas, como muito acontece na insistência. É como desejar chegar ao ponto que ser quer, mesmo que com obstáculos, mas com a sensação de leveza e de estar no caminho certo.

A diferença entre insistir e persistir

Vale a pena fazer esta reflexão, está difícil demais? Já fiz tudo o que pude, já inovei, já lutei e o que desejo não se concretiza? Talvez seja o momento de descansar. De repensar se está persistindo ou insistindo. E reconsiderar que para tudo há um tempo, talvez não seja o momento. Há portas que não são para ser abertas. E há outras saídas que às vezes não são se enxerga diante do beco escuro da vida.

Rafaela Félix

Psicóloga clínica, CRP: 06/119392, terapeuta de família e casal, acompanhante terapêutica, palestrante, mediadora e integrante da Oficina de Pais no Cejusc de Araçatuba. https://www.facebook.com/psicologarafaelafelix/

Ver perfil »
Recomendados para você