Os erros do passado e a sabedoria do presente

Se apagasse os erros do passado, apagaria a sabedoria do presente

outubro 17, 2015 em Emoções 0 Compartilhados
Os erros do passado e a sabedoria do presente

Aí está você de novo, preocupando-se e arrependendo-se daquilo que você fez ou do que aconteceu. O discurso é sempre igual, entediante e repetitivo, culpando a si mesmo pelos erros cometidos ou pelas decisões que não tomou.

As imagens vêm constantemente à sua mente, as palavras que você disse são o eco que não lhe abandona, seus sentimentos, uma prisão limitante, enquanto os minutos passam sem que nos demos conta, sem apreciá-los…

“Talvez, se eu tivesse dito o que sentia, não teríamos nos distanciado”, “Se eu tivesse feito outra escolha, não estaria assim nesse momento”, “Deveria ter feito aquele curso naquele momento, agora não o tenho e esse é um requisito imprescindível para optar pelo que quero…”, “Por que nunca disse que achava ruim quando ele não me perguntava como eu estava?”.

Os erros do passado e a sabedoria do presente

E assim, os lamentos e interrogações podem se tornar um ciclo infinito, que você sabe quando começa, mas é impossível saber quando acaba, pois não tem fim…

Você pode contestar o tanto que quiser, destruir-se pouco a pouco se isso é o que você pretende, embora eu acredite que seu interior não é realmente o que lhe demanda.

Detenha-se e pense “Para quê você está fazendo isso?” “Até onde seus lamentos e esse ruído mental que lhe levarão?” E, leia bem “Para quê? Não… por quê?”

Se você for sincero consigo mesmo e responder a estas perguntas, pode descobrir muito mais do que você imagina. Você pode encontrar sua necessidade escondida.

E agora, mergulhe nesta pergunta: serve de alguma coisa se arrepender por seus erros? Você realmente acredita que são só erros?

Antes de continuar sua dinâmica de se culpar e se fazer de vítima, direi uma coisa: Não são só erros, são oportunidades. Pense nisso. Quanto de aprendizado há por trás deles?

Os erros do passado e a sabedoria do presente

Trata-se somente de querer avançar e evoluir, em vez de ficar parado e preso, como se tivéssemos uma corrente presa em nossos tornozelos, que nos ancora ao passado.

Você pode comprovar isso agora mesmo, caso queira. Escolha um de seus erros e reflita sobre o que você pode aprender com a situação ou experiência.

Descubra a

oportunidade

escondida

Talvez você já tenha feito isso e nem sequer tenha se dado conta…

Além disso, tudo o que você é hoje, é graças a aquilo que você fez e ao que você não fez. A seus êxitos, mas também a seus fracassos. E, talvez, mais a estes últimos do que aos primeiros.

De tudo o que você já fez até agora, de todo seu processo de vida… certamente você tem muitas coisas das quais está orgulhoso ou orgulhosa. E não é graças às suas dificuldades e ao aprendizado que você teve que você conseguiu tudo isso?

Vou deixar que você responda… e escute a si mesmo, porque o que você diz é uma mensagem dirigida a você mesmo…

E não me refiro somente a seus êxitos, sonhos e objetivos; de algo muito mais próximo de você: suas qualidades, suas matrizes, sua forma de ser, sua essência. Você acha que eles não têm nada a ver com seus erros?

Por tudo o que você passou, tudo o que você sentiu, pensou, fez, teve repercussão, mas também reverberou em seu interior. Depende de você o modo de utilizá-los, se quiser espremê-los e obter seu suco, ou ficar com as partes podres e secas… Passar por cima ou submergir-se em suas profundidades e encontrar-se com a sabedoria que as acompanha.

Os erros

são portas

para o aprendizado

 Os erros do passado e a sabedoria do presente

Cada fato, cada pensamento e cada sentimento vivido tiveram um série de consequências em nossa vida. O importante é ser consciente de que tudo o que você é hoje foi afetado pelo que ocorreu ou não, um dia, no seu passado. E se apagássemos todos os nossos erros, o aprendizado também desapareceria.

Só por eliminar ou diminuir qualquer brincadeira já não seríamos os mesmos. Por isso, em vez de ocupar nosso tempo nos preocupando pela possibilidade de ter feito as coisas de outro modo, devemos nos preocupar em tirar o melhor de nós em cada situação, em cada momento, em cada segundo…

Recomendados para você