Acredite em si mesmo: Não deixe que te rotulem – A mente é maravilhosa

Acredite em si mesmo: Não deixe que te rotulem

10, fevereiro 2015 em Emoções 54 Compartilhados

Acreditar em si mesmo promove crescimento e desenvolvimento individual, pois quando acreditamos que podemos, nos arriscamos muito mais do que quando nos julgamos incapazes de fazer algo. As pessoas que não são autoconfiantes ficam apenas na zona de conforto e nunca exploram nada novo.

A inspiração para escrever esse artigo veio de uma conversa que escutei enquanto andava de metrô. Uma mulher de cerca de 30 anos, de aparência introvertida e discreta, conversava com uma mulher de uns 50 anos, que parecia ser sua mãe.

Pelo que fui escutando, a mulher estava desempregada há alguns anos e, infelizmente, o setor em que ela tinha experiência estava em crise. Comentou que o mercado de trabalho estava tão difícil que ela teria que procurar trabalho fora de sua área, como garçonete ou caixa.

Fiquei surpreso com a resposta de sua mãe, que disse que ela não servia para trabalhar de caixa, nem de garçonete, pois esses eram serviços para pessoas espontâneas e extrovertidas. A mulher concordou com sua mãe e se conformou. A expressão em seu rosto mudou completamente, passou de entusiasmada para desanimada em um minuto. De repente, a possibilidade que lhe poderia abrir as portas do mercado de trabalho foi abandonada.

Me perguntei: Por que fez isso com ela? Nem mesmo a opinião de nossa família devia nos influenciar tanto assim. Somente as pessoas que pensam de maneira corajosa chegam ao objetivo que desejam.

As pessoas confiantes são as que não deixam que ninguém interfira em seus planos e, quando alguém de fora duvida de seu valor pessoal, segue em frente como se nada tivesse acontecido. Jamais cancelariam ações que pensaram levar em frente, por culpa da opinião alheia.

Aquela situação fez eu me sentir impotente. A mulher sentada a minha frente no metrô parecia inteligente, tinha uma boa aparência, mas estava sendo desvalorizada por ser introvertida e, ao não acreditar em si mesma, fechava as portas para novas oportunidades.

Cada tipo de personalidade tem seu lado bom e seu lado ruim, nenhuma é melhor que a outra. Precisamos aceitar a nós mesmos, exatamente do jeito que somos, para que todo o potencial que temos dentro de nós apareça.

Acreditar em si mesmo é essencial para dar o primeiro passo e embarcar em novas experiências. Se não nos atrevermos a explorar novos caminhos, nunca saberemos o potencial que poderíamos desenvolver.

Esta mulher não confiou em si mesma e o pior é que se deixou rotular, acreditando que sua personalidade não se encaixava no que desejava fazer. Nunca deixe que um comentário como “Você não é capaz!” detenha suas decisões, nem mesmo quando essa opinião for de algum familiar.

Essas más opiniões deveriam servir apenas para impulsionar a vontade de lutar, já que se você não tentar, não saberá se teria feito bem ou mal. Troque o “não sou capaz” pelo “acredito em mim e vou tentar”.

Acreditar em si mesmo é o ato mais positivo que podemos nos dar de presente, porque se nem você acredita em si, quem vai acreditar?

O AMOR E A ACEITAÇÃO TRANSFORMAM

Quando aceitamos a nós mesmos e acreditamos nas possibilidades, tudo se transforma, e o que antes parecia difícil, se torna mais simples.

A prova disso está no fato de que muitas pessoas inseguras mudam para melhor quando começam a namorar, pois se sentem queridas e aceitas.  O amor e a aceitação fazem com que aproveitemos melhor o que temos dentro de nós.

Encontrar isso fora de si, num amor, numa amizade, num familiar, pode impulsionar positivamente o nosso crescimento como pessoa. Mas mesmo quando não encontramos fora, é possível encontrar dentro de nós mesmos.
Você pode se amar e se aceitar de forma que nada nem ninguém negativo te afete.

A maioria dos limites que acreditamos ter está na maneira negativa que temos de pensar. Se nos déssemos conta de tudo que o ser humano pode conseguir fazer, com esforço e autoconfiança, ficaríamos surpresos.

A mulher de que falei neste artigo deveria ter dito o seguinte a sua mãe: “Essa é a sua opinião, mas eu acredito que posso perfeitamente trabalhar como garçonete ou caixa, porque a introspecção não é negativa, tenho muitas outras virtudes que, sem dúvida, serão valorizadas no meu trabalho.”

Se deixar que os outros te digam o que pode ou não fazer, estará impedindo que seu potencial interior cresça. Acredite em si mesmo, se valorize e siga seu caminho.

Créditos da imagem: Dimitris Papazimouris e Alba Soler
Recomendados para você