Aprender, crescer e seguir caminhando

· agosto 16, 2015

Cada um de nós tem sua própria história particular e diferente, mas você está vivendo como vítima? Ou está aproveitando o passado para ter um melhor presente e futuro?

Todos nós temos um passado e uma história. Enfrentamos experiências desafiadoras e pouco agradáveis. Também vivemos momentos muito felizes, que nos fizeram crescer e que nos deram lembranças incríveis. Alguns podem ter uma história mais intensa e turbulenta, mas todos sofremos e, afinal, obtivemos experiências e conhecimentos que nos levaram até onde estamos agora.

Embora ninguém tenha tido uma vida sem contratempos, parece que há pessoas que ficaram estacionadas no papel de vítima e que não são capazes de ver mais além. Não ponho em dúvida que algumas dessas pessoas tenham vivido situações muito complexas, que tenham lembranças muito profundas e que tenham sido fortemente marcadas.

Isso não implica que devamos ficar estacionados nesse estado de tristeza, frustração e demais sentimentos negativos. Ao contrário, é importante transcender e aprender a ver o passado desde uma perspectiva distinta e mais amigável. Devemos entender que essas experiências prévias podem nos dar a chave dos passos a tomar para chegar onde queremos.

Encontre as perguntas corretas para crescer

Às vezes, a única diferença entre aqueles que aproveitam o passado para ter um bom futuro e aqueles que ficam como vítimas são as perguntas que fazem a si mesmos. As perguntas e frases negativas só nos levarão a um ponto mais profundo no papel de vítima. Estas perguntas e frases negativas são similares a:

Por que isso tinha que acontecer comigo?
Nem adianta tentar, sempre acabo…
Mereço o pior e por isso sempre…
Por que eu nunca…?

Se, ao invés de nos concentrarmos nessas perguntas ou frases, nos focássemos em outras mais amigáveis e úteis, conseguiríamos encontrar o caminho adequado para encontrar a vida que queremos. Você pode tentar com as seguintes frases:

O que eu aprendi sobre mim mesmo com essa situação?
Dessa forma não funcionou, mas posso tentar fazer diferente.
Isso não era para mim e por isso saiu da minha vida.
Como posso usar esse conhecimento para me aproximar mais do sucesso?

Todos nós temos histórias, mas nem todos decidimos ser vítimas

Algumas vezes podemos pensar que alcançar o sucesso não é fácil para todos. Na realidade, não é assim; o que não é para todos é o problema de ser vítima e ficar parado e preso ao passado. Por exemplo, quando eu era pequena sofri com o que hoje em dia é chamado de bullying. Claro que naquela época isso não era visto como uma coisa tão grave e, durantes muitos anos, estive e me senti muito só.

Um dia me dei conta de que essa situação não tinha por que ser realmente ruim; ela me permitiu aprender a ser independente e a não estar presa aos comentários ou críticas alheias. Hoje em dia eu sou uma profissional independente que vive a vida viajando e fazendo o que gosta.