Sinais de abandono emocional no relacionamento

outubro 22, 2019
O abandono emocional no relacionamento é uma realidade frequente que pode ser devastadora. Neste artigo, analisaremos as diferentes circunstâncias que o determinam.

O abandono emocional no relacionamento muitas vezes passa despercebido, porque se camufla por trás das rotinas e obrigações diárias. Algum distanciamento é normal, especialmente quando o relacionamento tem anos. No entanto, quando um dos membros do casal deixa de atender às necessidades do outro, o assunto se torna mais sério.

Todos nós sabemos que a efervescência da paixão é temporária e que, mais tarde, surgem fases mais comedidas nas quais haverá divergências.

Ninguém tem a obrigação de cuidar do outro, mas o abandono emocional no relacionamento é outra coisa. Ele significa que o relacionamento se tornou uma fonte de sofrimento para um dos dois.

“Não abandone o seu barco no mar da sorte, continue remando, mas reme com desembaraço e reflita mais uma vez”.
– Augusto Platen Hallermünde –

Sem dúvida, quando há abandono emocional no relacionamento, é porque a relação está prestes a entrar na ‘UTI’. Nada pode substituir o prazer emocional que deriva de ser importante para o outro.

Como saber se um relacionamento está passando por esta situação?

O abandono emocional no relacionamento

Antes de mais nada, vamos esclarecer o que é o abandono emocional no relacionamento. Esse abandono se configura quando um dos membros do casal não está emocionalmente disponível para o outro.

Isso se manifesta principalmente como indiferença e falta de empatia. Em outras palavras, não há expressões de afeto pelo outro e nenhum interesse ou vontade de entender a sua realidade. Isto é, entender os seus sentimentos, os seus problemas, as suas realizações, etc.

Oferecer ajuda a quem está sofrendo

O abandono emocional deve se manifestar por um período de tempo relativamente longo.

Às vezes, o casal está um pouco ausente do relacionamento devido a suas próprias dificuldades ou aos processos que está vivendo, mas basta que uma situação seja superada ou que o diálogo ocorra para que isso pare de acontecer.

Quando há abandono emocional no relacionamento, a ausência física e/ou emocional do outro se torna crônica. Isso pode ser devastador para o outro. Especialmente porque, em muitas ocasiões, quem negligencia a relação se recusa a reconhecer o que está fazendo.

Sinais de abandono

Existem vários sinais que revelam o abandono emocional no relacionamento. Na maioria das vezes eles não são muito evidentes. Em vez disso, são atitudes que passam sem deixar vestígios, mas que, sustentadas de forma contínua, configuram uma dolorosa realidade.

Os principais sinais de abandono emocional no relacionamento são:

  • Falam somente sobre questões de rotina e apenas de passagem. Não sentam para conversar, mesmo que um deles queira.
  • Quando se encontram com outras pessoas, um dos dois ignora o outro e começa a conversar com os demais.
  • Um não responde às manifestações de afeto do outro ou o faz com evidente falta de motivação.
  • Um dos dois sabe muito pouco sobre a vida do outro, embora mostre interesse em receber informações.
  • Um dos dois não sente que pode contar com o outro se estiver com problemas. Quando os comenta, o outro não se interessa, nem participa com ideias, propostas ou expressões de afeto.
  • Um dos dois se sente muito sozinho, embora tenha o seu parceiro.

Abandono emocional no relacionamento: um caso perdido?

Ao contrário do que se pensa, o abandono emocional nem sempre é um sinal de que não há mais amor. Nem é devido ao fato de haver uma terceira pessoa ou porque o relacionamento está muito desgastado. Em muitos casos, existem fatores psicológicos que afetam a situação.

Muitas pessoas não têm os recursos psicológicos para construir um verdadeiro vínculo de intimidade no relacionamento. Na verdade, quanto mais alguém é importante em sua vida, mais rápido eles levantam barreiras e tentam se isolar.

Eles o fazem como um mecanismo de defesa, porque no seu passado existem traumas não processados ou uma grande falta de autoestima. Acreditam que serão machucados ou abandonados. É por isso que eles abandonam primeiro.

Jovem consolando namorado

Também é possível que o abandono seja uma maneira de reclamar por alguma dificuldade do passado que não foi completamente resolvida entre os dois.

Outra possibilidade é de que as obrigações sejam tão esmagadoras, ou a vida profissional tão frustrante, que não há lugar para o outro devido ao cansaço ou à falta de recursos emocionais.

Se você se sente em uma situação de abandono emocional no relacionamento, o importante é que você não se apresse em tirar conclusões. Tente avaliar objetivamente o que está acontecendo e encontre uma maneira de conversar com o seu parceiro sobre o assunto, sempre com muito amor.