As 4 dores de cabeça mais comuns

· setembro 28, 2018

As dores de cabeça são uma das fontes mais comuns de desconforto. Sua origem pode ser incerta e os sintomas indicam a tipologia dessa condição. Assim, para aliviar o desconforto de maneira eficaz, é importante reconhecer o tipo de dor de cabeça que o atormenta. Neste artigo, você encontrará algumas dicas que podem ajudá-lo a saber o que está acontecendo com você.

Frequentemente, as dores de cabeça não costumam ser um sintoma de uma doença grave ou perigosa. Às vezes, elas são causadas por estresse, má alimentação ou pela falta de movimento. Outras vezes, essas dores relatam que algo mais acontece em nosso corpo.

É importante ter em mente que nem todas as dores de cabeça são iguais e nem têm as mesmas causas. Por esse motivo, é necessário ouvir o corpo e ter um pequeno guia de emergência para identificar seus sinais.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), as dores de cabeça são os transtornos de saúde mais comuns em todo o mundo. A OMS garante que quando as dores de cabeça ocorrem repetidamente, elas podem ser um sintoma de cefaleia crônica. Além disso, confirma que a maioria dos casos podem ser tratados adequadamente em um centro de atenção primária e não requerem especialistas.

4 dores de cabeça mais comuns

Para aliviar seu desconforto, é importante determinar qual é o tipo de dor de cabeça que você está sentindo. Abaixo, você irá descobrir os principais tipos e causas associadas:

1. Enxaqueca

A enxaqueca é uma condição neurológica que tem como principal sintoma uma dor latejante (como batimentos cardíacos). Às vezes vem acompanhada por outros sintomas, como náuseas, vômitos ou hipersensibilidade à luz e ao som.

Por outro lado, a intensidade das enxaquecas pode variar de leve a intensa. Frequentemente aparecem em um lado da cabeça, embora possam aparecer em ambos.

Dor de cabeça

Com uma média de 12 a 18 horas, as crises persistem por várias horas ou até dias. Além disso, podem chegar a ser tão intensas que a pessoa que as sofre precisa abandonar suas atividades diárias.

Embora a causa principal da enxaqueca seja desconhecida, alguns fatores associados foram descobertos, como alterações hormonais, alguns alimentos como chocolate ou queijos curados, bebidas como vinho tinto, cheiros fortes, falta de sono e até mesmo estresse.

2. Cefaleia tensional

É o tipo mais comum de dor de cabeça. É caracterizada por uma dor maçante, opressiva e constante que começa na área da testa e do pescoço. Geralmente, exerce pressão nos dois lados da cabeça.

A principal causa da cefaleia tensional é desconhecida, mas pode estar associada à fadiga e ao estresse. Existem diferentes maneiras de reduzir a dor, como a aplicação de compressas frias ou quentes ou a prática de técnicas de relaxamento. A dor costuma ser leve ou moderada. Geralmente melhora quando a fonte de tensão é aplacada, podendo persistir por horas e dias se isso não acontecer.

3. Dor de cabeça sinusal

Esse desconforto é apresentado como uma dor no rosto e na cabeça. Está associada a uma inflamação dos seios paranasais que pode acompanhar a sinusite.

Como se trata de um processo infeccioso, geralmente é acompanhado por febre. O desconforto se intensifica com o movimento súbito da cabeça ou ao fazer esforço. Geralmente, a dor de cabeça ocorre após uma infecção do trato respiratório superior, como um resfriado.

Para prevenir a dor de cabeça decorrente da sinusite, recomendamos a manutenção de um estilo de vida saudável.

Mulher sentindo dor de cabeça

4. Cefaleia em salvas

A cefaleia em salvas é a dor de cabeça mais grave. É um tipo raro de desconforto que afeta mais os homens do que as mulheres. Geralmente é acompanhada de inchaço, vermelhidão da pálpebra, lacrimejo e congestão nasal.

A dor é caracterizada por episódios de ataques unilaterais no olho ou em torno dele. Estes são repetidos várias vezes ao dia. A causa exata da dor de cabeça não é conhecida. No entanto, certos estilos de vida, como o tabagismo, podem ser a fonte da crise. Além disso, a causa pode ser hereditária.

Finalmente, as dores de cabeça podem ser desencadeadas por uma variedade de fatores. Tenha em mente que uma dor de cabeça recorrente pode ser o primeiro sintoma de algumas doenças importantes. Portanto, um exame médico é essencial se as dores não diminuírem rapidamente com os analgésicos comuns.