Amar é o nosso superpoder - A Mente é Maravilhosa

Amar é o nosso superpoder

julho 7, 2016 em Emoções 0 Compartilhados
Amar é o nosso superpoder

O amor é a nossa vitamina emocional, a que nos enche de vitalidade e de força diante da vida. Por isso dizemos que amar é o nosso superpoder, pois potencializa o nosso crescimento e a nossa capacidade de caminhar eretos pela vida.

Quem nunca se sentiu apaixonado e capaz de tudo? Quem, depois de receber um abraço, não conduziu o leme da sua vida com maior desenvoltura do que anteriormente? Quem nunca precisou dizer “gosto de você e confio em você” ou ouvi-lo para continuar em frente com seus projetos?

Precisamos gostar e precisamos que gostem de nós; é uma coisa básica para nós. Não estamos falando de ter um relacionamento amoroso, e sim de amar as pessoas que nos rodeiam e que significam alguma coisa para nós. Porque muitas vezes, quando estamos a ponto de cair é o carinho que nos sustenta.

“Gosto de você a ponto de convidá-lo para pisar em folhas secas uma tarde dessas. Gosto de você a ponto de sair para caminhar, falar do amor, enquanto chutamos pedrinhas. Gosto de você a ponto de morrer de rir, embriagados por nada, e passear pelas ruas sem pressa.

Gosto de você a ponto de ir com você aos lugares que eu mais freqüento, e te contar que é aí onde me sento para pensar em você. Gosto de você a ponto de ouvir o seu riso a noite toda. Gosto de você a ponto de nunca deixar você ir embora.

Gosto de você como se gosta de certos amores, do jeito antigo, com a alma e sem olhar para trás.”

-Jaime Sabines-

barco-de-papel-com-rosa

Amor e intimidade, duas fontes de força

A admiração e o afeto são fontes de força. O carinho, a intimidade e a preocupação profunda pelo bem-estar do ser amado fazem parte dessa bagagem emocional que preparamos e que nos dá tanto equilíbrio.

Segundo Maslow, o amor e os relacionamentos fazem parte das nossas necessidades básicas de pertencimento e de segurança, de modo que precisamos delas para escalar a nossa pirâmide cada vez mais alto e chegar a alcançar o reconhecimento, a confiança, o respeito, o sucesso, a espontaneidade, etc.

Assim, para poder alcançar nossas metas e administrar o nosso tempo precisamos das pausas que as pessoas que gostamos trazem ao nosso relógio interior. Porque no fim das contas, aqueles que amamos são o nosso norte e nos ajudam a traçar os pontos cardeais para os quais precisamos olhar a cada momento.

dente-de-leao

O que amar faz ao nosso cérebro

Amar é o nosso superpoder em todos os níveis, incluindo a nível cerebral. De fato, como já dissemos em outras oportunidades, analisar as mudanças neuroquímicas que acontecem no nosso cérebro através dos sentimentos e das emoções é essencial.

Ou seja, mesmo que normalmente falemos do coração como o lar do amor, na verdade deveríamos pensar que este acontece no cérebro através das sensações, emoções, pensamentos e comportamentos que provocam mudanças neuroquímicas e novas conexões neuronais.

Assim, criam-se associações que permitem ao sistema límbico processar os sentimentos e as emoções que nos provocam. A serotonina, a oxitocina e a dopamina são criadas no sistema nervoso e fazem com que a atenção e o cuidado reinem entre os nossos comportamentos.

Por sua vez, a incondicionalidade própria do amar parece residir na massa cinzenta periaquedutal, lugar onde também se encontra o centro de controle da dor excessiva. Isto explica por que quando amamos muito a alguém não precisamos de outra recompensa além do afeto que nos dão.

Em suma, o amor que sentimos pelos outros é, em grande parte, responsável pela nossa força em todos os níveis. Por isso podemos afirmar que o apoio emocional não vem apenas de seres queridos, e sim de sermos capazes de fazê-lo com todo o nosso cérebro.

Portanto, colocar à disposição do nosso trajeto estes benefícios nos ajudará a alcançar tudo aquilo a que nos propusermos, pois caminhar ao lado do amor sempre é garantia de sucesso e de bem-estar. Porque amar é o nosso maior superpoder.

Recomendados para você